terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Sérgio Moro x Advogados de Lula

video

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Laércio Laurelli

A imprensa noticiou que “o clima voltou a ficar tenso entre o juiz federal Sergio Moro e os advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em mais uma audiência das testemunhas de acusação no processo em que o petista é réu na Operação Lava Jato”

Estimado Sergio Fernando Moro! Na medida em que o indivíduo se conscientiza de que sua função social é no sentido de diminuir a pressão; na medida em que avança também no sentido de colaborar para suprimir as leis, até que estas desapareçam por completo obstruindo assim a legalidade da norma consoante os efeitos naturais em homenagem ao bom direito.

Na medida em que desaparece o estado e surge o comunismo, circunstância esta que condensa o triunfo dele em nível de ação, e conduz à desguarnecida democracia.

Desapiedadamente morrem TAMBÉM os aparelhos e as instituições que exercem o controle de regras e de disciplina; os que atuam nesta maldita conspiração, o comunismo, agem com violência e nada temem, já que seus objetivos é destruir a nação brasileira.

Os complicados processos que levam a um grau que excede a compostura e machuca a razão, às vezes, FAZ COM QUE o magistrado necessite contar até a taxa que a tolerância aguenta; a tática da advocacia de “esquerda” funciona predominantemente pelo ataque, não se prevalecendo dos comandos da defesa, de modo razoavelmente consistente, pela doutrina e jurisprudência em defesa pela causa do autor do crime, ENTRETANTO o fazem pela exaltação de ofender e desqualificar a identidade física do juiz e, por conseguinte, da magistratura e do Poder Judiciário.

É BOM lembrar o artigo primeiro do Código de ética e disciplina da Ordem dos Advogados do Brasil de 2.015, que diz: “O exercício da advocacia exige conduta compatível com os preceitos deste Código, do Estatuto, do Regulamento Geral, dos Provimentos e com os princípios da moral individual, social e profissional”.

A colocação sintática “exige” é de exigir e representa uma ordem determinativa.

Pensamento de Ruy Barbosa: “Se os fracos não tem a força das armas, que se armem com a força do seu direito, com a afirmação do seu direito, entregando-se por ele a todos os sacrifícios necessários para que o mundo não lhes desconheça o caráter de entidades dignas de existência na comunhão internacional”.

Pensem nisto!


Laércio Laurelli, Desembargador aposentado do Tribunal de Justiça de São Paulo, é apresentador do programa Direito e Justiça em Foco. Patriota!

Nenhum comentário: