quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

“Moro metido em corrupção” - versão petelândia


Foto tirada em 6/12/2016 por Diego Padgurschi, da Folhapress, durante a premiação "Brasileiros do Ano", da revista "IstoÉ", em São Paulo.

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Mtnos Calil

“Moro e os tucanos metidos em corrupção” – Artigo assinado por  Helena Sthephanowitz (????):

Com convidados que mais pareciam formar uma convenção do PSDB, entre eles, Geraldo Alckmin, Aécio Neves, João Doria, José Serra e Alexandre de Moraes (ministro da Justiça), a revista IstoÉ promoveu na noite de ontem (6), uma festa para premiar o presidente Michel Temer como o "grande brasileiro do ano de 2016", bem como o juiz federal de primeira instância Sergio Moro, eleito pelos critérios da revista o "brasileiro do ano na Justiça".

Durante a cerimônia, numa das casas de espetáculos preferidas da classe média paulistana, o Citibank Hall, Moro em momento algum pareceu incomodado por permanecer no palco ao lado do presidente do PSDB, o senador Aécio Neves, com quem conversava todo sorridente e descontraído, aos cochichos e muitas vezes rindo solto.

Recordemos, Aécio é citado por muitos dos delatores premiados da Lava Jato – como o doleiro Alberto Youssef, e executivos das empreiteiras Odebrecht e OAS – e é investigado pelo caso conhecido como Lista de Furnas .

Mas na festiva noite organizada pela Editora Três, dona da IstoÉ, a atenção de Moro não estava voltada apenas para Aécio. Ele e a esposa, Rosangela Moro, deixaram-se fotografar alegremente em um animado bate-papo com outro chefão tucano, o ministro das Relações Exteriores, José Serra.

Recordemos também, Serra já foi citado inúmeras vezes por delatores de empreiteiras e acusado, no âmbito da Lava Jato por executivos da Odebrecht de ter recebido R$ 23 milhões via caixa dois, em contas na Suíça.

Mas nada disso abalou o "bom astral" do juiz federal, visivelmente à vontade durante todo o tempo que durou o festivo encontro.

(...)

No final da festa, Moro e políticos, na grande maioria encrencados na Lava Jato, fizeram um selfie coletiva, uma verdadeira celebração entre amigos.

-------------------------------

Será que o titulo do artigo da Helena não foi falsificado? 

Vamos investigar. Mas a foto não foi falsificada, não! 

Como assim? Moro metido em corrupção? Quem escreveu isso endoidou? 

Só porque ele recebeu um prêmio ao lado de Temer e dos tucanos numa confraternização de luxo promovida por uma revista que se encontra em situação pré-falimentar?

Isso é corrupção? 

Bem... depende do significado que seja atribuído à palavra corrupção. 
Existem 3 tipos de corrupção – a prevista em lei, a  não prevista em lei e a corrupção legalizada, baseada em leis feitas por políticos corruptos financiados por empresários organizados ou não em lobbies também legalizados. 

Mas, mesmo não sendo vítima de nenhum tipo de corrupção, Moro está sendo afetado por algum transtorno que não estou conseguindo entender. 

Ao mesmo tempo que ele coloca na cadeia políticos e empresários, como nunca se imaginou na “história deste país”, ele aceita participar de um evento como este?
Isso significa que ele está “metido” em corrupção? Há obviamente um erro de redação aqui. (v. artigo abaixo). A pessoa que escreveu isso quis dizer que ele estava “metido com corruptos”?  Mas o que significa “metido”? Conversar sorridentemente com corruptos (ou suspeitos de corrupção) é o mesmo que estar “metido em corrupção”?

O que estará ocorrendo afinal com Moro? Ele acabou de dar o maior tiro no pé da Lava Jato. Como explicar isso? Freud explica? Freud diria que Moro está sendo vitima de uma armação do seu INCONSCIENTE. Mas se ele dissesse que se trata de um transtorno narcísico eu retrucaria que hoje o narcisismo virou uma coisa comum e banal. 

Sinceramente, não  consigo entender o que está acontecendo com o Moro. Pera aí... existe sim uma hipótese freudiana para explicar o tiro no pé que seria a seguinte: 

MORO QUER ACABAR COM A LAVA JATO. Ele declarou há alguns meses que esperava acabar com ela até dezembro deste ano. E mais recentemente declarou que não sabe o que vai acontecer com o Brasil. Existiria portanto uma pressão do inconsciente de Moro para ele cair fora. Se ele fizer isso não sofrerá nenhum constrangimento pelo fato de ser amigo dos tucanos. 

Mas ao mesmo tempo, ele se propõe o desafio de ser o salvador da Pátria.  Enfim, vive o dramático conflito entre a sua consciência e seu atrabiliário inconsciente. 


Mtnos Calil, Psicanalista, é coordenador do Grupo Mãos Limpas Brasil. 

4 comentários:

Anônimo disse...

Otima reportagem, vamos ficar de olho.
Porém, há o ditado popular: "os amigos, não se preocupe com eles. Já com os inimigos, fique atento, fique por perto, observando-os".
Seria essa a tática do nosso abençoado Moro?

Anônimo disse...

Otima reportagem, vamos ficar de olho.
Porém, há o ditado popular: "os amigos, não se preocupe com eles. Já com os inimigos, fique atento, fique por perto, observando-os".
Seria essa a tática do nosso abençoado Moro?

Anônimo disse...

MORO É IGUAL A QUALQUER LADRÃO DE GALINHA A DIFERENÇA É QUE TEM SALARIO E PRIVILÉGIOS MOLIONARIO SEM CONTAR COM A PARTE QUE LHE CABE POR FAZER PARTE DE UMA MAFIA QUE AGEM EM TODOS OS MUNICIPIOS DOS ESTADOS COMANDANDO O NARCOTRAFICO, CONTRABANDO, JOGOS ILEGAIS, SONEGAÇÃO, SABOTAGEM E OUTROS CRIMES QUE ATÉ DEUS DUVIDA... JÁ PARA TER A CERTEZA DAS SUAS MÃOS LIMPAS VOCÊS DEVERIAM DIVULGAR NA MIDIA O TOTAL VALOS DESSES SALARIOS E PRIVILÉGIOS... CADÊ AS DENUNCIAS SOBRE A PRIVTARIA TUCANA???

Anônimo disse...

O que ela diria se ele estivesse ao lado de Lula e Dilma?