domingo, 8 de janeiro de 2017

Riscos para a Soberania Nacional


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Antônio José Ribas Paiva

Os cidadãos são pressionados, permanentemente, pelos governos,  através de políticas restritivas e regramentos excessivos, como:

confisco tributário, multas, juros altos, endividamento, arrocho salarial,  desemprego, ideal de consumo irreal, trânsito caótico, pontos na carteira, multas, rodízio de veículos, controle de velocidade, pedágios caros, combustíveis caríssimos, lei seca, restrições aos fumantes, violência, criminalidade, desarmamento, desemprego, restrições na previdência social, polícia e professores mal remunerados ,precariedade dos seviços de saúde, educação e segurança pública e etc.

É o TERRORISMO DE ESTADO, para oprimir, matar e manietar as pessoas , impedindo que reajam contra os seus opressores: a CASTA POLÍTICA.
              
Essa técnica psicológica, de controle do rebanho humano, é urdida no Instituto Tawistock de Londres, que vende "pacotes de controle social" , para o mundo todo.

Por exemplo: Teerã, após manifestações do povo, adotou o rodízio de veículos, alegando "combater a poluição".
        
Essa DITADURA da CASTA POLÍTICA, oprime e mata como qualquer outra e , infeliz e inadvertidamente, até agora, tem sido garantida pelas Forças Armadas.
         
Precisamos nos libertar, para defender a Nação e garantir a SOBERANIA NACIONAL, porque a casta política está a serviço do crime e de interesses da pirataria internacional. É por isso , que não existe solução político-partidária, para o caos reinante no país.
           
Tudo isso seria, apenas, um problema interno, porém, o Brasil é muito importante para o mundo , para ficar dominado pelo crime; ou nós fazemos a lição de casa, tirando o crime do Poder , garantindo a legalidade , a estabilidade  política e o progresso econômico-social, ou o Brasil deixará de ser um país soberano.
            
Mais cedo ou mais tarde , certamente, ocorrerá uma intervenção internacional aqui , porque os destinos do mundo ocidental não podem ficar à mercê do crime, da nossa incompetência, nem da covardia de alguns, que sabem, podem e devem mas se omitem.
           
Patriotas, repetindo Pedro I:

INTERVENÇÃO CONSTITUCIONAL OU MORTE!!!


Antônio José Ribas Paiva, Jurista, é Presidente do Nacional Club.

5 comentários:

Loumari disse...

Paiva você devia procurar ver mais além da zona limitada pelas vossas fronteiras.
Nestas alturas a OTAN já instalou uma base militar: en las Islas Malvinas (Mount Pleasent), onde já operam aviões caças súper sónicos, submarinos atómicos, e também foram instalados arsenais atómicos. E Colômbia se uniu a OTAN como o único aliado militar dos países Latino-americanos.
Entretanto a Rússia já instalou seu exército na Venezuela e em Cuba.
"Rusia manifiesta apoyo a Venezuela contra la desestabilización."
Argentina fortaleceu sua posição militar com fazer aliança com os Estados Unidos de América.
E Brasil com quem está? Militarmente é aliado de quem?


Colombia se une como aliado de la OTAN en su amenaza nuclear contra América del Sur

Cabe anotar que los reportes oficiales hacen énfasis en "el honor" para Colombia de haber sido el único país de América Latina invitado a participar en este encuentro denominado "Construyendo Integridad" que reunió a representantes militares de 138 países.

La invitación a Colombia, según el gobierno de Juan Manuel Santos, se debió "gracias al reconocimiento de sus avances en el buen manejo de los recursos del sector Defensa".


ENCLAVE MILITAR COLONIALISTA

El propósito de la OTAN en Suramérica con la acumulación de armamentos y tropas es convertir a los mares del sur en un enclave militar colonialista con el absurdo pretexto de ser un "santuario ecológico". Se trata, sin duda, de una escalada de la política imperialista y colonialista de Gran Bretaña y de sus aliados de la OTAN que, como se sabe, ha establecido una importante base militar en las Islas Malvinas (Mount Pleasent), desde la cual operan aviones de caza supersónicos y submarinos atómicos.

El Ministerio de Relaciones Exteriores de Argentina ha acusado al Reino Unido en complicidad con la OTAN de desplegar armas nucleares cerca de las disputadas Islas Malvinas y de militarizar el Atlántico Sur.

Adicionalmente, el gobierno argentino ha denunciado la precaria implementación del Tratado de No Proliferación de Armas Nucleares en América Latina por la desproporcionada e injustificada presencia militar del Reino Unido en el Atlántico Sur que incluye el desplazamiento de submarinos nucleares con capacidad de portar armamentos del mismo tipo. Todo ello con el respaldo de la OTAN y Estados Unidos.

Para algunos organismos de derechos humanos, es evidente que la inexistencia de un poder militar antagónico equivalente en el Atlántico Sur, hace que la presencia armada de un país miembro de la OTAN en esa zona sólo tenga un carácter agresivo. Es una clara amenaza del uso de la fuerza para preservar el estatus colonial de los archipiélagos del Sur, por parte de un país que, no cabe olvidarlo, es una potencia nuclear y cuenta con el aval y la complicidad de Estados Unidos.


Bases militares extranjeras en América Latina: aquí está la lista

http://www.rebelion.org/noticia.php?id=149829

Visitem esta página rapidamente porque risca de ser bloqueada. Já a outra foi bloqueada.

Sérgio Alves de Oliveira disse...

Realmente,Dr.Ribas,sem a intervenção do poder instituinte e soberano do povo,pelo seu braço armado,as FFAA,o destino do povo brasileiro é a MORTE,nos sentidos moral,político,social e econômico. Não tenho certeza que a intervenção militar seria uma boa saída,porém seria com cer a ÚNICA medida que traria alguma chance para alguma boa saída,dependendo do perfil moral das lideranças militares envolvidas nessa iniciativa. A falida democracia brasileira,que é de berço,sempre foi muito pior que outras épocas onde houve certas restrições com ela. O Brasil esteve muito melhor e apresentou bastante progresso de 1930 a 1945,sem plena democracia,nas mãos de Getúlio Vargas,e também de 1985 a 2003,no Regime Militar,do que nos outros períodos
até hoje,tidos,errôneamente,como de plena democracia. Nunca houve democracia verdadeira no Brasil. O que se praticou foi a sua contrária,a OCLOCRACIA,que é a deturpação,a degeneração,a corrupção da democracia,que só tem beneficiada a escória da sociedade convocada a fazer política.

Anônimo disse...

TUDO QUE O JURISTA RELATOU SÃO LEIS E DEVEM SEREM SEGUIDAS AO PÉ DA LETRA,O PROBLEMA É QUE PARA OS POLITICOS, JUDICIARIO E MAÇONARIA ESSAS LEIS NÃO VALEM E ISTO É O QUE CAUSA REVOLTA, SE SÃO LEIS DEVERIAM VALER PARA TODOS... VOSSA SENHORIA JÁ SOUBE DE ALGUM INTEGRANTE DE UMA DESSAS MAFIAS QUE PAGOU UMA MULTA DE TRANSITO OU COISA PARECIDA??? O SR. MESMO JÁ DEVERIA TER IDO PARA A CADEIA HÁ MUITO TEMPO MAS TEM AS COSTAS QUENTES E PORISSO FICA FAZENDO E FALANDO MÉRDA, VÁ DEFENDER BANDIDO NA CASA DO CARALHO...

Sérgio Alves de Oliveira disse...

(correção) No meu comentário acima,7ª linha,,onde se lê " de 1985 a 2003,no Regime Militar",corrija-se para "de 1964 a 1985,no Regime Militar".

ALMANAKUT BRASIL disse...

Urgente! O Brasil nas mãos do crime politico organizado! Estamos nas mãos de criminosos!

Busquem o conhecimento

https://www.youtube.com/watch?v=SmnrkX2y0UM