segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Hipocrisia Natalina


“País Canalha é o que não paga precatórios”.

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira

Legiões de panacas dizem que amam seus “pets”.

Fingimento. Por seu egoísmo, a primeira providência é castrar o coitado do bicho.

Muitas vezes a confraternização de Natal é puro teatro. Pessoas que não se suportam, tem um dia de convívio forçado por um patriarca ou matriarca, ambos tiranos.

Sim, há exceções.

O evento virou um comércio em que montes de bugingangas serão desprezadas no dia seguinte.

O melhor presente para filhos e netos é falar-lhes, com saudades, de seus avós e bisávos. Mostrar-lhes fotografias antigas, do tempo que eram moços, cheios de sonhos, e dedicados a seus rebentos, tentando fazer deles, seres melhores que eles próprios.

Se possível, com a maior doçura, mostrar-lhes o que desgovernos canalhas fizeram com a educação pública, com o respeito e a cordialidade de outrora.

Explicar-lhes o significado de palavras que talvez nunca tenham ouvido.

Amor à Pátria, respeito à Lei, urbanidade.

Nós de São Paulo, façamos como o santo padroeiro:

Lutemos o bom combate.


Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

Um comentário:

Anônimo disse...

Amo meus pets e castração é um ato de amor...O senhor além de generalizar está mal informado!