domingo, 27 de novembro de 2016

Intervenção é Constitucional! Em Portugal, foi...


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Uma inédita Intervenção Cívica Constitucional é a única solução efetiva para uma mudança no modelo estatal capimunista rentista do Brasil. A repactuação política, para redefinição estrutural do País, é absolutamente constitucional. Só o povo, o cidadão, tem o legítimo poder instituinte. Portanto, não vale a pena perder tempo com debates inúteis sobre o remédio que é amargo, porém resolve, no efetivo combate ao Crime Institucionalizado, implantando a Segurança do Direito nesta terra cheia de leis, mas sem efetiva obediência a elas.

Segmentos midiáticos, contaminados por anos de aculturamento ideológico esquerdista, insistem em qualificar a hipótese intervencionista como "um golpe", principalmente "um golpe militar". O medinho dos coleguinhas de canhota até é compreensível porque o Brasil tem um deplorável histórico e uma arraigada cultura antidemocrática. Além disso, continuamos péssimos e paupérrimos no debate de ideías que tragam conceitos corretos e soluções viáveis. A imprensa prefere torcer e distorcer. Típico comportamento dos "donos da verdade".

Acidentes, no entanto, acontecem. Na sexta-feira (25 de novembro de 2016), o jornal O Globo (do Grupo que editorialmente condena qualquer "Intervenção") ouviu um jovem intelectual lusitano que, por acidente editorial, demonstrou que a hipótese intervencionista é possível para implantar ou restaurar a Democracia. Na página 2, na coluna "Conte algo que eu não sei", o historiador Miguel Cardina, da Universidade de Coimbra, foi provocado pelo repórter Rayanderson Guerra e expôs a tese que deveria servir de exemplo para os brasileiros.

"Sobre a História de Portugal, você fala do golpe militar para instaurar a democracia. É uma contradição? Miguel Cardina responde: Essa é uma originalidade portuguesa, eu diria (risos) Realmente, os militares fizeram uma revolução, por meio de um golpe, para instaurar a democracia. Setores das Forças Armadas conduziram a derrubada da ditadura. Salazar já não estava mais no poder, mas toda a política colonialista e a repressão permaneciam. Durante um ano e meio, Portugal teve uma revolução de cunho socialista suscitada, em última análise, por um golpe militar. Em 1975, tem origem um processo de normalidade democrática".

"Qual a imagem e a memória portuguesas sobre militares? Miguel Cardina responde: "A imagem da instituição militar é muito mais plural e complexa. Eles produziram a guerra - e a violência. Mas, também, desencadearam a mudança política. Todo processo revolucionário é um processo de confronto entre diferentes forças sociais e políticas. Há uma história de pluralidade interna, e isso faz com que a imagem seja mais heterogênea do que em outros países que passaram por ditaduras e golpes militares, como o Brasil".

Ou seja, Intervenção Constitucional é legítima. Não é mero golpe militar no sentido clássico de uma quartelada. Os portugueses ensinaram, e os gênios brasileiros continuam fazendo piada... A presente Ditadura do Crime Institucionalizado, com corrupção sistêmica, é uma hedionda piada de brasileiro. Justamente por isso é que cresce a adesão à tese intervencionista, a partir da mobilização em redes sociais. Viva a viralidade democrática! As pré-condições para a Intervenção Constitucional se cristalizam e ganham musculatura.

Midiotas contaminados pelo gramscismo e a bandidagem organizada formam uma aliança invisível e reacionária contra as mudanças necessárias. Por sorte, começam a perder o bonde da História - que costuma ser implacável com os idiotas e os canalhas. As mudanças são inevitáveis no Brasil, apesar da nossa arraigada imbecilidade e absoluta falta de cultura democrática (no respeito à Lei e à Ordem Pública). Precisamos apenas ampliar e evoluir o livre debate, para que cacoetes golpistas, autoritários e bárbaros, conquistem hegemonia na "Revolução Brasileira" em andamento.

