quinta-feira, 10 de novembro de 2016

O Círculo Vicioso do Socialismo


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos I. S. Azambuja

Não escaparemos jamais deste círculo: a humanidade passiva e um grande homem que a move por intervenção da lei.

Uma vez nessa ladeira, poderia a sociedade gozar de alguma liberdade? “Sem dúvida!” E o que é a liberdade?

De uma vez por todas, a liberdade não consiste somente em um direito concedido, mas no poder dado ao homem para exercer e desenvolver suas faculdades sob o império da Justiça e a salvaguarda da Lei.

E não se veja aí uma distinção vã: seu sentido é profundo e suas conseqüências imensas. Pois uma vez admitido ser necessário ao homem, para ser verdadeiramente livre, o poder de exercer e desenvolver suas faculdades, resulta daí que a sociedade deve a cada um de seus membros uma educação adequada, sem a qual o espírito humano não pode se desenvolver, e instrumentos de trabalho sem os quais a atividade humana não pode acontecer.

Ora, por intervenção de quem a sociedade dará a cada um de seus membros a educação conveniente e os instrumentos de trabalho necessários, senão por intermédio do Estado?

Assim, a liberdade é o Poder. Em que consiste esse Poder? “Em possuir instrução e instrumentos de trabalho”. Quem dará a instrução e os instrumentos de trabalho? “A “sociedade, que tem o dever de fazê-lo”. “Por intervenção de quem a sociedade dará instrumentos de trabalho a quem não os possui? Do Estado”. “E de quem o Estado os tomará?”

Cabe ao leitor responder à pergunta e descobrir aonde tudo isso vai chegar.
_________________________________

CLAUDE FRÉDÈRIC BASTIAT, autor deste artigo, nasceu na França em  30 de junho de 1801. Foi um dos economistas mais influentes de todos os tempos, deixando uma extensa obra dedicada à defesa da liberdade e a contestação de várias falácias econômicas, além de ter formulado ou aprofundado diversos conceitos.

Carlos I. S. Azambuja é Historiador.

5 comentários:

Anônimo disse...


.

acp

Um seu artigo seu!

acp

.

Anônimo disse...




.

acp

Ao lado de apresentar ao povo as barbaridades dos terroristas é necessário permitir e incentivar qiue o povo se arme e se defenda.

Os terroristas precisam enfrentar um povo em armas.

acp

.


Anônimo disse...












.

acp

O EB tem, ou teve, a estratégia de resistência.

Em caso de invasão de parte do pátrio território por força não-deslocável por convencionais tropas haveria utilização de reservistas e regulares para atividades de erodição de posições.

O CIGS chegou a testar armas para tal atuação. Escolheu a carabina Puma .38

acp

.


Anônimo disse...








.

.

acp

Falso! Inexiste tal decálogo!

Nunca houve catalogação de donos de armas. Os comunas distribuíram armas às mancheias ao povo nas revoluções. Depois, tiveram de pedir que as devolvessem, pois não sabiam quem as tinha!

Ao tempo dos bolcheviques inexistiam meios de comunicação de massa, nada de rádio ou tv.

lenin era um conservador em termos sexuais.

Nunca trataram de democracia.

Nunca desmereceram a Rússia

Greves realizaram.

Eram subversivos, não podiam evitar que os czaristas contivessem a subversão, as greves, as bagunças.

Não se puseram contra a moral. Não derrubaram a honestidade. Inexistia votação de interesse dos comunas.

acp

.


.



Anônimo disse...






.

acp

Escreva um seu artigo seu a desmentir o falso decalogo de lenin que desde que a internet existe engana tolos. Aquele, sobre greves, libertinagem, armas... Nem lenin nem nenhum comuna o

escreveu.

Ou pesquise e publique artigo de outrem.

acp

.

.

acp

Falso! Inexiste tal decálogo!

Nunca houve catalogação de donos de armas. Os comunas distribuíram armas às mancheias ao povo nas revoluções. Depois, tiveram de pedir que as devolvessem, pois não sabiam quem as tinha!

Ao tempo dos bolcheviques inexistiam meios de comunicação de massa, nada de rádio ou tv.

lenin era um conservador em termos sexuais.

Nunca trataram de democracia.

Nunca desmereceram a Rússia

Greves realizaram.

Eram subversivos, não podiam evitar que os czaristas contivessem a subversão, as greves, as bagunças.

Não se puseram contra a moral. Não derrubaram a honestidade. Inexistia votação de interesse dos comunas.

acp

.


.

acp

Escreva um seu artigo seu a desmentir o falso decalogo de lenin que desde que a internet existe engana tolos. Aquele, sobre greves, libertinagem, armas... Nem lenin nem nenhum comuna o

escreveu.

Ou pesquise e publique artigo de outrem.

acp

.




.




.



.




.




.



.




.




.




.



.




.




.



.




.




.



.




.




.




.


.




.