terça-feira, 21 de março de 2017

Esquerda quietinha sobre carne podre


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Milton Pires

Ministério da Saúde, OPAS, OMS e ANVISA seguem no Mais Absoluto SILÊNCIO sobre Carne Podre Vendida aos Brasileiros e ao Mundo.

Considerado “prêmio” no momento em que são loteados os cargos do Governo Federal entre os integrantes das mais diversas facções criminosas da Politica Brasileira, o Ministério da Saúde, com seu orçamento bilionário, segue num silêncio ensurdecedor perante uma sociedade estarrecida, apavorada, pela descoberta de que vem comendo carne podre e com produtos que provocam câncer (estes últimos, por sinal, sequer identificados para população).

Até agora não se leu, não se viu nem se escutou NENHUMA manifestação do engenheiro e fraudador de licitações no Paraná, Ricardo Barros, sobre qualquer medida a ser adotada nem absolutamente NENHUMA recomendação aos brasileiros.

Barros, ele mesmo um integrante do PP – uma Organização Criminosa disfarçada de Partido Político – que “ganhou de presente” a pasta da saúde do Governo Federal no Brasil simplesmente não sabe o que dizer.

Enquanto o Ministério da Saúde não se manifesta, os brasileiros seguem com as entrevistas da Globo, BAND e Record em que alguém aparece de avental branco dizendo que “comer carne podre faz mal para saúde” (como se fosse uma grande novidade)

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária – a ANVISA – outro cabide de empregos para vagabundos de todos os partidos políticos também não colocou, até agora, uma nota sequer na sua página oficial. Aparelhados por marginais petistas e comunistas de todos os partidos, tanto a ANVISA quanto o Ministério da Saúde tem, nos seus quadros, gente que deve estar morrendo de medo de ir para cadeia depois de todo escândalo da carne podre.

Triste é saber que pode ser trocado o Ministro da Saúde e o Diretor da ANVISA – estes bandidos que enriqueceram fraudando inspeções e vendendo carne podre com dinheiro do BNDES dado à Friboi vão continuar lá dentro.

Uma famosa jornalista da Folha de São Lula, petista até à raiz dos cabelos, que adora atacar médicos contrários ao seu Partido, também não escreveu nada sobre comer carne podre e com produtos cancerígenos – esta prefere dar palpites sobre prevenção de câncer de próstata.

Os militantes profissionais que conseguiram se formar em Medicina e Enfermagem, que estão na área da Saúde Coletiva e da Medicina de Família e Comunidade, que envergonharam, que humilharam e traíram os verdadeiros médicos brasileiros desta especialidade tão importante servindo de babás instrutoras de cubanos no Programa Mais Médicos, também estão no mais absoluto silêncio – não querem dar um pio sobre os efeitos de comer carne podre no Brasil.

E a Organização Mundial da Saúde tomada por militantes comunistas? E a Organização Pan-americana de Saúde que defendeu a entrada de médicos cubanos aqui no país??

Todos quietos...Todo mundo bem quietinho…É a chinelagem, a vagabundagem da ditadura comunista que tomou conta da saúde pública mundial apavorada, bem quietinha...

Seus colegas brasileiros foram pegos - fica deselegante comentar qualquer coisa. Afinal, é como disse Lula: a gente não chega na casa de um amigo que espanca mulher dando conselhos pra ele.

Ataque “generalizado”?

A Organização Criminosa que controla o Governo Brasileiro bem como meia dúzia de bandidos do setor empresarial estão falando em “generalização” e “alarmismo”depois da divulgação feita pela Polícia Federal do escândalo da carne podre. 

Acusam a Polícia Federal e o Ministério Público de fazerem “estardalhaço” e de terem criado uma situação que “condena” toda Economia Nacional. Estes cretinos contam, inclusive, com a ajuda do eterno desinformante e empregado de FHC dentro da Revista Veja – o jornalista Reinaldo Azevedo - que agora está com aquele papo de “viram ? Eu não disse ?? Eu não disse??”

Não existe “generalização” alguma no assunto ! O que existe no Brasil é um estado criminoso que SEMPRE se alia a 4 ou 5 empresários corruptos em cada área fundamental da Economia. Foi assim com Odebrecht, com Eike Batista e agora com a produção de carne ! 

Não foram a Polícia Federal nem as retaliações dos importadores que “generalizaram” o assunto; foi a própria configuração do Estado Brasileiro que instintivamente, geneticamente, está condenada, está bioquimicamente programada para casar políticos com empresários bandidos até que fique “tudo dominado” como dizem os traficantes dos morros do Rio de Janeiro. 

