sexta-feira, 24 de março de 2017

Entre o comodismo e a rua


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Renato Sant’Ana

A maioria dos brasileiros parece não ter muita noção de que está em marcha uma guerra contra a Lava-Jato e uma cruzada em favor da impunidade. No entanto, para ter clareza, bastaria ver a degenerada "reforma política", relatada por Vicente Cândido (PT-SP), que pretende anistiar os vivaldinos que usaram o expediente do "caixa 2" - e essa é apenas uma das propostas indecentes.

Michel Temer já afirmou que vetaria qualquer lei que o Congresso aprovasse para anistiar corruptos. Mas será que Temer vetaria mesmo?

Em 1994, o senador Humberto Lucena, candidato a reeleição, usou a gráfica do Senado para imprimir 130 mil calendários com propaganda de campanha. O Congresso Nacional, empenhado em salvá-lo, aprovou, em 1995, um projeto que declarava textualmente em sua ementa a "anistia de deputados e senadores que utilizaram a gráfica do Senado para a campanha política, especialmente o senador Humberto Lucena".

Indecente. Apesar disso, o Presidente Fernando Henrique Cardoso sancionou a lei (não vetou!). conforme reproduzido na Folha de S. Paulo, FHC conta, em seus "Diários da Presidência", que o fez "imbuído da idéia de que é preciso ter o apoio dos partidos para aprovar as reformas" e considerando que era, ele, "inocente" naquela armação.

Sim. E Temer não necessitará adular senadores e deputados para ter maioria e aprovar reformas? O que assegura que ele não vai encontrar uma desculpa que lhe acalme a consciência para sancionar uma lei que deixe todos os corruptos com ficha limpa?

Claro, houve quem tenha ficado tranquilo com a promessa de veto de Michel Temer. Isso é "falta de atitude". Porque O MOMENTO É DE ESCOLHER: ficar acomodado, permitindo que os parasitas suguem a vitalidade do Brasil; ou, hipótese virtuosa, tomar posição, reagindo diante de tanta imoralidade. Se houver forte manifestação do povo nas ruas em 26 de março, o Congresso Nacional vai recuar, e conseguiremos salvar a Lava-Jato.

Leia no Alerta Total "Urgência nas ruas":

http://www.alertatotal.net/2017/03/urgencia-nas-ruas.html


Renato Sant'Ana é Psicólogo e Bacharel em Direito.

Um comentário:

Anônimo disse...

Mais e mais manobras, articulaçoes, interesses e disputas nas camadas politicas e varias outras privilegiadas em poder manifestar-se. Estamos deixando de fazer palta a um grande problema, a nação, o povo gente que faz essa máquina criar fortunas e riquesas imensuraveis, claro que parte maior dessa riquesa destina-se ao luxo dos corrúptos, máfia institucionalizada e por ai adiante. Mas atentem ao monstro que esta sendo criado, a revolta dos oprimidos juntamente àqueles à margem da lei, indubtavelmente serão a fusão de um só braço de oposição, a nação contra o sistema, estão deixando isso crescer numa proporção que futuramente será impossivel organizar condições minimas de sobrevivencia sem confrontos. O grande erro foi esta nação acreditar em um partido que muito fala em democracia, mas tendo eles o poder em mãos mostraram a verdadeira face. É estarrecedor ver um país chegar a que chegou , por conta de um partido que segue regras externas atravez de um foro de sp, nos levando a crer que comunismo em nome da democracia fosse funcionar, sendo que nem os pais do comunismo lograram sucessos com a doutrina tudo junto e misturado, assim como enganaram muitas nações também nos enganaram. O cúmulo do absurdo é ver como afrontam a constituição do Brasil e todas outras linhas morais que fazem bases a uma verdadeira soberania nacional. Chega de kit esmolas gente, esse povo precisa de educação, mas falo educação mesmo, não é esses programinhas idiotas que rebanha o gado em nome de cultura para pixar cidades ou amontoar vagabundos camisetados, manter vagabundos com rendas só para esperar o chamado do senhor de engenho, assim vivem muitos as custas daqueles que trabalham, bancados por aqueles que trabalham, acreditam na Pátria e arcam com seus compromissos. Como toda tática comunista rapidamente desarmaram as pessoas de bem, em contra partida não conseguem combater os marginais porque deixaram outro monstro chamado facção se estabelecer no país como repartição institucionalizada. Chega de tantas reportagens e nada se resolve, o povo ja clama as forças armadas para socorrer nossa pátria, se faltar contingente tenham certeza que o proprio povo vai às trincheiras defender nosso país. Basta nos convocarem em nome da pátria e a familia, vamos a unhas e dentes destruir essa crosta do mal que suga nossas vidas como cancer. Forças armadas, façam de cada brasileiro um soldado em defesa de nossa Pátria, nos convoquem e nos deem a chance de mostrar, como nosso Brasil pode expurgar comunistas e o lixo do país.