sexta-feira, 28 de abril de 2017

“Líder” temerário, Renan avisa que reforma trabalhista aprovada na Câmara não passa no Senado


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

O espectro do radicalismo ronda o Brasil, com grandes chances de “evoluir” para uma explosão incontrolável de violência que pode nos levar à desintegração, no médio e longo prazos. Devagarinho, o País começa a constatar que só temos unidade nacional em aspectos negativos ou irrelevantes geopoliticamente. Assim seguimos na “vanguarda do atraso”, subdesenvolvidos e com a “soberania” digna de uma colônia de exploração sob hegemonia do crime sem fronteiras.

Somos uma ilusória “Nação” no ufanismo, quando torcemos pela seleção de futebol ou quando exercitamos variadas formas de corporativismo clientelista e patrimonialista. Os extremos sociais do Brasil “plurinacional” apenas parecem unidos na prática da corrupção sistêmica – um vício estimulado pelo regime do Crime Institucionalizado sob mentalidade Capimunista Rentista, no qual banqueiros e vagabundos têm mais importância que as pessoas produtivas.

Nossas “zelites” e as “massas marginais” cultivam uma paixão pelo autoritarismo e pela submissa dependência aos poderes estatais. A livre iniciativa produtiva é sabotada pela mentalidade “senhorial-escravagista” daqueles que preferem viver ou sobreviver encastelados no topo ou na periferia da gigantesca, custosa e cartorial máquina estatal. O pragmatismo cínico domina as relações sociais, políticas e econômicas. A sociedade é conduzida por excessivos regramentos – obedecidos por conveniência ou na base da coerção - e não por consciência moral.

A Nova República de 1985, que parece sofrer de falência múltipla institucional, é o fruto podre de uma “Nação sem Noção”. Temos uma Constituição feita para servir ao Crime Institucionalizado, com pretensos “direitos” conferidos a uma maioria pouco chegada a cumprir deveres. Não é à toa que os grupos hegemônicos nos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário interpretam e empregam as variadas legislações conforme seus interesses particulares.  

Eis o caso da irresponsável “Greve Geral” marcada para a véspera de um feriadão. Aliás, não trabalhar no Dia do Trabalho é a fina consagração da vagabundagem tupiniquim. Fazer paralisação para uma pretensa defesa do trabalhador é outra piada escrota das nossas esclerosadas corporações sindicais – dominadas pelas ideologias de canhota. Sem ironia alguma, tal “direito” é assegurado pela autodesmoralizada Carta de 1988: No seu artigo 9º está escrito: "É assegurado o direito de greve, competindo aos trabalhadores decidir sobre a oportunidade de exercê-lo e sobre os interesses que devam por meio dele defender".  

Mais cinismo pragmático que isso é ver um dos sustentáculos da esclerosada “Nova República” posando de “defensor dos trabalhadores”. O fenômeno até poderia ser explicado pelo passado comunista do alagoano Renan Calheiros (ele começou a carreira política nas fileiras do PC do B). No entanto, o líder do PMDB no Senado é uma caricatura perfeita das vanguardas do atraso que dominam o Brasil. Na véspera da insana greve desta sexta-feira, Renan avisou que “não passará no Senado” o texto da reforma trabalhista aprovado na Câmara dos Deputados.

O legítimo Capimunista Renan Calheiros – cuja família é detentora de uma fortuna que só a Super Receita Federal tem poder real de constatar – exculachou o governo que “lidera”: "Não acredito que essa reforma saia da Câmara e chegue aqui, ao Senado Federal - reforma de ouvidos moucos -, sem consultar opiniões; reforma que só interessa à banca, ao sistema financeiro, rejeitada em peso e de cabo a rabo pela população; reforma tão malfeita, que chega a constranger e a coagir a base do próprio Governo. Por isso ela vai e volta, de recuo em recuo".

A truculenta crítica do Renan Capimunista à reforma trabalhista de seu “aliado” Michel Temer é digna dos mais malandro sindicalista de resultado da extrema canhota tupiniquim. O “kamarada” Renan parece um petista ou comunista quando avacalha com a reforma: "Ela rebaixa os salários. É sua consequência mais imediata e perversa. Ela pretende deixar o trabalhador sem defesa, condenado a aceitar acordos que reduzem a remuneração, suprimem reajustes e revogam garantias no emprego. Todos sabemos que acordos forçados em plena recessão, com 13 milhões de desempregados e com o desemprego aumentando mês a mês, é pedir que se aceite a crueldade como caridade".

