terça-feira, 21 de março de 2017

Temer antecipará aumentos na conta de energia para que desgaste político agora não afete o ano eleitoral


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Enquanto o “The Walking Dead” da politicagem esbanja energia em uma temerária campanha presidencial muito antecipada, Michel Temer, “o Presidente certo, na hora certa” (conforme slogan de propaganda do PMDB), tomará a decisão de antecipar aumentos na conta de energia ao consumidor, via bandeiradas amarelas e vermelhas, para que o problema não efete o desempenho governista ano eleitoral de 2018. Especialistas do setor elétrico advertem que, a partir de maio, é altíssima a chance de adoção da “bandeira vermelha”, cobrando do consumidor o preço antecipado pela previsível falta de chuvas nas regiões Sudeste e Norte-Nordeste.

Já estamos sob bandeira tarifária amarela. Ontem, começou o outono – estação geralmente seca que impacta o volume dos reservatórios de água, principalmente os de Furnas. Já se tem ordem para ligar as usinas termelétricas. A medida beneficia a Petrobras – que terá um reforço de caixa, pois responde por 90% do parque térmico de geração. O encarecimento energético terá impacto inflacionário para o consumidor residencial e comercial. O industrial compra energia no mercado, a custo menos salgado e com menos surpresas.

Em 2014, era para ter um racionamento de energia, com corte de carga, tal como em 2001. Como era ano reeleitoral, Dilma Rousseff preferiu não fazer, temendo desgaste perante a opinião pública. Ela preferiu estressar o sistema, ligando até térmica a carvão – última opção, pelo altíssimo custo, com sistema estressado, com pouca água em reservatório. Dilma já tinha praticado, em 2012, o  “populismo tarifário, com a MP 579 – a cessão onerosa do setor elétrico. Dilma optou pela “dança da chuva”(torcer para Deus e São Pedro mandarem chover). O racionamento branco foi a escolha de Dilma.

Uma rotina se repete no momento em que Temer é obrigado a fazer uma espécie de remendo no setor elétrico. Se até final de abril não chove, e atinge o nível de armazenamento de apenas 35% no sistema de armazenamento brasileiro do sudeste/centro-oeste, a “culpa” é socializada e o pagamento da conta também... O preço da energia vai subir e subir bastante, principalmente a partir de maio. O índice pluviométrico cai, e sobe a terrível “bandeira vermelha”.

Os próximos seis meses, a partir de maio, serão de secura, preço da energia elétrica vai pressionar a inflação de maio para frente. O dólar está arrefecendo – o que alivia a barra porque a tarifa de Itaipu Binacional é dolarizada, e o sistema de distribuição é obrigado a comprar 5% de lá. Assim, está clara a opção de aumentar os preços de energia agora, antes da eleição, para reduzir o impacto lá na frente. O medo maior é que o custo elevado da energia comprometa a retomada do crescimento do PIB, mais adiante.

Especialistas do setor dão uma explicação técnica. A relação energia gerada por capacidade instalada (fator capacidade) caiu bastante com a inserção, no sistema interligado, das usinas de Jirau/Santo Antônio (rio Madeira) e Belo Monte (rio Xingu). Como no Norte o regime  de chuvas é bem característico, gerando no máximo apenas de dezembro a março – com oito meses de geração bem abaixo da capacidade instalada -, a capacidade de armazenamento energético se reduz em todo o sistema. Daí a opção (caríssima) de ligar as usinas térmicas.

Resumindo: é concreta a previsão de “solavanco” nos preços do mercado spot. As medidas que serão tomadas a partir de agora obedecem a três fatores: 1) Reduzir risco hidrológico por escassez de chuvas nos reservatórios do Sul, Sudeste e Nordeste. 2) Preparar o sistema para a possível retomada do PIB. 3) Colocar as térmicas (movidas a gás natural, óleo e carvão) para gerar por mais tempo, garantindo maior receita, sobretudo para a Petrobras com caixa combalido.

Desde 1º de fevereiro de 2016, o Brasil opera sob regime de quatro bandeiras tarifárias para indicar se a energia custará mais ou menos para o consumidor final. Na verde, não ocorre alteração na tarifa. Na Amarela (estamos nela agora), se acresce R$ 2,00 a cada 100 Kilowatt consumido. Na vermelha patamar 1, paga-se R$ 3,00. Na bandeira vermelha patamar 2, o acréscimo é de R$ 3,50.

