domingo, 25 de junho de 2017

Campanha 2018: #reelejaninguém!


“O momento exige que os homens de bem tenham a audácia dos canalhas”. (Disraeli – 1804/1881)

Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

O intriguento Negão da Chatuba ficou muito intrigado ao saber que o sorteio eletrônico do Supremo Tribunal Federal indicou Gilmar Mendes como relator do inquérito contra Aécio Neves. Chatubão endureceu o discurso e meteu o pau (ops): “Provas, provas e mais provas contra tantos corruptos, e as togas superiores dão pinta de que podem aliviar a barra ou salvar a bandidagem?! Isto me deixa cada vez mais pt da vida! O povo tem que acordar”!.

Negão da Chatuba, no melhor estilo de mendigo dos sociólogos, rapidamente se lembra de que faz parte do tal “povo” – aquele ente poderoso que parece dormir, se omitir ou apenas fazer gritaria e revolução, com dedadas virulentas, nas redes sociais. No entanto, a bronca geral é tanta que o Presidente Michel Temer, ineditamente prestes e ser denunciado por corrupção passiva, obstrução judicial e organização criminosa, acaba de bater seu recorde de impopularidade, segundo o Datafolha: apenas 7 por cento aprovam sua gestão (?). Só seu companheiro peemedebista José Sarney foi tão pouco aprovado: 5%...

É por isso que Chatubão adverte: “A hora de chutar o pau (ops) se aproxima”. O Negão acrescenta: “Tem que acertar no saco de maldades”. O indignado personagem, à beira da revolta, acertou no buraco do centro do problema. Mas o Brasil só vai mudar sua estrutura errada quando os homens de bem demonstrarem a inteligência e coragem, no momento em que perderem completamente a paciência. Nunca estivemos tão próximos desta “hora de acertar contas com a História”.

A Revolução Brasileira está em andamento, embora a maioria não consiga ainda perceber e muitos idiotas profissionais insistam em ignorar. Azar deles e Sorte nossa... Não é à toa que a mesma pesquisa Datafolha que constata a impopularidade de Temer revela que 47% sentem vergonha de ser brasileiro. O único fato ruim é que a insatisfação se mistura com o desânimo e a desesperança – o que escancara o caminho para falsas soluções propostas por eventuais “salvadores da pátria” na proximidade de cada eleição. Paciência... Faz parte do jogo-jogado...

Não devemos nem podemos ser ingênuos em acreditar que a próxima eleição representará o momento das “profundas mudanças”. Tudo segue complicado com a estrutura política atual – na qual a escolha dos representantes do povo ocorre por meio daquelas urnas eletrônicas inconfiáveis. É imperdoável que a “Justiça Eleitoral” insista em sabotar para a implantação do voto impresso destinado à conferência e recontagem. No entanto, mesmo com a regra do jogo contra nós, uma decisão simples e eficaz só depende do eleitor: Não reeleger ninguém!

O ato consciente de não votar em quem está aí já ajudará, bastante, para que tenhamos a chance de uma “renovação”. Tal decisão, combinada com o “voto de revolta”, terá duas conseqüências. Primeiro, impedirá que muito canalha siga na ilegítima “profissão” de político. Segundo, tornará viável a (pequena chance de) renovação política. Claro que a segunda hipótese só ocorrerá, de verdade, com mudanças estruturais profundas.

No entanto, as pré-condições para a transformação podem ser aceleradas com a entrada em cena de pessoas comprometidas com o redesenho institucional do Brasil. Vale ponderar que o fenômeno só pode ser atrasado e atrapalhado se os novos atores acabarem corrompidos pelo sistema. Esta chance também é enorme, porque ainda somos dependentes dos partidos – cartórios políticos – e não temos as candidaturas independentes, no nada democrático esquema de “voto obrigatório”.

Além do risco de escolha de novos canalhas, o que não pode ocorrer em 2018 é a aposta ingênua em “cavalos paraguaios” – que não têm condição de vencer ou que, vencendo, apenas vão colaborar com nossa derrota política no curto prazo. Não podemos nos comportar como “torcedores fanáticos” na campanha e na eleição. O lamentável é que este é o nosso mais grave risco em 2018. O eleitor ainda foca muito nas pessoas, e quase nada na proposta delas – quase nunca consistentes. O fato positivo é que a maioria deseja mudanças. Só é preciso entendê-las e escolhê-las corretamente. Missão nada fácil em nosso oceano de ignorância e analfabetismo político.