A hora da Onça beber água está chegando. Os gatunos já sentem que terão o rabo comido. Naturalmente, agirão de forma violenta e reacionária, usando o criminoso regramento excessivo para promover "jagunçagens" contra os que lutam por mudanças verdadeiras. A guerra de todos contra todos os poderes vai se ampliar no Brasil. Quem não estiver preparado para ela vai fugir (se puder e conseguir) ou tombar...

De prontidão, ainda mais porque são gatos escaldados pelos erros pós-1964, os militares brasileiros seguem igualzinho ao papapagaio da famosa piada de português: Não falam nada (a não ser por cuidados atos simbólicos), mas prestam uma atenção... Se houver uma explosão ainda maior de violência e radicalização, com a completa falência institucional, eles admitem estar prontos para agir.

O timming para fazer a coisa certa, no momento preciso, é que definirá o presente do futuro brasileiro.

Releia o artigo de sábado: Viralidades Democráticas contra o Crime no Brasil


Leia, abaixo, o artigo de Carlos I. S. Azambuja: Recordando a Intentona Comunista

Definição de Corrupto completo

Da juíza Yeda Filizzola, no Facebook:

"Quem se alinha aos corruptos também o é. Seja por covardia, por ganância ou pequenez".

Chorando a morte


Fidel, forever


Encontro marcado...


Da dona do dono


Colabore com o Alerta Total

Os leitores, amigos e admiradores que quiserem colaborar financeiramente com o Alerta Total poderão fazê-lo de várias formas, com qualquer quantia, e com uma periodicidade compatível com suas possibilidades.

Nos botões do lado direito deste site, temos as seguintes opções:

I) Depósito em Conta Corrente no Banco do Brasil.
Agência 4209-9, C/C: 9042-5, em favor de Jorge Serrão.

II) Depósito em Conta Poupança da Caixa Econômica Federal ou em agências lotéricas: 2995 013 00008261-7, em favor de Jorge Serrão.

OBS) Valores até R$ 9.999,00 não precisam identificar quem faz o depósito; R$ 10 mil ou mais, sim.

III) Depósito no sistema PagSeguro, da UOL, utilizando-se diferentes formas (débito automático ou cartão de crédito).

IV) Depósito no sistema PayPal, para doações feitas no Brasil ou no exterior.

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 27 de Novembro de 2016.

11 comentários:

Anônimo disse...

Uma policia especializada para o judiciário e políticos a modificação na lei da magistratura que finde com a máfia do judiciário já seria uma bela intervenção pois já testaram de tudo e a maçonaria com os seus costumes de proteger e dar privilégios aos bandidos que a integram sempre fode com tudo... Seja onde for ou quem for se gritar pega ladrão não fica um... Gasolina, aluguel, passagens, horas extras, gabinetes de faixada, vale refeições, vale café da manhã, milhões de assessores fantasmas e mais todo o tipo de vantagens é só na cabeça de bosta de membros do judiciário que para ver o circo pegar fogo aprovam e também adotam essa pratica de crimes muito bem organizado em nosso pais... Na situação em que fomos deixados uma lei que determinasse o teto máximo de 20 mínimos seria o ideal para por fim na máfia que aqui sempre existiu, se for anticonstitucional que modifiquem ou rasguem esta mérda...

O MESMO de SEMPRE disse...

O que vale é a força, sem ela não há pratica e sem pratica nada se realiza.

Quando Nietasche parece afirmar que "a justiça é a vontade do mais forte" ele apenas está dizendo que ISSo É A REALIDADE, a PRÁTICA. Não que esteja concordando com a afirmação. tanto que afirma o contrário m muitas outras passagens. Algo bem similar quando diz que COMBATE a MORAL por MORALIDADE. Sim, ele combate a ARBITRARIEDADE MORAL estabelecida pela FORÇA.

Quem COMANDA a FORÇA é quem "interpreta" lei.
Ao cidadão cabe trabalhar p/ financiar a FORÇA, o PODER, daqueles que fazem e interpretam as leis. Afinal, Hobbesianamente se DEVE obedecer às LEIS como se estas estabelecessem o DIREITO. Quando estas deveriam apenas se submeterem ao Direito NATURAL, que nasce com o indivíduo.

Então, em meio as canalhices podemos dizer que Rousseau acertou neste ponto sobre a justiça ser ou não a VONTADE do MAIS FORTE:

“O forte não será sempre o mais forte se não fizer da sua força um direito e da
obediência alheia um dever”

Assim funciona o Estado hierarquizado, democrático ou não.

Podemos facilmente constatar que Rousseau deu a dica para tornar realidade a justiça da força em contrário a força da justiça. Rousseau apenas emulou Hobbes substituindo o príncipe por uma instituição. Assim, o "CULTO á PERSONALIDADE do REI ou líder" foi transmutada para o CULTO ÁS INSTITUIÇÕES, de forma que o príncipe não seja mais um indivíduo, mas uma organização onde qualquer indivíduo se possa fazer ou sentir "principe".
Isso garante a ETERNA FORÇA para a INSTITUIÇÃO, que fica então disponível para o SONHO de PODER de todos, seja diretamente ou indiretamente. Então todos ambicuionam FAZER de SUA PRÓPRIA VONTADE a JUSTIÇA, bastando ocuparem a INSTITUIÇÃO.

Essa é a fórmula para tornar o forte sempre o mais forte: o apoio de todas as ambições de Poder. Assim todos perdem qualquer noção de moral objetiva ou de apreço pela justiça ou verdade. Afinal tudo torna-se relativo na medida que QUEM OCUPA o PODER IMPÕES a SUA JUSTIssA e a SUA VERDADE como realidades na PRÁTICA.

O jogo igualmente vive da esperança dos apostadores.

ESTRATÉGIA:
A esquerda SEMPRE INIMIZOU populações e FA's e polícias NO MUNDO.

A antipatia da sociedade contra FA's e polícias é RECÍPROCA, garantindo a
OBEDIÊNCIA pela NÃO SOLIDARIEDADE com o povo.

Fica fácil para os DONOS das INSTITUIÇÕES, NELAS ABOLETADOS e por elas acolhidos, serem OBEDECIDOS.
Afinal as forças militares e policiais sentem-se desprezadas pela população e assim, no momento oportuno, AQUELES QUE INCENTIVARAM o ÓDIO AOS POLICIAIS E MILITARES se voltarão para estes oferecendo-lhes o APOIO que INDUZIRAM a SOCIEDADE CIVIL a lhes NEGAR.

É TUDO ESTRATÉGIA para uma PRAXIS VOLTADA PARA OCUPAÇÃO DO PODER para TIRANIZAR e se DELEITAR.]Uma boa leitura de alguns trechos de Marx não deixa dúvidas sobre isso. O que IMPORTA É A PRAXIS e por isso, segundo Trotski, "A MORAL DELES e a NOSSA".

Sérgio Alves de Oliveira disse...

Sou o primeiro a me inscrever na guerra de todos contra todos os poderes desta "república (?)". Essa palhaçada do impeachment de Dilma que andaram fazendo só trocou uma facção da quadrilha (a do PT),por outra facção da mesma quadrilha (a do PMDB,et caterva). O tal de impeachment teria que ter sido feito contra os 3 malditos Poderes. Mas só teriam moral e força suficientes para fazê-lo as FFAA,que até agora estão omissas e acovardadas,além de estarem sujeitas à cumplicidade dos seus comandantes com esse "sistema" canalha,e que com certeza teriam total apoio e até engajamento nesse desiderato de todos aqueles que resistem à lavagem cerebral da idiotização política que está em curso.

Loumari disse...

Não se pode comparar o povo português que são majoritariamente filhos de Deus e filhos da Virgem Maria, com o povo do Brasil que é majoritariamente povo de Moloch.
Deus sempre sustenta o seu fôlego e está lá onde Ele é invocado de coração sincero e na pureza do Espírito Santo. Como vem claramente preciso na promessa que Jesus Cristo deixou no Evangelho de:

JOÃO 15:5 Eu sou a videira, vós as varas, quem está em mim, e eu nele, esse dá muito fruto; porque, SEM MIM, NADA PODEIS FAZER.

O povo português é um povo que entoa e de coração sincero o Pai Nosso, Ave-Maria e o Anjo da Guarda (invocação ao São Miguel Arcanjo). Deus nos ensinou nos Dez Mandamentos: Honra a teu pai e a tua mãe. O tal Pai é Deus e a tal mãe é a esposa de Deus que é a mãe da humanidade. A Virgem Maria.

JOÃO 15:7 Se vós estiverdes em mim, e as minhas palavras estiverem em vós, pedireis tudo o que quiserdes, e vos será feito.

Agora, querer tratar Brasil de gémeo de Portugal a ideia é totalmente absurda. Inimaginável!

"E que concórdia há entre CRISTO e Beliar? (2 CORÍNTIOS 6:15)"

Brasil é o Berço dos feiticeiros. E o que deixa o mundo sem voz pelo chocante que é, é que do Brasil se viu surgir grandes feiticeiros e o mais espantoso são gentes de raça branca. Como é possível uma tal coisa mais obscura ser praticada grandiosamente por gentes de raça branca? Brancos feiticeiros, coisa que só era conhecida como prática na gente de raça negra da mais baixa casta dos pretos!
E vão ver que é muito fácil distinguir o feiticeiro: ele ou ela a primeira coisa que mostra é, que se exibem e falam em nome de Jesus Cristo, e sempre pretendem ser mais santo que todos os demais. Mas, imediatamente vão constatar que não toleram a Bíblia. Porque sabem pertinazmente que a Bíblia condena as suas obras macabras e diabólicas que praticam na vida nocturna quando banqueteiam com os demónios. E de dia usam o nome do Senhor para enganar as pessoas, fazendo-se de santos encobrindo a sua vergonha de grandes feiticeiros.
Deus disse:

DEUTERONÓMIO 5:11 Não tomarás o nome do Senhor, teu Deus, em vão: porque o Senhor não terá por inocente ao que tomar o seu nome em vão.

E os brasileiros usam do Nome do Senhor Jesus Cristo associado as suas práticas de Macumba. É mentira? E quem condena isto? Ninguém. Todos consentem com estas práticas macabras do mais profundo dos abismos. Sim ou não? Vós sois todos povo do Diabo.

Não é maravilha, porque o próprio Satanás se transfigura em anjo de luz.
Não é muito, pois, que os seus ministros se transfigurem em ministros da justiça, o fim dos quais será conforme as suas obras.
(2 CORÍNTIOS 11:14)


Porque tais falsos apóstolos são OBREIROS FRAUDULENTOS, transfigurando-se em apóstolo de Cristo.
(2 CORÍNTIOS 11:13)

Porventura envergonham-se de cometer abominação? pelo contrário, de maneira nenhuma se envergonham, nem sabem que coisa é envergonhar-se; portanto, cairão entre os que caem e tropeçam no tempo em que EU OS VISITAR, DIZ O SENHOR.
(JEREMIAS 8:12)

Loumari disse...