A explicação oficial: Para determinar a bandeira tarifária vigente, a Aneel considera dois parâmetros de custos do sistema: o Custo Marginal de Operação (CMO) e o Encargo de Serviço de Sistema por Segurança Energética (ESS​​_SE)​. O CMO reflete o custo do sistema para atender 1 MWh adicional de consumo com a capacidade de geração existente. Já o ESS-SE é o encargo setorial que cobre as despesas com as usinas acionadas fora da ordem de mérito (das mais baratas para as mais caras). Juntos, o CMO e o ESS-SE determinam a bandeira a ser adotada em cada mês.

Mensalmente, o famoso “ONS” (Operador Nacional do Sistema) ​calcula o CMO e decide se as térmicas serão acionadas ou não e o custo associado a essa geração. A partir disso, a Aneel define a bandeira tarifária vigente. E nós, os pagadores de conta, arcamos ou não com os aumentos.

Desinvestindo para sobreviver?

“Estamos trabalhando para recomeçar nossos desinvestimentos o mais rapidamente possível”.

Palavras do presidente da Petrobras, Pedro Parente, ontem, quando também avisou que a empresa fará jus ao seu direito de preferência em futuros leilões de áreas do pré-sal, que o governo pretende leiloar entre 2017 e 2019.

Parente promete que o programa de venda de ativos será retomado a partir do zero, depois das críticas do Tribunal de Contas da União.

A Petrobras Distribuidora será uma das jóias da coroa postas à venda...

Dia da água

Para comemorar o Dia Mundial da Água, 22 de março, o Instituto de Pesca (IP) da Secretaria de Estado de Agricultura e Abastecimento de São Paulo realizará na data duas palestras grátis e abertas ao público, a partir de meio-dia e meia, no Parque da Água Branca, na capital paulista.

Os temas são "Água um bem comum" e "Pegada Hídrica".

O Auditório do Instituto de Pesca fica na Avenida Francisco Matarazzo, 455 – Parque da Água Branca.

Mais informações pelo telefone (11) 3871-7588 ou pelo e-mailcecomip@pesca.sp.gov.br.

Global Child Fórum na Fiesp

A Federação das Indústrias do Estado de São Paulo vai sediar o Global Child Forum (Fórum Global da Criança) que ocorre no próximo dia 4 de abril.

“Investir em cada criança” será o tema do evento que reunirá líderes de empresas, governo, sociedade civil e acadêmicos, para debater as melhores práticas e os desafios que envolvem os direitos das crianças na América Latina.

É a primeira vez que o evento será realizado na América do Sul e contará com a presença de seus fundadores, Suas Majestades o rei Carl XVI Gustaf e a rainha Silvia da Suécia, além do presidente do Brasil, Michel Temer, e a belíssima primeira dama, Marcela Temer (que tem status de princesa honorária).

O evento é organizado em colaboração com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e a Childhood Brasil, com apoio do Pacto Global da Organização das Nações Unidas (ONU).

Mais informações em: www.globalchildforum.org.

Bifinho do bão

Uma coisa é uma coisa, outra coisa pode não ser.

Mas tornou-se sensacionalista a cobertura da Operação Carne Fraca, perdendo-se o foco no principal: a desarticulação de uma quadrilha de maus servidores públicos que praticavam chantagem e extorsão contra frigoríficos.

Qualquer bovino ou suíno sabe que é intensa a fiscalização internacional sobre a carne exportada pelo Brasil, o que não deverá afetar as compras de países que nada produzem e cujo povo tem fome...

Mas o bicho deve pegar contra as grandes empresas que perderam aquele energético ($) do BNDES...

Se as ações delas virarem pó na bolsa, os chineses vêm com tudo para comprá-las a preço de carne podre e fraca...

Devagarinho...


Colabore com o Alerta Total

Os leitores, amigos e admiradores que quiserem colaborar financeiramente com o Alerta Total poderão fazê-lo de várias formas, com qualquer quantia, e com uma periodicidade compatível com suas possibilidades.

Nos botões do lado direito deste site, temos as seguintes opções:

I) Depósito em Conta Corrente no Banco do Brasil.
Agência 4209-9, C/C: 9042-5, em favor de Jorge Serrão.

II) Depósito em Conta Poupança da Caixa Econômica Federal ou em agências lotéricas: 2995 013 00008261-7, em favor de Jorge Serrão.

OBS) Valores até R$ 9.999,00 não precisam identificar quem faz o depósito; R$ 10 mil ou mais, sim.

III) Depósito no sistema PagSeguro, da UOL, utilizando-se diferentes formas (débito automático ou cartão de crédito).

IV) Depósito no sistema PayPal, para doações feitas no Brasil ou no exterior.

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 21 de Março de 2017.

11 comentários:

Anônimo disse...

Ponto de Vista
O STF consome 18 meses para receber uma denúncia, juízes de 1ª instâncias precisam de 2 dias
http://www.implicante.org/ponto-de-vista/o-stf-consome-18-meses-para-receber-uma-denuncia-juizes-de-1a-instancias-precisam-de-2-dias/
Por coisas assim, o foro privilegiado pela acabar de uma vez por todas
Ainda em sua dura fala contra o Foro Privilegiado, Luís Roberto Barroso trouxe um dado que desenha bem a necessidade de dar um fim a esse abuso que protege tantos criminosos da política nacional. O Implicante reproduzirá os próprios termos do ministro da Suprema Corte:
“O STF leva, em média, um ano e meio para receber uma denúncia; um juiz de 1º grau leva, em média, 48 horas.”
Isso mesmo. Enquanto um juiz como Sérgio Moro precisa de apenas dois dias para aceitar uma denúncia, o STF e toda a sua burocracia consomem um ano e meio de recursos públicos. Tudo isso, como já demonstrado tantas vezes aqui no Implicante, para dar em nada.
Para Barroso, a solução seria o foro privilegiado valer apenas para crimes cometidos durante o mandato, e que tenham a ver com a funções públicas assumidas.CONTINUA...

Anônimo disse...

http://www.implicante.org/ponto-de-vista/o-stf-consome-18-meses-para-receber-uma-denuncia-juizes-de-1a-instancias-precisam-de-2-dias/ CONTINUA II E TERMINA.

“Boa parte dos casos (que estão no STF) foram delitos cometidos pelo parlamentar quando era prefeito ou que nada tenham a ver com exercício de parlamentar. Basta uma interpretação que diga que o foro se aplica para proteger o parlamentar dos atos que pratica nessa qualidade.“
PS – BASTA TIRAR O FORO DE TODAS AS AUTORIDADES. A LEI TEM QUE SER CUMPRIDA POR TODOS. DESDE O MAIS HUMILDE ATE O MAIS ALTO CARGO. PRINCIPALMENTE SE O INDIVIDUO E POLITICO E TEM QUE FAZER O SERVIÇO PARA O QUAL FOI DESIGNADO TERIA QUE ACABAR A FARSA DO INDIVIDUO SER DEPUTADO OU SENADOR SAINDO DO CARGO QUE FOI CHAMADO PARA CUMPRIR PARA SE ENFIAR EM MINISTERIOS PARA ADMINISTRAR AREAS QUE NA MAIOR PARTE NAO CONHECEM. ESTAMOS ENFIADOS NUM MAR DE MERDA QUE FOI O LULALADRAO E BOQUIRROTO ALEM DE SER ELEITO SER REELEITO, A PUTA PORCA POSTE ALEM DE SER ELEITA SER REELEITA. A REELEIÇAO TROUXE A PUTARIA. TODOS OS MINISTROS DA CORTE FORAM ESCOLHIDOS PELOS DOIS A EXCESSAO DO VAGABUNDO TEMER QUE ESTA PENDURADO COM OS DOIS VIGARISTAS DESDE 88 PORTANTO FAZ PARTE DO ACORDAO QUE TAMBEM JA ESCOLHEU DOIS E VEM ESCOLHENDO E OBVIO EM COLUIU COM O VAGABUNDO NOVE DEDOS E A PUTA PORCA TANTO QUE ASSIM QUE O GOGO DE ESGOTO FICOU VIUVO SAIU CORRENDO COM A COMANDITA PARA PRESTAR HOMENAGEM AO VAGABUNDO USANDO AVIAO E MORDOMIAS PARA OS QUE OS ACOMPANHARAM. OS TRES PODERES HOJE EM DIA E A ESCORIA DA NAÇAO. ATE PROVA EM CONTRARIO ESTAO TODOS NO MESMO BAU. NINGUEM TEM CREDIBILIDADE PARA MEXER EM NADA, MODIFICAR NADA ATE QUE O EXCELENTE JUIZ MORO E TODOS OS QUE O ACOMPANHAREM CUMPRA SUA TAREFA. O PAIS PODRES IGUALZINHO A CARNE NAO PODE MAIS PARIR FETOS SEM CEREBRO QUE E O QUE A CORJA VERMELHA POSSUI. NADEGAS, NADEGAS, NADEGAS DE CEREBRO SAO TODOS DO MESMO TIME AMEM, AMEM, AMEM CAÇANDO OPORTUNIDADE SE SE PENDURAR NO SACO DA NAÇAO. PLANOS NENHUM.

