quarta-feira, 12 de abril de 2017

Força do Direito x Direito da Força


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Henrique Abrão e Laércio Laurelli

O mundo assiste um dos seus piores momentos do século XXI com lutas e guerras periféricas em todos os campos, a demonstrar que a força do direito cedeu terreno para o direito da força. Inegavelmente são os anôminos que atacam como aqueles que criticam verdadeiros
apedeutas e neófitos de plantão,mas a singularidade preenche espaço e prepara todos para a cultura da morte refratária da cultura da vida pregada e repaginada na Páscoa.

Quais os motivos fundamentais pelos quais algumas Nações optaram pela força e deixaram de lado a razão, o diálogo,o bom senso,a solução legal pelo caminho do direito?Muito provavelmente americanos e russos, em busca do tempo perdido,e da correção dos seus erros em vários Países, armando as milícias inimigas,agora não vejam outra saída exceto o combate e a luta desenfreada pelo poder bélico e o incremento da indústria de matar.

Triste momento no qual as autoridades silenciam e os refugiados se escondem na Europa atrás de um copo de água, um prato de sopa,e a liberdade de circular, a demonstrar que a globalização não
sucedeu de forma plena e favoreceu grandes corporações as quais olvidaram o crescimento e desenvolvimento em outros territórios. Cogita-se tanto da pesquisa,da ciência e do desenvolvimento no século do reviver das luzes, mas nunca a estupidez e brutalidade humanas atingiram patamares assaz vexatórios e censuráveis.

Mata-se em qualquer lugar mesmo no templo sagrado do Senhor, recente ataque igrejas no Egito com o fundamentalismo pesando e o radicalismo tomando corpo. A intolerância atinge patamar inigualável e as pessoas se entreolham amedrontadas e apavoradas não sabendo quando a próxima bomba explodirá. Regimes socialistas de pseudoesquerda na América Latina conseguiram implantar o caos,a desordem e o assalto as burras,com bolsas sociais e mediocridade, além do inoperante desserviço publico.

A democracia é um regime extremamente de maioria e de ouvir a todos e tomar as decisões, mas vivemos num mundo cujas lideranças políticas não existem mais, tanto assim que a renovação da reeleição é constante tanto na Europa mas também nos EUA,no qual se revezam dois partidos políticos,ao contrário do Brasil aqui temos 35 partidos e outras tantas agremiações aguardando registro. As cortes eleitorais e aquelas de contas não funcionam como desejado demoram e não fazem o dever de casa, donde os políticos pintam e bordam com o mecanismo acentuado do desvio de recursos públicos e malsinada corrupção.

O superfaturamento é o mal do século. Os contratos contemplam diversos aditamentos para repartição da propina e eternização da obra e quem paga sempre somos nós os contribuintes. Não é o anônimo que se limita a criticar sem mostrar a cara e falar besteirol pelos quatro cantos deixando a nu sua falsa mascara a pensar que a culpa de tudo é da justiça que contempla os apaniguados e não pune com responsabilidade. No Brasil atual, saibam todos, e voce anônimo, que o único aparelho vivo que tem credibilidade da população é a justiça e lenta ou não ela consegue por o dedo na ferida e não se esconde medrosamente como você sempre o faz e fará pela paura de vir à baila de debater e saber dar razão para quem a tem.

Bem precisamos nos conscientizar que é tempo de Páscoa da vida e não da cultura da morte, do medo, do ódio,da exclusão,da segregação. Afinal a mensagem que ouvimos e registramos é que o salvífico não fez distinção e quem nele crer terá como premio a eternidade. Pobres homens do mundo dito civilizado que somente barbarizam mediante guerras,mortes e ataques impensados atingindo crianças,população civil e milhares de inocentes.

Na Síria 500 mil pessoas já pagaram o preço da imbecilidade, da violencia e do poder sangrento,a ONU lavou as mãos e agora tenta correr em busca do tempo perdido para cooptar as decisões dos americanos e russos que doutro lado da mesa visam ao mesmo objetivo venda de armas, domínio dos campos de exploração do petróleo e tomada do gas que está em solo inimigo.

Enquanto isso  a humanidade às vésperas da sexta feira santa faz vigília para que tudo suceda em tempos de reconstrução sinalizando que a Páscoa não é mais um momento de vida mas o simbolo mais importante e fundamental do cristianismo tão acalentado pelo Papa Francisco num mundo conturbado, perturbado e cheio de adversidades que beiram o colapso de um teatro do absurdo de Eugenio Ionesco. Torçamos para que cultura da vida solape as demais e reencaminhe todos para seus lugares no papel da solidariedade, do bem comum e da fraternidade pascal.


A força do direito é a única que poderá fazer os lideres das grandes potências tomarem juízo eis que  direito da força somente abrirá frestas e jogará a humanidade na direção inóspita da volta de tempos imemoriais nos aproximando de uma tecnológica terceira guerra mundial.

Carlos Henrique Abrão (ativa) eLaercio Laurelli (aposentado) são desembargadores no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo.

Um comentário:

Anônimo disse...

EM TODAS AS TRAGÉDIAS,DESGRAÇAS E INJUSTIÇAS DESDE O COMEÇO DO MUNDO EXISTE SEMPRE A CULPA DE UM JUDICIARIO MACUMUNADO PARA A MÉRDA FORMADA... JÁ NA CRUSSIFICAÇÃO DE CRISTO ELE FOI CONDENADO E EXECUTADO E TEVE A PENA APLICADA COM AS BENÇÃOS DO JUDICIARIO,, E O JUDICIARIO SEGUIU NA HISTÓRIA JUNTO COM A IGREJA CATÓLICA COMETENDO TODOS OS CRIMES E TRAPAÇAS... VEJAM QUE FOI SEMPRE ASSIM, CAGAM SENTAM EM CIMA E SAEM COMO SANTOS... SENDO UM JUIZ UMA AUTORIDADE MAXIMA DEVERIAM ELES CORRIGIREM AS INJUSTIÇAS E NÃO AS PROMOVELAS... COZINHARAM OS MAÇONS NO AZETE HOJE SÃO TODOS MAÇONS, A ESCRAVIDÃO DO POVO AFRICANO TEVE A ASSINATURA DE UM PAPA E A PERMISSÃO DE JUIZES DO MUNDO TODO, VOU PARR POR AQUI POIS SÓ UM JUIZ PODE PARAR ESSA MAFIA MILENAR QUE ROUBAM, TRAFICAM, CONTRABANDEIAM,E COMETEM TODAS AS BARBARIES DEIXANDO NÓS SIMPLES MORTAIS COM AS MÃOS ATADAS DIANTE AS INJUSTIÇAS DOS JUIZES...