sábado, 6 de maio de 2017

O Urubuzário subiu no telhado


“País Canalha é o que não paga precatórios”.

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira

A situação estava patética; passou a gansética; agora estamos na fase urubúzica (não é urubuzética porque não há ética).

Estão todos caiporas. O de cima a cagar no debaixo.

No dia da fúria voarão penas para todos os lados.

Se a águia careca resolver intervir na meleca, então todos levarão a breca.

A rapina não usa peruca; deixa-los-á em de bico sinuca.

Ao boca mole, não haverá quem console.

Os outros dois (dos três Patetas) são fracos exegetas.

Por fim, até o decano entrará pelo cano.

O membro mais recente lambuzar-se-á em viscoso repelente.

Nem precisamos mais de dona Onça.

O povo está furibundo. Esperemos, pois, pelo fim do mundo.

Muito educativa a reportagem do platino diário, sobre o fim do Duce.


Morto, chutado e urinado e, por fim, num poste pendurado.

Está aberto o livro de apostas sobre quem serão os primeiros bostas.

Farei uma fezinha no efecagácê. Vocês sabem por quê.





Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

Um comentário:

Anônimo disse...

Será que a morte de Mussolini não teve o mesmo motivo da manipulação que incitou o linchamento de Gadafi: livrar-se de quem já não tinha utilidade no jogo geopolítico?