Anônimo disse...

Não existe esse negócio de falta de chuvas, existe falta de planejamento dos municípios e tb do governo federal (sem falar na corrupção e recursos empregados inadequadamente)! Tem muita água no planeta! Se todos fizessem sua lição de casa direitinho...

http://agua.org.br/indaiatuba-sp-ja-armazena-agua-no-novo-reservatorio-que-sera-inaugurado-em-junho/

http://epoca.globo.com/colunas-e-blogs/blog-do-planeta/noticia/2014/11/por-que-bnao-falta-agua-em-jundiaib.html

Isso em termos de abastecimento de água, em termos de energia elétrica, tb existe solução!

Anônimo disse...

VOU LHES CONTAR O QUE ACONTECE COM AS FICALIZAÇÕES... O FISCAL É UM OFICE BOY, UM PAU MANDADO, UM BORRA BOTAS, SEM AUTORIDADE ALGUMA, SEJA ELE MUNICIPAL, ESTADUAL, FEDERAL OU MILITAR, VOU CITAR O MAIS COMUM... EM UM LOTEAMENTO O FISCAL AMBIENTAL EMBARGA E MULTA, MAS O CONTRAVENTOR TEM AS COSTAS QUENTES E TOCA O PROJETO EM FRENTE, O FISCAL VOLTA E MULTA NOVAMENTE, EIS QUE O CHEFÃO CHAMA O FISCAL E O AMEAÇA, NÃO VOLTE ATÉ O LOTEAMENTO POIS O EMPREENDEDOR O ACUSOU DE PEDIR PROPINA... ENTÃO PARA QUE FISCALIZAR SE A ORDEM É FAZER VISTAS GROSAS, E JÁ QUE O OUTRO PODE FAZER BOSTA O FISCAL COMEÇA A COBRAR A PROPINA DE QUEM NÃO TEM AS COSTAS QUENTES, POIS QUEM É DA TURMINHA NÃO PAGA NEM MULTA DE TRANSITO... MAÇONARIA E JUDICIARIO A MAFIA MALDITA...

Anônimo disse...

@diariodopoder
11:55

21 de Março de 2017

Presidente da Ancine viajou metade do mandato

O presidente da Agência Nacional de Cinema (Ancine), Manoel Rangel Neto, passou viajando mais da metade dos últimos doze anos de mandato. Levantamento no Portal da Transparência mostra que em 31 de dezembro de 2016 ele completou 4.285 dias no cargo, dos quais 2.214 em viagem. Tantas viagens renderam a Rangel mais de R$790 mil em diárias, além dos R$ 16 mil ao mês dos seus vencimentos.

Falta só brevê

O presidente da Ancine, que está em fim de mandato, fez 738 viagens aéreas entre 2005 e 2016, bancadas pelo contribuinte.

Uma por semana

Viagens de Rangel impressionam no volume: ele bateu asas, às custas do contribuinte, uma vez por semana, em média.

Viajante militante

Só em 2013 Rangel realizou 70 viagens nacionais e internacionais. No ano eleitoral de 2014 foram 52; 62 em 2015 e 59 viagens em 2016.

Esquema


A Ancine não quis comentar

Anônimo disse...

