domingo, 20 de novembro de 2016

A Bem da Verdade sobre a ocupação patriótica da Câmara dos Deputados


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Antônio José Ribas Paiva

Parabenizo o General Paulo Chagas pelo brilhante texto, comentando a manifestação dos heróis da pátria na Câmara Federal. Todavia, devo lembrar ao ilustre brasileiro, que o nosso BRASIL não é uma República e, muito menos uma Democracia, porque a casta política usurpou o Poder do Estado, para a prática sistemática de crimes e, porque, DEMOCRACIA É SEGURANÇA DO DIREITO!                                    
            
Portanto, as FFAA, de há muito, deveriam ter cumprido o dever, CONSTITUCIONAL e, principalmente INSTITUCIONAL, de intervir no processo político, para resgatar o BRASIL do crime, que tomou o Poder do Estado, como determina o art. 142 da CF.

O artigo 142 da CF é dividido em duas partes. A primeira trata da defesa da pátria e da garantia dos poderes constitucionais. Ninguém precisa de convocação, ordem ou mandato para cumprir esses deveres. Muito menos o Exército. Após a vírgula, o artigo trata das garantias da lei e da ordem, que são atribuições estaduais. Nesse caso, há necessidade de convocação para evitar-se a intervenção no ente estadual.

Portanto, diante desse vácuo político institucional, é dever inafastável das FFAA INTERVIREM CONSTITUCIONALMENTE no processo político, como mandatárias do povo, para afastar a classe política, punir os culpados, nomear um governo de transição, aprimorar as instituições, caçar os direitos políticos dos usurpadores e, convocar eleições, a partir dos municípios.
            
De outro lado, quero lembrar ao ilustre general, que os heróis que adentraram a Câmara Federal, estavam no exercício da cidadania, ao passo que o MST, MTST e etc. são grupos paramilitares de terrorismo de estado, a serviço do Governo do Crime Organizado, financiados, criminosamente, com dinheiros públicos e , por capitais internacionais, que semeiam a cizânia, dos povos, para explorar os países. Por tudo isso, data venia, não há termo de comparação de heróis com terroristas traidores.
             
Ressalto, ainda, que a ação dos patriotas foi vitoriosa, porque , a exemplo do Presidente TRUMP, rompeu a barreira da mídia mentirosa, e revelou ao mundo, que o Brasil está sob o domínio do crime.
         
Diante disso, é dever dos patriotas, lembrar às nossas gloriosas FFAA, que historicamente, QUALQUER REGIME POLÍTICO É MERA CONCESSÃO DO PODER ARMADO!
            
No caso brasileiro, infelizmente, vivemos sob a DITADURA DO CRIME ORGANIZADO, submetidos ao domínio de interesses e vontades, e não sob o império do direito!
            
Por tudo isso, ombreio-me aos dignos manifestantes da Câmara Federal, para clamar:
      
INTERVENÇÃO CONSTITUCIONAL JÁ!!!

Antônio José Ribas Paiva, Jurista, é presidente do Nacional Club.

8 comentários:

Coronel Humberto Pinto disse...

Ilustre Jurista
Antônio José Ribas Paiva

Parabéns pelas palavras esclarecedoras e conclusão.
Visite BALÃO LIVRE: http://balaolivre.blogspot.com.br/2016/11/homenagem.html

Anônimo disse...

A intervenção da FA È o único meio de colocar o país nos trilhos novamente.

Anônimo disse...

Excelente texto!! Ousado, corajoso e realista. Ja tive mais admiracao pelos militares brasileiros, hoje considero seus comandantes acomodados e acovardados, continuam batendo continencia para politicos corruptos e traidores. Tambem considero a inteligencia institucional das Forcas mediocre, estao lutando a guerra do passado, dos anos 60/70. Nao tem coragem sequer de fazer umas operacoes clandestinas aqui e acola. Ainda nao caiu a ficha para os nossos militares que o inimigo assumiu o comando do nosso pais, foram derrotados sem entrar em combate, o inimigo dominou suas mentes e coracoes.

Anônimo disse...

É só o general Villas Bôas copiar esse texto e ir pra TV.

Anônimo disse...

O que vocês chamam de matéria ousada, corajosa e realista, chamo de irresponsável. As FFAA de hoje são as mesmas de 1964 cujos membros foram jogados às feras por esta mesma sociedade que hoje clama por sua volta. Em 1964 existiam as condições. Diferente de hoje. As instituições bem ou mal ainda estão funcionando. Mal porque lá colocados com o aval dos "revoltados" e difamadores de hoje. Vão para rua reivindicar! É mais digno que atrás de um teclado. De outra forma é agitação virtual. Isto a esquerda também faz!!!

Anônimo disse...

Prezado Dr. Antônio José Ribas Paiva.

Nos corações e mentes dos verdadeiros patriotas, NÃO existem idéias e entendimentos diversos dos aqui expostos por ti em teu brilhante texto, verdadeiro luminar nestas trevas brasileiras.

Os patriotas estamos cansados de tanto lenga-lenga, como tentam nos convencer o Sr. Gal. Paulo Chagas, o Sr. Gal. Villas-Boas, entre outros. Enquanto isso, clima de guerra geral, insegurança, roubalheiras, desmandos, TRILHÕES roubados, etc... Por que essa demora? Quais serão os medos ou os interesses que desconhecemos?

Um Ministro da Defesa comuna e um Senador motorista de Marighella, tendo surto, pedindo a cabeça dos patriotas, heróis da Pátria? Um presidente lesa-Pátria, a favor da Ursal e da Unasul... e que se gaba disso? E os 3 comandantes das FFAA caladinhos, quietinhos, sumidinhos? É assim mesmo, devem calar-se? Não mandam nenhum recado? O que não sabemos? Logo, logo, o povo vai é ficar revoltado com eles, os 3! E a credibilidade está caindo... e muito... Povo sem emprego ou empregado e sem salários, famílias passando fome, não conseguindo pagar as contas... Isso gera caos... Será que é isso que os 3 estão esperando, de tanto medo que tem da imprensa comuna e da "começão" da inverdade?

Dr. Antônio José Ribas Paiva, não haveria um grupo de Militares (com "M" maiúsculo) que poderia tomar a frente nisso tudo, antes que irmãos lutem contra irmãos para matar a fome das suas famílias?

O caos só interessa ao comunismo...

Quem tem interesse pelo caos, que não seja o comunista?

Conivência com criminosos será o que?

SOS FFAA (ou o que restar dela)

Anônimo disse...

Belas palavras, mas infelizmente vivemos em um país onde as FFAA não cumprem a missão para a qual foram criadas. No momento em que os Candantea Militares das três forças sao indicados por políticos, perdeu-se a hierarquia e a disciplina no meio militar. Os atuais comandantes se acovardarem e se escondem atrás de suas belas fardas, cheias de medalhas, sendo a maioria delas nem merecidas, e atrás de belas escrivaninhas, ganhando altos salários e para que, para prestar continência para ladrões e corruptos. Desde que a política entrou nos quartéis, principalmente nos comandos perdeu-se a moral. Na situação atual em que se encontra o país, sinto vergonha dos nossos Comandantes militares pela data de coragem que sempre regeu um militar.

Anônimo disse...

como se ele é um comunista traidor?//