domingo, 8 de janeiro de 2017

Pequeno Dicionário do Dinheiro em tempos Digitais de Alta Tecnologia


“País Canalha é o que não paga precatórios”.

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira

O professor Vittorio Mathieu (italiano) escreveu em 1985 o livro mais importante que li em minha vida (após a Bíblia): Filosofia del Denaro (Armando editore,sem ISBN). Comprei inicialmente a edição em espanhol de 1990 (Filosofia del Dinero, ediciones Rialp, Madri, ISBN 84-321-2567-9).

Algumas de suas definições traduzidas a meu risco:

DINHEIRO: é qualquer coisa, fato ou circunstância que faz alguém trabalhar para outrem.

MOEDA: é um dinheiro garantido. O garantidor pode ser um ente público ou privado (v.g. Banco da Inglaterra e American Express).

A função principal da moeda é ser meio de troca.

Serve, ainda, de medida de valor. As melhor garantidas, são consideradas reserva de valor; guardadas para serem utilizadas no futuro.

VALOR: qualidade que faz desejável algum objeto ou ato humano. Há dois tipos: valor de uso (por exemplo o sal) e valor de estima (sentimento de satisfação individual que talvez não seja compartilhado por mais ninguém; exemplo: obter uma caneta velha, já sem uso, pelo fato de ter a mesma pertencido a um ente querido).

VALOR E PREÇO: são diferentes e oscilam segundo as circunstâncias.

LASTRO: atualmente TODAS as moedas são FIDUCIÁRIAS, ou seja, inconversíveis em bens materiais, baseadas unicamente na CONFIANÇA em seus emissores (fidúcia).

SUPORTES MATERIAiS DA MOEDA: coisas fungíveis e consumíveis (sal, animais, alimentos) metais úteis (ouro, prata, cobre, etc.) papel e , recentemente, impulsos elétricos em computadores.

MOEDAS GARANTIDAS POR ENTES PÚBLICOS QUE PODEM FORÇAR O SEU CURSO-governos de países soberanos: são chamadas de LEGAL TENDER.
As principais são as chamadas CURRENCIES (dolar USD, libra esterlina GBP, etc. São empregadas como medida de valor nos meios eletrônicos. Quando representadas por papel-moeda são também reserva de valor, enquanto houver confiança nos emissores que, dificilmente declararão unilateralmente sua caducidade, como há pouco fizeram os governos da Índia e da Venezuela.

FINTECHS: são entidades privadas de serviços de meio de troca. Tem apenas potentes computadores e excelentes canais de comunicação via internet. A maioria não tem garantia nem autorização governamental.

BANCOS TRADICIONAIS: são dinossauros em vias de extinção. Terão que arcar com os custos de demissão de milhões de funcionários e a desocupação dos imóveis que se tornaram inúteis.

AÇÕES representativas do capital de sociedades cotadas em bolsas de valores: hoje são apenas registros eletrônicos nas entidades prestadoras do serviço de ações escriturais.

As ações são, quase todas, SEM VALOR NOMINAL, isto é, representam um x avos do total das ações emitidas.

BITCOINS E OUTRAS MOEDAS VIRTUAIS: são mal explicadas como nascem e podem ser objeto de fraudes. Não usam currencies como referência e se assemelham às commodities (que são cotadas em currencies), mas sem uma utilidade final como as commodities.

A última e mais elevada moeda é a confiança depositada em outras pessoas. Durante o caos na Argentina em conseqüencia de crise do fim da convertibilidade (2.001/2.002) as pessoas e os comerciantes voltaram às cadernetas para registrar suas transações; o país ficou mais de vinte dias com os bancos totalmente fechados. O mercado de câmbio onde o peso valia um dolar reabriu na paridade de um dolar = 4 pesos. Uma perda líquida de 75% a todos os possuidores de pesos.


Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

2 comentários:

Manoel Vigas disse...



“País Canalha é o que não paga precatórios” ...

CONCORDO PLENAMENTE COM ESTA ASSERTIVA.

ALEM DISSO,
CONCORDO PLENAMENTE COM OS QUE AFIRMAM SER O BRASILEIRO DESCONHECEDOR DO ASSUNTO ECONOMIA.

LEMBRANDO:
NO SÁBADO, 7 de janeiro de 2017, FOI POSTADO A SEGUINTE INCORREÇÃO
( ACREDITO QUE FOI POR DESCONHECIMENTO ), VEJA:

“O único país realmente soberano são os Estados Unidos da América. Tem o maior poderio bélico da História. Podem dar um ultimato a todos os outros países. “

NÃO É VERDADE:
OS ESTADOS UNIDOS TEM DONO,
QUE SÃO OS DONOS DOS BANCOS, DONOS DO MUNDO.

OS ESTADOS UNIDOS SÃO “TUTELADOS” E SUAS FORÇAS ARMADAS EMBORA “DE MAIOR PODERIO BÉLICO DA HISTÓRIA”, SERVEM EXCLUSIVAMENTE A ESTE GRUPO APÁTRIDA E GLOBALISTA.

SUGESTÃO ACERCA DO FUNCIONAMENTO DO SISTEMA “particular” DA RESERVA FEDERAL DOS EUA:
LEIA O LIVRO DO WILLIAM GREIDER:
“Secrets of the Temple: How the Federal Reserve Runs the Country”

NOTA:
JÁ REPAROU QUE NINGUÉM, ... NINGUÉM MESMO, ...
FALA SOBRE A NOSSA IMORAL E CRIMINOSA “DÍVIDA EXTERNA” E/OU “DÍVIDA INTERNA” DO BRASIL ?

INFELIZMENTE PARA NÓS,
O BRASIL É OUTRO PAÍS TUTELADO !!!
( ... e como !!! )

Anônimo disse...

Se ele proibir a pornografia na internet, o que os parlamentares vão ficar fazendo nas sessões com seus Smartfones?