Renan não desliga a metralhadora verbal contra a propaganda do governo que “defende”(?): "Esse discurso é usado para seduzir uma parcela da sociedade e garantir o avanço da retirada de direitos. Querem um Brasil para 70 ou 80 milhões de pessoas. Somos 200 milhões e não podemos simplesmente fazer de conta que não existem 120 ou 130 milhões de pessoas. Com essa reforma, elas podem voltar a ficar excluídas; são empurradas de volta para guetos onde padece a legião de 'ninguéns'".

Parece que Renan roubou o discurso do companheiro Luiz Inácio Lula da Silva nos tempos de sindicalista de resultados que pregava a ética, a moral e a honestidade na vida pública e nas relações políticas e econômicas. “Réu-nan” em vários processos por corrupção, o senador recita um discurso falso-moralista de fazer inveja ao mais fanático seguidor de Lula. Renan quer nos matar de rir: "Reforma justa seria uma reforma que retirasse privilégios. E os há, senhoras e senhores, demais neste País, são privilégios inconcebíveis. Os supersalários pagos com dinheiro público são o exemplo mais ostensivo e ofensivo à cidadania no Brasil".

O Presidente Michel Temer deve ter ficado muito pt da vida ou, então, deve ter sofrido um violento ataque de gargalhadas com a crítica direta que Renan lhe fez, por não imitar seus antecessores no troninho oclocrático do Palácio do Planalto. Renan exagerou na dose, ao proclamar: "Não é da melhor tradição o presidente da República não falar aos trabalhadores no 1º de maio".

Só faltou Renan Calheiros declarar seu apoio amplo e irrestrito à Greve Geral que paralisa ainda mais um Brasil já paralisado pela recessão, pelo desemprego e pela corrupção sistêmica. Não demora, Renan acaba se transmutando na expressão máxima do cínico Capimunismo Rentista Tupiniquim.

Se não perder a graça com a Lava Jato ou algum dos 12 processos a que responde, Renan Calheiros é seríssimo candidato ao título distintivo de “Humorista do Annus de 2017” – um enorme troféu, em formato peniano, concebido pelo lendário Negão da Chatuba, um “Sacana de Resultados”...


Reveja  a segunda edição de quinta-feira: Greve da Petelândia vira piada na Internet


Grande feito


Super delator


Sapatada


Colabore com o Alerta Total

Os leitores, amigos e admiradores que quiserem colaborar financeiramente com o Alerta Total poderão fazê-lo de várias formas, com qualquer quantia, e com uma periodicidade compatível com suas possibilidades.

Nos botões do lado direito deste site, temos as seguintes opções:

I) Depósito em Conta Corrente no Banco do Brasil.
Agência 4209-9, C/C: 9042-5, em favor de Jorge Serrão.

II) Depósito em Conta Poupança da Caixa Econômica Federal ou em agências lotéricas: 2995 013 00008261-7, em favor de Jorge Serrão.

OBS) Valores até R$ 9.999,00 não precisam identificar quem faz o depósito; R$ 10 mil ou mais, sim.

III) Depósito no sistema PagSeguro, da UOL, utilizando-se diferentes formas (débito automático ou cartão de crédito).

IV) Depósito no sistema PayPal, para doações feitas no Brasil ou no exterior.

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 28 de Abril de 2017.

4 comentários:

Anônimo disse...

Eleger gentalha como Renan calhorda aliado do PT deu nisso!
A greve de hoje, 28/04, seria montada pelas esquerdas por odio dos "direitos" dos sindicatos cortados - caso do imposto sindical, sem prestar contas - que era uma das tetas deles, foi claro, evidente!
Os comunistas do PT e doutros PCs são assim: no tempo deles de desgoverno, nada fazem, senão roubar e quando os outros querem fazer alguma coisa, impedem e acusam de tirar direitos dos trabalhadores, como se os crápulas comunistas gostassem dos pobres!
Só têm propagandas falsas, nada mais!

Anônimo disse...