O Estado Brasileiro, além de criminoso, é corporativo até a alma ! É por isso que cada vez que algum destes marginais empresários é preso a repercussão sobre a economia nacional é gigantesca ! É isso que esta acontecendo com a questão da carne podre e ninguém, nenhum analista, cientista ou feiticeiro político tem coragem de dizer nem de escrever ! A produção inteira de carne no Brasil esta nas mãos de empresas criminosas e de políticos mais criminosos ainda – por isso o “impacto” foi tão grande. 

Não existe livre concorrência no Brasil em setor NENHUM – são sempre meia dúzia de vagabundos – em cada área – que se associam aos marginais de Brasília, controlam sozinhos um setor estratégico inteiro e quando vão para cadeia (se chegam a ir) quebram o país junto com eles !

Raymundo Faoro com o seu “Donos do Poder” continua mais atual do que nunca no Brasil de 2017. Pena que este picareta da Revista VEJA, que manda seus seguidores lerem “O Pequeno Príncipe”,  não leu o livro !


Milton Simon Pires é Médico. Editor do Ataque Aberto.

4 comentários:

Anônimo disse...

O articulista está coberto de razão. Isso ocorre há muitos e muitos anos em frigoríficos, abatedouros em geral brasileiros. Não é diferente nas fiscalizações de supermercados em geral, nas pastelarias, nas padarias, nos açougues, em restaurantes, hospitais, postos de gasolina então, nem se fale. Estamos todos de saco cheio com esse estado de imoralidade, incompetência, desmandos e corrupção. É uma vergonha nacional. o Brasil apodreceu de norte a sul. Apontem-me um setor de fiscalização no Brasil, seja ele municipal, estadual ou federal onde não exista corrupção? O pagador de impostos é explorado até na alma com impostos escorchantes para sustentar uma camarilha, criminosos que acabam assumindo o poder para levar vantagem. E o que falar daqueles funcionários, aqueles que fazem concurso para ganhar estabilidade, mantidos com dinheiro do pagador de impostos e que sabem o que está se passando e ficam bem "caladinhos" para garantir suas "boquinhas". Eles não denunciam salvo alguma exceções. Isso tudo é uma grande merda. Só existe um remédio para isso tudo e é amargo como o fel. Um dia um grupo vai se revoltar contra essa merda toda e vai botar para quebrar.

Anônimo disse...

Caro Dr.Milton: Acho que teríamos condições de fazer um teste complementar bem simples,paralelo e complementar aos dos laboratórios , para saber se além da podridão a "carne fraca" conteria,ou não,algum veneno ou outra substância prejudicial à saúde humana.. Bastaria levar alguns quilos de "picanha podre" a algum lugar regularmente frequentado pelos urubús,oferecendo-lhes esse "quitute". Se recusassem é porque realmente estaria contaminada com algum veneno. O "podre" não os incomodaria. Eles até gostam.Preciso desvendar essa dúvida: será que os urubús comeriam a carne desses frigoríficos "réus"? Aproveito a oportunidade para comentar o comentário,muito bom, do "anônimo" das 8:26 AM. Tudo o que ele escreve está correto. Porém a corrupção não se restringe aos agentes públicos e à fiscalização. Lamentavelmente a corrupção é da índole (má) da imensa maioria do povo brasileiro. O problema é "genético".A decência chegou ao nível da "exceção". Mas é minoria. E quem manda nessa pseudemocracia,que na verdade é OCLOCRACIA (democracia pervertida),é o primeiro grupo,que sempre escolhe os seus "iguais" nas eleições,e estes,por suas vezes,também escolherão outros "seus iguais" para postos de comando,que por suas vezes procurarão os "seus iguais" na sociedade civil para "negociar",particularmente empresários dispostos a participar do rateio dos benefícios da corrução. Esse é o ciclo da corrupção, que começa lá no "povo",passa pela politica e agentes públicos, e termina em segmentos da sociedade civil.Sérgio A.Oliveira.

Anônimo disse...

Se eles dizem que não tem nenhum problema em continuar a comer os produtos dessas empresas, pois a "rigorosa" inspeção sanitária nunca deixou de acontecer, então pergunto: E a salmonela detectada? E a carne "vitaminada" com a vitamina "C" é para aumentar a resistência do brasileiro contra gripe?
Deviam pegar a cúpula das empresas e do ministério da agricultura e promover um churrascão com esses produtos, incluso sanduíche de mortadela com opção de cachorro quente de salsicha. Sem direito a SONRISAL ou ENGOV.

Anônimo disse...

Excelente Artigo meu caro Colega. Te Acompanho no Alerta Total há alguns anos. Na minha opinião o melhor artigo.
Parabéns. O Brasil precisa acordar enquanto é tempo.