terça-feira, 25 de abril de 2017

Operação Lava Gato


“País Canalha é o que não paga precatórios”.

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira

Desgoverno e povo brigam como cão e gato.

O povo é gato escaldado em água quente e água fria. Nada entende de eco; só mia.

Esfregado como trapo pela economia, padece acuado, noite e dia.

O povo “ousou” de indignar contra a corrupCão ampla, geral e irrestrita, pelas redes sociais.

Então, precisa ser castigado. Inventa-se uma tal de reforma da imprevidência, para ferrar só os humildes. Não acabam os privilégios dos porcolíticos nem a diferença entre funcionários públicos e privados.

Não haverá igualdade entre os sexos e os “deuses” continuarão intocáveis.

Além disso, ainda não se sabe o quanto foi roubado ou “doado” para ditaduras amigas.

Nem foi cobrada a dívida conhecida de empresas dos “cumpanheiros”.

O país fica ao Deus dará na era de negócios tocados pelo gato angorá.

Esperemos dias melhores; sem vampiro, sem anta, sem molusco, sem urubus e com todos tomando nas respectivas rimas.

O ópio futebolístico parece estar chegando no ponto de saturação.

O novelístico mente e é apto só para um mentecapto.

Até o Papa, que não é tatu, não quer saber do reino do jaburu.

Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

Um comentário:

Joma Bastos G P disse...

Será que o povo deixará os “deuses” continuarem intocáveis? O tempo o dirá!