Sobre lobos, ovelhas e cães pastores...
Eu sou um cão pastor!
Dave Grossman*
Um veterano do Vietnã, um velho coronel da reserva, certa vez me disse:
A maioria das pessoas em nossa sociedade são ovelhas. Eles são criaturas produtivas, gentis, amáveis que só machucam umas às outras por acidente.
E então há os lobos, e os lobos alimentam-se das ovelhas sem perdão. Você acredita que há lobos lá fora que irão se alimentar do rebanho sem perdão? É bom que você acredite. Há homens perversos nesse mundo que são capazes de coisas perversas. No instante em que você esquece disso, ou finge que isso não é verdade, você se torna uma ovelha. Não há segurança na negação.
E então há os cães pastores e eu sou um cão pastor. Eu vivo para proteger o rebanho e confrontar o lobo.
Se você não tem capacidade para a violência, então você é um saudável e produtivo cidadão, uma ovelha. Se você tem capacidade para a violência e não tem empatia por seus concidadãos, então você é um sociopata agressivo, um lobo. Mas e se você tem capacidade para a violência e um amor profundo por seus conterrâneos? O que você tem então? Um cão pastor, um guerreiro, alguém que anda no caminho do herói. Alguém que pode entrar no coração da escuridão, dentro da fobia humana universal e sair de novo.
Deixe-me desenvolver o excelente modelo de ovelhas, lobos e cães daquele velho soldado. Nós sabemos que as ovelhas vivem em negação da realidade, e isso é o que as faz ovelhas. Elas não querem aceitar o fato de que há mal neste mundo. Elas podem aceitar o fato de que incêndios podem acontecer, e é por isso que elas querem extintores, sprinklers, alarmes e saídas de incêndio em tudo quanto é canto das escolas de seus filhos.
Mas muitas delas ficam ultrajadas diante da idéia de colocar um policial armado na escola de seus filhos. Nossos filhos são milhares de vezes mais suscetíveis a serem mortos ou seriamente feridos por violência escolar do que por fogo, mas a única resposta da ovelha para a possibilidade de violência é a negação. A idéia de que alguém venha matar ou ferir seus filhos é muito dura, então elas escolhem o caminho da negação.
As ovelhas geralmente não gostam dos cães pastores. Ele parece muito com o lobo. Ele tem dentes afiados e a capacidade para a violência. A diferença, no entanto, é que o cão pastor não deve, não pode e não irá nunca machucar as ovelhas. Qualquer cão pastor que intencionalmente machuque a ovelhinha será punido e removido. O mundo não pode funcionar de outra maneira, pelo menos não em uma democracia representativa ou uma república como a nossa.
Ainda assim, o cão pastor incomoda a ovelha. Ele é uma lembrança constante que há lobos lá fora. As ovelhas prefeririam que ele não lhe dissesse para onde ir, não lhe desse multas e nem ficasse nos aeroportos, com roupas camufladas e segurando um M-16. As ovelhas prefeririam que o cão guardasse suas garras e dentes, se pintasse de branco e dissesse: "Béé"
Até que o lobo aparece. Aí o rebanho inteiro tenta desesperadamente esconder-se atrás de um único cão.
*Tenente Coronel, Ranger, Ph.D., autor de "On Killing"
(http://montedo.blogspot.com.br/)

Anônimo disse...

TUDO PELO IMPOSTO SINDICAL!
ASSIM COMO TEM O "TUDO PELO $ENHOR dEU$ dINHEIRO"!
Esse foi o motivo dessa greve dos esquerdóides(esquerdoidos)!
Topo tudo, desde que não mexam em meus ganhos, pois sou do ParTido dos Trabalhadores, aquele do ator Lula, v sabe, né, o onestýcimu!
CONCLUSÃO? GREVE DO IMPOSTO SINDICAL SERÁ SEU NOME!

Anônimo disse...

QUEM É HOMEM??? NÃO OUVI ATÉ HOJE NEM UM FDP FALAR A VERDADE... O QUE QUEBRA O BRASIL SÃO OS SALARIOS E PREVILÉGIOS MILIONARIOS DOS MILITARES, POLITICOS E DO JUDICIARIO, TANTO APOSENTADOS OU NA ATIVA NÃO EXISTE UM TETO PARA ESSA MAFIA E POR ESTE MOTIVO AS CONTAS NUNCA FECHAM E NÃO ADIANTA CHORAR ISTO JÁ É PROVADO QUANTO MAIS TEM MAIS QUEREM POR ISTO ROUBAM, TRAFICAM, CONTRABANDEIAM, BANCAM AGIOTAGEM, JOGOS ILEGAIS E TODO TIPO DE MARACUTAIAS SEMPRE COM AS BENÇÃOS DA MAFIONARIA... MMDC FORAM O REAL MOTIVO DO DIA DO TRABALHO, AMEAÇAS AMERICANA DA CLT, CONSTRUÇÃO DE BRASILIA O MOTIVO DO GOLPE DE 64, DEGRADAÇÃO PELOS VICIOS, LULA E PT FABRICAÇÃO DA MAÇONARIA, SEMPRE UM GOLPE SUJO PARA FAZER O POVO DE BESTA A POLITICA SEMPRE É A DESCULPA PARA ESCONDER A MAFIA QUE ESTÁ FUDENDO COM TUDO A SÉCULOS...