CLAMA em alta voz, não te detenhas, levanta a tua voz como a trombeta e anuncia ao meu povo a sua transgressão, e à casa de Jacob os seus pecados.
(ISAÍAS 58)


EU SOU O ALFA E O ÓMEGA, o princípio e o fim, o primeiro e o derradeiro.
Bem-aventurados aqueles que lavam as suas vestiduras no sangue do CORDEIRO, para que tenham direito a árvore da vida, e possam entrar na cidade pelas portas.
Ficarão de fora os cães e os feiticeiros, e os que se prostituem, e os homicidas, e os idólatras, e qualquer que ama e comete a mentira.
Eu, JESUS, enviei o meu anjo, para vos testificar estas coisas nas igrejas.
Eu sou a raiz e a geração de DAVID, a resplandecente Estrela da manhã.
E o Espírito (Deus) e a esposa (a Virgem) dizem: Vem. E quem ouve, diga: Vem.
E quem tem sede, venha: e quem quiser, tome de graça da água da vida.
(APOCALIPSE 22:13)

Loumari disse...

O que foi publicado em 18/05/2008

O PAÍS QUE NÃO MERECE SER DESENVOLVIDO
João César das Neves – Economista


PORTUGAL FEZ TUDO ERRADO, MAS CORREU TUDO BEM.

Esta é a conclusão de um relatório internacional recente sobre o desenvolvimento português.

Havia até agora no mundo, países desenvolvido, subdesenvolvidos e em vias de desenvolvimento. Mas acabou de ser criada uma nova categoria: os países que não deveriam ser desenvolvidos. Trata-se de regiões que fizeram tudo o que podiam para estragar o seu processo de desenvolvimento e... falharam.

Hoje são países industrializados e modernos, mas por engano. Segundo a fundação europeia que criou esta nova classificação, no estudo a que o DN teve acesso, este grupo de países especiais é muito pequeno. Alias, tem mesmo um só elemento: Portugal.

A Fundação Richard Zwentzerg (FRZ), iniciou há uns meses um grande trabalho sobre a estratégia económica de longo prazo. Tomando a evolução global da segunda metade do século XX, os cientistas da FRZ procuraram isolar as razões que motivavam os grandes falhanços no progresso. O estudo, naturalmente, pensava centrar-se nos países em decadência. Mas, para grande surpresa dos investigadores, os mais altos índices de aselhice económica foram detectados em Portugal, um dos países que tinha também uma das mais elevadas dinâmicas de progresso.

Desconcertados, acabam de publicar, à margem da cimeira de Lisboa, os seus resultados num pequeno relatório bem eloquente, intitulado: 'O País Que Não Devia Ser Desenvolvido'

O Sucesso Inesperado dos Incríveis Erros Económicos Portugueses.

Num primeiro capítulo, o relatório documenta o notável comportamento da economia portuguesa no último meio século. De 1950 a 2000, o nosso produto aumentou quase nove vezes, com uma taxa de crescimento anual sustentada de 4,5 por cento durante os longos 50 anos. Esse crescimento aproximou-nos decisivamente do nível dos países ricos. Em 1950, o produto de Portugal tinha uma posição a cerca de 35 por cento do valor médio das regiões desenvolvidas.

Continua

Loumari disse...

Hoje ultrapassa o dobro desse nível, estando acima dos 70 por cento, apesar do forte crescimento que essas economias também registaram no período. Na generalidade dos outros indicadores de bem-estar, a evolução portuguesa foi também notável.

Temos mais médicos por habitante que muitos países ricos. A mortalidade infantil caiu de quase 90 por mil, em 1960, para menos de sete por mil agora. A taxa de analfabetismo reduziu-se de 40 por cento em 1950 para dez por cento.

Actualmente a esperança de vida ao nascer dos portugueses aumentou 18 anos no mesmo período. O relatório refere que esta evolução é uma das mais impressionantes, sustentadas e sólidas do século XX. Ela só foi ultrapassada por um punhado de países que, para mais, estão agora alguns deles em graves dificuldades no Extremo Oriente. Portugal, pelo contrário, é membro activo e empenhado da União Europeia, com grande estabilidade democrática e solidez institucional. Segundo a FRZ, o nosso país tem um dos processos de desenvolvimento mais bem sucedidos no mundo actual.

Mas, quando se olha para a estratégia económica portuguesa, tudo parece ser ao contrário do que deveria ser. Segundo a Fundação, Portugal, com as políticas e orientações que seguiu nas últimas décadas, deveria agora estar na miséria. O nosso país não pode ser desenvolvido. Quais são os factores que, segundo os especialistas, criam um desenvolvimento equilibrado e saudável? Um dos mais importantes é, sem dúvida, a educação.

Ora Portugal tem, segundo o relatório, um sistema educativo horrível e que tem piorado com o tempo. O nível de formação dos portugueses é ridículo quando comparado com qualquer outro país sério. As crianças portuguesas revelam níveis de conhecimentos semelhantes às de países miseráveis. Há falta gritante de quadros qualificados. É evidente que, com educação como esta, Portugal não pode ter tido o desenvolvimento que teve. Um outro elemento muito referido nas análises é a liberdade económica e a estabilidade institucional. Portugal tem, tradicionalmente, um dos sectores públicos mais paternalista, interventor e instável do mundo, segundo a FRZ. Desde o 'condicionamento industrial' salazarista às negociações com grupos económicos actuais, as empresas portuguesas vivem num clima de intensa discricionariedade, manipulação, burocracia e clientelismo. O sistema fiscal português é injusto, paralisante e está em crescimento explosivo. A regulamentação económica é arbitrária, omnipresente e bloqueante.

É óbvio que, com autoridades económicas deste calibre, diz orelatório, o crescimento português tinha de estar irremediavelmente condenado desde o início. O estudo da Fundação continua o rol de azelhices, deficiências e incapacidades da nossa economia. Da falta de sentido de mercado dos empresários e gestores à reduzida integração externa das empresas; da paralisia do sistema judicial à inoperância financeira; do sistema arcaico de distribuição à ausência de investigação em tecnologias. Em todos estes casos, e em muitos outros, a conclusão óbvia é sempre a mesma: Portugal não pode ser um país em
forte desenvolvimento.

Os cientistas da Fundação não escondem a sua perplexidade.

Citando as próprias palavras do texto: 'Como conseguiu Portugal, no meio de tanta asneira, tolice e desperdício, um tal nível de desenvolvimento?'

A resposta, simples: é que ninguém sabe.

Há anos que os intelectuais portugueses têm dito que o País está a ir por mau caminho. E estão carregados de razão. Só que, todos os anos, o País cresce mais um bocadinho.

A única explicação adiantada pelo texto, mas que não é satisfatória, é a incrível capacidade de improvisação, engenho e 'desenrascanço' do povo português.

No meio de condições que, para qualquer outra sociedade, criariam o desastre, os portugueses conseguem desembrulhar-se de forma incrível e inexplicável.

O texto termina dizendo: 'O que este povo não faria se tivesse uma estratégia certa?

Anônimo disse...

O Lula está ficando sem amigos. Até o Fidel... se fudel.

Anônimo disse...

Lula ta triste com a morte de Fidel, vai atras dele comunista maldito.

Chico Trevas

Anônimo disse...

Pelo reinado total de Nosso Senhor Jesus Cristo --- http://www.estudostomistas.com.br/2016/11/pelo-reinado-total-de-nosso-senhor.html |||||||||| Sinais do Reino - Principal - Artigos - Presidente do Peru consagra o país ao Sagrado Coração de Jesus e ao Imaculado Coração de Maria - 25/10/2016 |||||||||| https://fratresinunum.com/2016/11/27/foto-da-semana-306/

Loumari disse...

Salmos 23
Ouvir
1 O SENHOR é o meu pastor, nada me faltará.
2 Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente a águas tranqüilas.
3 Refrigera a minha alma; guia-me pelas veredas da justiça, por amor do seu nome.
4 Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me consolam.
5 Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus inimigos, unges a minha cabeça com óleo, o meu cálice transborda.
6 Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão todos os dias da minha vida; e habitarei na casa do Senhor por longos dias.