segunda-feira, 8 de maio de 2017

Vamos lá, Doutores da Lava Jato!


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Renato Sant’Ana

"Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza" diz a Constituição Federal (art. 5º). Todavia, ativistas de esquerda reclamam um tratamento especial para Lula, que, para essa gente, está acima da lei. Com o que ele concorda.

Quando prestou depoimento à Polícia Federal (04/03/16), ouvido em uma sala do Aeroporto de Congonhas, Lula fez uma pantomima: além do costumeiro autoenaltecimento, disse palavrões, pediu lanche, fez gracejos, desviou o assunto, ao que parece conseguindo tumultuar a oitiva. Recentemente, em juízo, teatralizou com os mesmos tiques, dando murro na mesa, pronunciando frases de efeito (de baixa retórica), empenhado em tumultuar a coleta das informações perante a Justiça Federal em Brasília.

E já se ensaia para fazer o mesmo à presença de Sergio Moro (10/05/17). O Jornalista Josias de Souza anotou em seu blog: "(...) Lula pede ao juiz da Lava Jato para mudar o modelo de filmagem do seu depoimento. Ele quer que a câmera passeie pelo ambiente, em vez de ficar focalizada apenas no seu rosto."

Já passou da hora de as autoridades EXIGIREM que Lula respeite o Judiciário, o Ministério Público e a Polícia. "Ah, ele é um ex-presidente!" Pois dele exige-se ainda mais do que de um ilustre desconhecido, porque, havendo tido oportunidade, tinha a obrigação de aprender o que é ser um estadista. Óbvio, não aprendeu! Mas que saiba ao menos curvar-se Á LEI e ter compostura.

Embora inusual, transcrevo aqui artigo sobre um tipo psicológico com que os doutores da Lava Jato (espero!) devem ter familiaridade - publiquei-o pouco depois da "pantomima de Congonhas".


Renato Sant'Ana é Psicólogo e Bacharel em Direito.

2 comentários:

Anônimo disse...

Vão querer transformá-lo em "santo", igual a Pablo Escobar foi em sua cidade natal. Por lá, o povo o venera, o adora, fazem orações na igreja dele, e pedem milagres diante da estátua dele. O Lula está preparando o circo para se passar por perseguido político.

Anônimo disse...

Eles sempre posam de santos mesmo,mas ta na hora do judiciário mostrar como a banda toca, ja que o legislativo esta podre desmanchando, onde se viu um canalha ser eleito fazer o que fez e afrontar a todos. Onde ja se viu um país refém de quadrilha?
Bota pra quebrar judiciario ja que não temos forças armadas pra outra coisa senão servindo de agentes da dengue e outras inutilidades como cuidar de copa de mundo.