quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Pastor = Apóstolo = Milagre


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Laércio Laurelli

Meu nobre amigo e colega desembargador Geraldo  Lucena leciona que:

A palavra " apóstolo " é reminiscência do apóstolo pedro que foi o primeiro papa do cristianismo romano e é muito usada no linguajar religioso.

E foi somente depois da reforma protestante que a entidade cristã de roma passou a denominar-se igreja apóstolica romana.

Adotou a crença que foi o apóstolo Pedro seu fundador por ter sido o primeiro papa e designado pelo próprio Jesus Cristo. E os papas seguintes ficaram, obviamente, sucessores de Pedro, considerados seus apóstolos.

Esta premissa serve para dizer que a imprensa vem transmitindo à sociedades que o pastor “waldomiro” que sofreu um atentado contra sua vida e, que se intitula “apóstolo” vem afirmando  que  “A unção está na nossa roupa, no nosso corpo, no nosso relógio, na nossa aliança, no nosso chapéu, no nosso sangue”, explicando com um  adendo de que o poder vem de Deus e não dele. E que a camisa usada na hora do ataque (BANHADA DE SANGUE) já serviu até para “curar” fiéis. Nas imagens, um membro da igreja aparece esfregando-a em um manto.


Laercio Laurelli – Desembargador aposentado do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo ( art. 59 do RITJESP) – Professor de Direito Penal e Processo Penal – Jurista – Articulista – Idealizador, diretor e apresentador do programa de T.V. “Direito e Justiça em Foco” Patriota.

7 comentários:

Anônimo disse...

A MAIOR FACADA E MAIS CERTEIRA SERIA SE TAXASEM TODAS AS RELIGIÕES SEM DÓ NEM PIEDADE E A FACA ENTRASSE ATÉ O CABO E SE O ETELIONATO É CRIME POLICIAIS DEVERIAM INVESTIGAR O ARTIGO 171 E AUTUAR EM FRAGRANTE QUALQUER ARTIMANHA PARA ARRANCAR O DINHEIRO DOS MISERAVÉIS... PORQUE O CRISTO NÃO DESCEU LÁ DO CÉU???

Herman Froeder disse...

Senhor redator: Carece de elementos históricos a afirmação que Pedro foi Papa(isso nem existia na época) e muito menos que foi designado pelo próprio Cristo. A palavra apóstolo, de forma restrita é apenas aplicada para o grupo dos 12 primeiros discípulos de Cristo, que tiveram a incumbência de livar ao mundo a mensagem do Evangelho. Paulo também foi chamado de apóstolo "como um nascido fora de tempo" como ele mesmo diz. Genericamente, pode-se usar a palavra apóstolo para qualquer seguidor/pregador do Evangelho de Cristo. Valdomiro, portanto, não é um apóstolo(no sentido original, pois restrito aos Doze e a Paulo) e nem tampouco Pedro foi(ou é) Papa.

Loumari disse...

Vade todos ao INFERNO.

Anônimo disse...

Já estava previsto: falsos profetas; milagreiros falsos. Esse povo que acredita em tudo, que pastores mal intencionados dizem, terão uma grande desilusão. Quando vejo essas formas de dominação das pessoas, lembro das seitas fanáticas que falavam em "jesus" e provocaram o suicídio e assassinatos dos seus fiéis.

Anônimo disse...

Pois é, e nos meios protestantes históricos o título apóstolo é considerado como exclusivo dos Doze Apóstolos, aqueles que conheceram Jesus pessoalmente (Paulo conheceu Jesus após a ressurreição). Como essa interpretação permaneceu incontestável durante quinhentos anos, soa como pura vigarice alguém se auto-intitular apóstolo - e com "poderes".

Loumari disse...

Aquele pensa que sabe muito, mas não sabe de nada, e a sua ignorância é tanta que nem sequer está em condições de saber aquilo que lhe falta. (François Fénelon)


O ignorante afirma, o sábio duvida, o sensato reflecte.
(Aristóteles)


Nada mais assustador que a ignorância em acção.
(Johann Goethe)


A ignorância é a mãe de todos os males. (François Rabelais)

ALMANAKUT BRASIL disse...

Valdemiro Santiago e sua "lucrosa" camisa banhada de sangue

Canal [Anti] Media

https://www.youtube.com/watch?v=d6bOjxoDW2Q