sábado, 20 de maio de 2017

Informe e solicitação aos Comandantes


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por José Carlos Lusitano

Exmos Srs. Ministro da Defesa, Comandantes da Marinha, do Exército Brasileiro e da Aeronáutica.

Hoje, 19 de maio de 2017, cerca das 09:48, vi e ouvi, na Globo News, Bom Dia Brasil, que haverá uma reunião, hoje, pela manhã entre Vexas e o Exmº Sr. Presidente da República, na qual, segundo a notícia, para tomarem conhecimento, via o Exmº Sr. Presidente da situação referente à atual Crise  Política porque passa nosso “pobre” País!

Gostaria, com o máximo respeito, observar, constatando mais uma vez, que as Forças Armadas, neste nosso amado País, somente são lembradas, principalmente pelos Políticos  quando  se sentem acuados, não conseguindo, inclusive, obter ganhos com a famosa e pequena política do “toma lá, dá cá”!

Fico, com todo o respeito, muito a vontade em abordar este assunto, inclusive desta forma, pois encaminhamos, eu e o Exmº Sr VAlte (REF) Sergio Tasso Vásquez de Aquino, uma solicitação, por escrito e via e-mail, a Sua Excelência, ainda como Vice – Presidente no Exercício da Presidência, que evitasse esse tipo de política, pois esta não era o “desejo das ruas” demonstrado na pelo Povo em suas manifestações tal com a de 13 de junho!

Agora, querem nos ouvir! Até hoje, muito raramente, escutaram ou quiseram escutar nossas dificuldades e anseios, sejam no âmbito pessoal da Família Militar, seja quanto a difícil situação orçamentária de nossa Forças!

Desse modo, solicitamos a Vexas que não só escutem, bem como digam a Sua Excelência todas as  cruas e nuas verdades, embora mui respeitosamente, é óbvio, que ao longo desses anos, responsáveis que são pela situação “VERGONHOSA” por que passa no País perante o Mundo!
Se, respeitosamente,  me permitem: “A HORA É ESSA!”

Respeitosamente e visando contribuir, sem qualquer outro desejo que não o BEM de nosso País e de nossas queridas e insubstituíveis Força, estando convencido de que Vexas saberão honrar nossas esperanças e desejos neta hora tão delicada porque passamos!


José Carlos Lusitano é Contra-Almirante, reformado.

Um comentário:

Anônimo disse...

A lembrança das Forças Armadas além do que foi reportado, também quando se trata de "SACRIFICAR" seus membros ou retirar direitos como é o caso da Medida Provisória 2215-10/2001,(que de urgência como determina a Lei, não teve nada, pois até hoje não foi transformada em Lei, para colaborar com a situação econômica que dizem difícil, mas quando a economia está bem aí ninguém se lembra.
Uma boa oportunidade para reivindicar melhoria salarial para os militares.