domingo, 12 de março de 2017

A violência que a lei protege (2)

Piada de mau gosto viralizada nas redes sociais 

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Renato Sant'Ana

Os bandidos quase sempre levam a melhor. E fazem o que querem com as
vítimas. Mas há casos excepcionais em que a escória leva a pior.

Em 27/10/16, ao estacionar seu Volkswagen Jetta à porta de uma madeireira, em Canoas, RS, um rapaz (de 27 anos) foi abordado por dois assaltantes: queriam levar-lhe o veículo. Mas, segundo a delegada Kátia Rheinheimer, titular da 2ª DP de Canoas, o rapaz tinha porte de arma (o que é excepcional, fora do alcance da maioria!). E sabia atirar! Esperou o momento preciso de agir e surpreendeu os bandidos: matou um, enquanto o outro, provavelmente ferido, fugiu com o carro para abandoná-lo poucos minutos depois com marcas de sangue.

Tinha o rapaz o direito de defender-se? Fez ele alguma coisa errada, ao reagir com eficácia?

EM TODOS os países razoavelmente civilizados, a lei prevê a "legítima defesa". E em TODOS eles considera-se legítimo usar meio eficaz para se defender. E qual seria o meio eficaz quando se sabe que, a toda hora, bandidos matam para roubar? Tão óbvio! Sim, querer que usemos mata-moscas para enfrentar assaltantes é uma patifaria somente prevista no programa dos partidos de índole revolucionária. E assim é para um fim muito claro, ainda que oculto: desarmar a população, torná-la totalmente vulnerável e submetê-la aos desígnios do partido (cuja meta é implantar o totalitarismo).

Entende-se por que, em 2005, o governo Lula ignorou a vontade popular manifesta no plebiscito: o povo disse "Não!" ao desarmamento. Mas para os revolucionários do PT, "o povo não sabe decidir". E o governo Lula simplesmente desarmou os cidadãos honestos. Criminosos agradecem ao PT por essa covardia!

Não é bom que pessoas despreparadas usem arma. Mas os bandidos não têm que saber quem está ou não preparado para reagir. Hoje eles sabem que a população é indefesa.

Leia o caso anterior da série no Alerta Total:

http://www.alertatotal.net/2017/03/a-violencia-que-lei-protege-1.html


Renato Sant'Ana é Psicólogo e Bacharel em Direito.

2 comentários:

Anônimo disse...

Artigo curto e vergonhoso.

Anônimo disse...

Há algo errado na frase: "Os criminosos agradecem ao PT pela covardia" (!!!). Por favor, pense um pouco no pleonasmo. Bom texto!