segunda-feira, 22 de maio de 2017

O amor encontra-se nas coisas simples


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos I. S. Azambuja

É mais fácil programar supercomputadores, gerir grandes empresas, cumprir elevadas metas profissionais, do que construir relações saudáveis regadas com um sublime amor. 
     
Houve brilhantes intelectuais que quiseram conquistar o amor com a sua cultura, mas ele disse: «Encontro-me nas coisas simples e anônimas!».
     
Houve milionários que quiseram comprá-lo com dinheiro, mas ele declarou: «Não estou à venda!».
     
Alguns generais quiseram dominá-lo com armas, mas ele afirmou: «Só floresço no terreno da espontaneidade!».
    
Os políticos tentaram seduzi-lo com o seu poder, mas o amor bradou: «O poder asfixia-me.» 
​     
Houve pessoas célebres que quiseram envolvê-lo com a fama, mas ele sem hesitar comentou: «A fama nunca me poderá seduzir.» 

Augusto Cury, in 'Mulheres Inteligentes, Relações Saudáveis'
  Brasil n. 2 Out 1958  - Psiquiatra/Escritor

Carlos I. S. Azambuja é Historiador.

Nenhum comentário: