segunda-feira, 20 de março de 2017

Energia das ruas


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Renato Sant’Ana

Dia destes, Elio Gaspari intitulou sua coluna com uma advertência bem realista: "Só a rua salva a Lava-Jato". Os pessimistas de sempre hão de rebater com ironia rasteira: "Sim, políticos morrem de medo de manifestantes...". É o que vamos ver...

Recentemente, romenos aos milhares tomaram as ruas de Bucareste e das maiores cidades da Romênia, repetindo à exaustão slogans como "A corrupção mata", e "Eles não nos representam". É que, às escondidas, numa reunião noturna do recém-empossado gabinete social-democrata, o governo havia editado uma lei que despenalizava crimes de corrupção e abuso de poder, desde que o prejuízo não fosse superior a 44.000 euros (cerca de 150.000 reais). Sancionada por um decreto de urgência, a lei não precisaria passar pelo Parlamento. O premier romeno, Sorin Grindeanu, afirmou que a reforma tinha o objetivo de alinhar o código penal à Constituição e, atenção, diminuir o número de presos (sic). As ruas falaram alto e deu certo! A esdrúxula iniciativa do governo foi revogada.

No Brasil, conforme Gaspari, "A grande pizza começa a ser assada fabricando-se um tipo de anistia parlamentar e/ou judiciária para o caixa 2." Caso consigam esse "perdão", o passo seguinte vai ser a alquimia de transformar propinas em caixa 2, limpando a ficha dos maiores corruptos. E essa é apenas uma das manobras que a PARCELA truculenta de políticos está tentando impingir à nação.

A pergunta é: a frente parlamentar da impunidade vai conseguir seu objetivo, ou irá recuar como sua equivalente romena? Depende! De quê? Depende do que seja maior: a bovinização ou a mobilização dos brasileiros.

A oligarquia nacional parece coesa. E encomenda , aos santos de sua devoção, uma epidemia de descrença, todo mundo em casa, sem atitude, a queixar-se dos políticos. Nada de barulho. Fica mais fácil para as manobras do egoísmo.

Mas Gaspari diz também: "A Lava-Jato foi na jugular da oligarquia política e de boa parte da oligarquia empresarial do país." Certo. Mas é apenas o começo. A frente parlamentar da impunidade não dorme, dia e noite pensando um jeito de fritar a Lava Jato.

Mas será que neste país não tem gente disposta a abraçar a Lava-Jato e dar seu apoio ao grupo de parlamentares que, sim, combate a impunidade? Assistiremos em silêncio à consagração do "caixa 2"?

O experiente Elio Gaspari adverte com ironia: "Sem a rua, a oligarquia unida jamais será vencida." Razões não faltam para, neste 26 de março, o povo brasileiro tomar as ruas. Não precisa nem recorrer ao exemplo romeno: as manifestações anteriores no Brasil mostraram resultados.

Releia no Alerta Total "Contradições":

http://www.alertatotal.net/2016/11/contradicoes.html

Renato Sant'Ana é Psicólogo e Bacharel em Direito.

3 comentários:

Anônimo disse...

parabéns ...nota 10

Bella Reis disse...

parabéns, gostei!

Bella Reis disse...

parabéns ..gostei