Sabe o que acho que vai acontecer como as coisas estão andando? O Lula vai voltar à presidência; a Lava Jato vai para as cucuias; vão prender só lambari; a Dilma volta a ser "encostada" política; os presos da Lava Jato vão ser soltos; o congresso vai fazer um "carnaval"; quem investigou esse bando vai ser processado; e, o povo continua na merda. Nem as Forças Armadas tem coragem para se mexer. Só tem uma solução, para mim: vou ser voluntário para povoar Marte, antes que os petistas cheguem lá. Fui...

Anônimo disse...

Me expliquem essas bandeiras na conta de energia, pois tem alguma coisa estranha. Dizem que é devido ao aumento de custos na geração de energia com uso das termelétricas, coisa de cidade da década de oitenta. Pois bem, por que a população do norte do Brasil, principalmente a do Pará, tem que pagar mais por isso já que as hidrelétricas da região estão abarrotadas de água, e não para de chover, e estão produzindo a todo vapor? A energia é enviada para todo o país, pois tem excesso e interligação para isso. Será que Itaipu está faltando água também? As outras hidrelétricas estão secas? Estão acionando as termelétricas só para justificar a cobrança e arrecadar um extra? Já fizeram as linhas de transmissão no Ceará onde montaram um parque eólico e estava largado sem poder mandar energia? Saiu a "bandeira" vermelha do poder mas os vícios permanecem.

Anônimo disse...

A "sacanologia" governamental não para. Lembram do PROÁLCOOL? inventaram aquela novela e carnaval todo só para enganar os brasileiros. As indústrias inventaram o carro "alcoólatra" como solução e economia e vejam hoje no que deu. Quanto mais hidrelétrica constroem, mais cara fica a energia. A fantasia da moda é a "sangria" do "Velho Chico". Vão desviar suas águas, principalmente passando por terras dos "coronés", até ele secar. Tiram a água de um rio grandioso cheio de problemas e devastação, sem ter um plano para manter seus afluentes e margens preservados.Sempre quando fico vendo a sacanagem do governo, lembro como exemplo a do papel higiênico. Antes era 60 metros e folhas duplas; com as crises, diminuíram para 30 metros; inventaram o tal papel simples; diminuíram para 20 metros; o de folha dupla parece transparente de tão fino, obviamente para forçar o consumidor a gastar mais. E não adiantar andar com máquina de calcular no supermercado para ver qual é o mais vantajoso. Vai enlouquecer. A única coisa que não muda é o aumento de preços sistemáticos. Será que vão querer que usemos os dois lados?

Anônimo disse...

A "sacanologia" governamental não para. Lembram do PROÁLCOOL? inventaram aquela novela e carnaval todo só para enganar os brasileiros. As indústrias inventaram o carro "alcoólatra" como solução e economia e vejam hoje no que deu. Quanto mais hidrelétrica constroem, mais cara fica a energia. A fantasia da moda é a "sangria" do "Velho Chico". Vão desviar suas águas, principalmente passando por terras dos "coronés", até ele secar. Tiram a água de um rio grandioso cheio de problemas e devastação, sem ter um plano para manter seus afluentes e margens preservados.Sempre quando fico vendo a sacanagem do governo, lembro como exemplo a do papel higiênico. Antes era 60 metros e folhas duplas; com as crises, diminuíram para 30 metros; inventaram o tal papel simples; diminuíram para 20 metros; o de folha dupla parece transparente de tão fino, obviamente para forçar o consumidor a gastar mais. E não adiantar andar com máquina de calcular no supermercado para ver qual é o mais vantajoso. Vai enlouquecer. A única coisa que não muda é o aumento de preços sistemáticos. Será que vão querer que usemos os dois lados?

Anônimo disse...

A Jararaca e a Jabiraca venderam todo nosso setor energético para o Xi, em troca de um triplex é uma chácara em Atibaia. Aí o Xi criou, por sugestão da Jabiraca, essa história de bandeiras. Mas eles não ficaram satisfeitos e estão para voltar e fazer estrago maior ainda.

Anônimo disse...

A única previsão que o governo acerta sempre é que vai ter prejuízo no final do ano. Nada que eles propõe dá certo. Vão apavorar o povo para criara mais imposto. A ex-presidente Dilma tinha um grande sonho pois queria ganhar um prêmio Nobel: armazenar vento. Certamente iriam cobrar o quilo depois.