domingo, 11 de dezembro de 2016

Que culpa tem alguém de ser filho de quem é?


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Lu Lacerda

O bullying está correndo solto com filhos dos corruptos ou dos suspeitos que foram e estão sendo presos. É o que dizem muitos pais com crianças nas mesmas escolas. Que culpa tem alguém de ser filho de quem é, pra suportar essa tirania, humilhação, crueldade ilimitada? Ninguém pode responder pelos atos dos outros, ainda que pai ou mãe. “O bullying deixa consequências pra vida toda. É um abuso moral tão grave quanto um abuso sexual”, diz o psiquiatra Arnaldo Chuster.

Mal comparando, basta lembrar campos de concentração, em que crianças e adolescentes inocentes sofreram tanto física quanto mentalmente. Não deixa de virar um estigma — é como se essas crianças carregassem atrás de si uma conta a pagar, sem nunca conseguir saldá-la: a de serem condenados até pela história, com uma reputação afetada, pelos erros alheios. Sim, porque daqui a 50, 100 ou 200 anos, vai constar nos livros, que talvez não existam, mas nas wikipédias.

Livros podem até acabar, mas os julgamentos, as condenações (verbalizadas ou silenciosas), as injustiças, essas nunca terão fim. Pai de aluno, cujo filho estuda numa das sedes da Escola Britânica com um dos filhos de Sérgio Cabral e Adriana Ancelmo e, também, a filha mais velha de Fernando Cavendish (todos réus na Operação Lava-Jato), pergunta se, quando estão cometendo crimes, os pais pensam nos filhos, que acabam discriminados como vítimas das ações deles.

Nessa escola, são pré-adolescentes e adolescentes muito educados e polidos, digamos assim, até pela classe econômica (é das mais caras do Brasil), o que nem sempre alivia — de jeito nenhum! Certamente que não, mas não é por isso que vão “responder” por crimes alheios. Quem ataca inocentes não deixa de estar fazendo o mesmo que os corruptos fizeram: assaltaram a sociedade, tirando, de alguma maneira, o que lhe pertence. O bullying é também uma forma de ataque social.


Lu Lacerda é Jornalista. Originalmente publicado em O Globo em 10 de dezembro de 2016.

2 comentários:

Anônimo disse...

O Lula, como prometido, está indo devagar, a pé, mas vai.

Alvaro disse...

Se os filhos dos corruptos não estivessem utilizando dos benefícios dos desvios, tudo bem, mas estão. Logo, a sociedade também tem que puní-los como o está fazendo com seus pais. Isso é chamado de cumplicidade.