terça-feira, 30 de maio de 2017

O Futuro do Trabalho


“País Canalha é o que não paga precatórios”

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira

Com o advento dos computadores, da inteligência artificial e dos robots, a produção industrial tende a ser totalmente automatizada.

O jornal espanhol EL País, recentemente, publicou um artigo dizendo que a curto prazo cerca de 50% (cinquenta por cento) dos postos de trabalho humano, desaparecerão dando lugar a máquinas.

O que fazer com a legião de desocupados?

O Estado deverá lhes pagar uma renda mínima que lhes permita se alimentar, vestir e morar em algum lugar abrigado.

O que será da frase: ”Na democracia, come quem trabalha; na ditadura, quem obedece”?

Há um outro ditado: “Se fores ocioso não sejas solitário; se fores solitário não sejas ocioso”.

Os governos deverão promover o interesse pelas artes. Milhões de orquestras sinfônicas surgirão; idem de grupos teatrais, de poetas, etc.

Sem dúvida, continuarão a existir cirurgiões, físicos, químicos e professores e outros profissionais insubstituíveis nas condições atuais dos avanços tecnológicos.

Estaremos na era do mérito. Os créditos eletrônicos da moeda virtual entrarão em suas contas corrente segundo os aplausos recebidos.

Em nada fica prejudicada a constatação dos filósofos sobre a existência de três tipos de pessoas: As que amam o dinheiro; as que amam as honrarias e as que amam a verdade.

Tenhamos em mente que:

“Um copo d'água e um pedaço de pão; nem sombra de leve mágoa tocará seu coração”.


Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

2 comentários:

Loumari disse...

João 8:32 E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.”


Oséias 4

Ouvir

1 Ouvi a palavra do Senhor, vós, filhos de Israel; pois o Senhor tem uma contenda com os habitantes da terra; porque na terra não há verdade, nem benignidade, nem conhecimento de Deus.

2 Só prevalecem o perjurar, o mentir, o matar, o furtar, e o adulterar; há violências e homicídios sobre homicídios.

3 Por isso a terra se lamenta, e todo o que nela mora desfalece, juntamente com os animais do campo e com as aves do céu; e até os peixes do mar perecem.

4Todavia ninguém contenda, ninguém repreenda; pois é contigo a minha contenda, ó sacerdote.

5Por isso tu tropeçarás de dia, e o profeta contigo tropeçará de noite; e destruirei a tua mãe.

6 O meu povo está sendo destruído, porque lhe falta o conhecimento. Porquanto rejeitaste o conhecimento, também eu te rejeitarei, para que não sejas sacerdote diante de mim; visto que te esqueceste da lei do teu Deus, também eu me esquecerei de teus filhos.

7 Quanto mais eles se multiplicaram tanto mais contra mim pecaram: eu mudarei a sua honra em vergonha.

8 Alimentavam-se do pecado do meu povo, e de coração desejam a iniqüidade dele.

9 Por isso, como é o povo, assim será o sacerdote; e castigá-lo-ei conforme os seus caminhos, e lhe darei a recompensa das suas obras.

10 Comerão, mas não se fartarão; entregar-se-ão à luxúria, mas não se multiplicarão; porque deixaram de atentar para o Senhor.

11A incontinência, e o vinho, e o mosto tiram o entendimento.

12 O meu povo consulta ao seu pau, e a sua vara lhe dá respostas, porque o espírito de luxúria os enganou, e eles, prostituindo-se, abandonam o seu Deus.

13 Sacrificam sobre os cumes dos montes; e queimam incenso sobre os outeiros, debaixo do carvalho, do álamo, e do terebinto, porque é boa a sua sombra; por isso vossas filhas se prostituem, e as vossas noras adulteram.

14 Eu não castigarei vossas filhas, quando se prostituem, nem vossas noras, quando adulteram; porque os homens mesmos com as prostitutas se desviam, e com as meretrizes sacrificam; pois o povo que não tem entendimento será transtornado.

15 Ainda que tu, ó Israel, te queiras prostituir contudo não se faça culpado Judá; não venhais a Gilgal, e não subais a Bete-Ávem nem jureis, dizendo: Vive o Senhor.

16 Porque como novilha obstinada se rebelou Israel; agora o Senhor os apascentará como a um cordeiro num lugar espaçoso.

17 Efraim está entregue aos ídolos; deixa-o.

18 Acabando eles de beber, lançam-se à luxúria; certamente os seus príncipes amam a vergonha.

19 Um vento os envolveu nas suas asas; e eles se envergonharão por causa dos seus sacrifícios.


Pelo que, deixai a MENTIRA, E FALAI A VERDADE, cada um com o seu próximo; porque somos membros uns dos outros.
Irai-vos, e não pequeis; não se ponha o sol sobre a vossa ira.
Não deis lugar ao diabo.
(EFÉSIOS 4:25)

Joma Bastos G P disse...

"O que fazer com a legião de desocupados?"
Por acaso o Sr.Carlos Mantiqueira está incluindo os mais de 20 milhões de desempregados do Bolsa Família que nem constam das estatísticas do IBGE?
Temos capacidade e potencial para formar e dar trabalho a esta multidão de desempregados do Bolsa Família, mas os políticos - porque são tendencialmente "capimunistas" - só os querem para o muito duvidoso volto eletrônico que é oferecido a estes eleitores semi-analfabetos como números e não como pessoas candidatas.

"Com o advento dos computadores, da inteligência artificial e dos robots, a produção industrial tende a ser totalmente automatizada."
Serão sempre necessários pessoas altamente formados na área de robótica e informática para produzirem, montarem e dirigirem esse mundo de robots. Não existe é formação capacitada neste Brasil, nem capacidade técnica superior de formação em robótica e informatização nas universidades brasileiras. Estamos na cauda do desenvolvimento no que diz respeito à formação técnica superior.