O Brasil só tem jeito de verdade com mudanças estruturais. O País tem de ser reinventado. Temos de implantar a República com Federalismo, voto distrital, confiável (passivo de recontagem) e livre (sem depender de partidos). Temos também de romper com o corrupto Capimunismo Rentista. É fundamental redefinir o modelo estatal: reduzir o tamanho da máquina, seus custos, enxugando a quantidade de tributos até implantar o “imposto Justo”. Apenas estas medidas básicas matam a corrupção em sua essência.

Por isso, para começar as mudanças sejamos pragmáticos: Em 2018, vamos reeleger ninguém. Não votaremos em quem já está aí. Temos a oportunidade de dar um susto na politicagem. Enquanto isso, vamos nos preparar para as mudanças efetivas, que ocorrerão inevitavelmente. O Brasil caminha para a Intervenção Institucional. Quem não surfar nesta onda vai acabar afogado. O que a gente não agüenta mais é Estado Corrupto, com governantes e políticos canalhas.

Conforme prega o Negão da Chatuba: “Pau neles!”... Resumindo: #reelejaninguém!

Releia o artigo de sábado: “Nana, Ladrão, que a Lava Jato vem te pegar... Papai foi pra Papuda e mamãe foi delatar”   


Presidente miniatura


Extasiados


Colabore com o Alerta Total

Os leitores, amigos e admiradores que quiserem colaborar financeiramente com o Alerta Total poderão fazê-lo de várias formas, com qualquer quantia, e com uma periodicidade compatível com suas possibilidades.

Nos botões do lado direito deste site, temos as seguintes opções:

I) Depósito em Conta Corrente no Banco do Brasil.
Agência 4209-9, C/C: 9042-5, em favor de Jorge Serrão.

II) Depósito em Conta Poupança da Caixa Econômica Federal ou em agências lotéricas: 2995 013 00008261-7, em favor de Jorge Serrão.

OBS) Valores até R$ 9.999,00 não precisam identificar quem faz o depósito; R$ 10 mil ou mais, sim.

III) Depósito no sistema PagSeguro, da UOL, utilizando-se diferentes formas (débito automático ou cartão de crédito).

IV) Depósito no sistema PayPal, para doações feitas no Brasil ou no exterior.

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 25 de Junho de 2017.

9 comentários:

Sérgio Alves de Oliveira disse...

Estou de pleno acordo que a "revolução brasileira" está em pleno andamento. Mas ela jamais vai se concretizar com as derrubadas de "Dilma's","Temer's,"Lula's" e impostores assemelhados,do passado,do presente e do futuro. E também não vai se concretizar,embora possivelmente melhoraria o estado de coisas na política,com a simples "intervenção" prevista no art. 142 da CF. A verdadeira "revolução brasileira" começou mediante o descrédito das pessoas no Brasil,devidamente apontado por pesquisas idôneas. Esse descrédito já consta há bom tempo na principal premissa que move a causa INDEPENDENTISTA DO SUL,qual seja,a de que "O Brasil não deu certo",situação permanente que agora somente se agravou. E para azar dos que costumam bombardear essa ideia,atribuindo-lhe fantasiosos "racismos","xenofobias","preconceitos",et caterva,essa ideia se espalhou pelo Brasil inteiro,conscientizando os povos de todas as regiões que a única solução será a libertação de Brasilia,foco de todos os males. A ideia hoje fincou raízes fundas no Sul,Sudeste,Centro Oeste,Norte e Nordeste. Todos se uniram e assinaram agora no dia 3 de junho o "MANIFESTO DOS MOVIMENTOS INDEPENDENTISTAS DO BRASIL" (web). Portanto a única "revolução brasileira" a ser concebida pela razão,em detrimento do "coração",não está no conserto de um país que não deu certo desde o seu início,porém no seu DESMANCHE,dando lugar a que os povos de cada região se organizem como países independentes,nos modelos livremente escolhidos por cada um,longe das "garras" malditas de Brasilia, que infernizou muitas gerações de brasileiros por tanto tempo. Mas fico imaginando o que os profissionais da "mídia idiota"referida nesse texto diriam a respeito dessa alternativa mais radical que o simples paliativo da "revolução brasileira" suscitada até agora.

Sérgio Alves de Oliveira disse...

Estou de pleno acordo que a "revolução brasileira" está em pleno andamento. Mas ela jamais vai se concretizar com as derrubadas de "Dilma's","Temer's,"Lula's" e impostores assemelhados,do passado,do presente e do futuro. E também não vai se concretizar,embora possivelmente melhoraria o estado de coisas na política,com a simples "intervenção" prevista no art. 142 da CF. A verdadeira "revolução brasileira" começou mediante o descrédito das pessoas no Brasil,devidamente apontado por pesquisas idôneas. Esse descrédito já consta há bom tempo na principal premissa que move a causa INDEPENDENTISTA DO SUL,qual seja,a de que "O Brasil não deu certo",situação permanente que agora somente se agravou. E para azar dos que costumam bombardear essa ideia,atribuindo-lhe fantasiosos "racismos","xenofobias","preconceitos",et caterva,essa ideia se espalhou pelo Brasil inteiro,conscientizando os povos de todas as regiões que a única solução será a libertação de Brasilia,foco de todos os males. A ideia hoje fincou raízes fundas no Sul,Sudeste,Centro Oeste,Norte e Nordeste. Todos se uniram e assinaram agora no dia 3 de junho o "MANIFESTO DOS MOVIMENTOS INDEPENDENTISTAS DO BRASIL" (web). Portanto a única "revolução brasileira" a ser concebida pela razão,em detrimento do "coração",não está no conserto de um país que não deu certo desde o seu início,porém no seu DESMANCHE,dando lugar a que os povos de cada região se organizem como países independentes,nos modelos livremente escolhidos por cada um,longe das "garras" malditas de Brasilia, que infernizou muitas gerações de brasileiros por tanto tempo. Mas fico imaginando o que os profissionais da "mídia idiota"referida nesse texto diriam a respeito dessa alternativa mais radical que o simples paliativo da "revolução brasileira" suscitada até agora.

Anônimo disse...

DEVERIAM SENTIR VERGONHA DE SENTIR VERGONHA... NÃO TEM QUE TER VERGONHA DE SER BRASILEIRO MAS SIM DE CERTOS BRASILEIROS, HOJE O TEXTO IMPLICA APENAS O GILMAR MENDES... MAS O QUE DEVEMOS ATENTAR QUE O JUDICIARIO COME É PELAS BEIRADAS, BRASILIA SEMPRE FOI USADA PARA ESCONDER AS VERDADES DO QUE REALMENTE ACONTECE EM TODOS OS MUNICIPIOS DOS ESTADOS DO MENOR MUNICIPIO ATÉ AS CAPITAIS, TODOS OS CRIMES TEM SEMPRE UM MEMBRO DO JUDICIARIO POR DE TRÁS QUE ARTICULAM E COMANDAM OS MAIORES CAMBALACHOS... MAS É SIMPLES DE SE RESOLVER, BASTA APENAS OS BRASILEIROS BOTAREM REPARO E VÃO VER QUE NAS PREFEITURAS E ESTADOS ACONTECEM A TODO MOMENTO OS MESMOS ESCANDALOS E NINGUÉM FAZ É NADA, NO JUDICIARIO EXISTE MUITO MAIS BANDIDOS DO QUE EM BRASILIA, MAS SEM UMA POLICIA ESPECIALIZADA E SEM A MODIFICAÇÃO NA LEI DA MAGISTRATURA CONTINUARÃO AS SABOTAGENS EM QUALQUER GOVERNO QUE SEJA... PAREM E PENSEM, O JUDICIARIO É O UNICO PODER CONTIMUO DES DO COMEÇO DA REPUBLICA, ENTÃO SÃO CULPA DELES O RESULTADO DE TANTOS FRACASSOS, BASTA VER A SUA INCOMPETENCIA NO ANDAMENTO DE QUALQUÉR SIMPLES PROCESSO... NARCOTRAFICO, CONTRABANDO E JOGOS ILEGAIS SÃO O CARRO CHEFE... VEREADORES, PROMTORES, PREFEITOS, DESEMBARGADORES E JUIZES, ESTÃO TODOS JUNTOS NESSA MAFIA...

jayme guedes disse...

Defendo o "não reeleja ninguém" e quando me respondem que é difícil saber quem presta insisto no sentido de que pelo menos troquemos o ladrão a cada eleição. O que não pode é reeleger ladrão, reeleger ladrão é imperdoável.

Veronica Ruzzi disse...

Enquanto existirem as URNAS ELETRÔNICAS qualquer eleição é inutil.

Minhoca disse...

Concordo, as urnas eletronicas precisam ser auditaveis.

Anônimo disse...

O nosso país necessita morrer, para renascer novamente puro e limpo como uma criança antes de atingir a puberdade. Para melhor entendimento, temos que admitir que não existe mais credibilidade alguma principalmente nos órgãos públicos sem exceções. Temos que admitir também que o povo perdeu sua identidade, porque está dividido entre facções propositalmente criadas para enfraquecer a população e melhor domina-la a longo prazo.Corremos o risco gravíssimo de novamente ficarmos nas mãos de um governo inescrupuloso, pior do que aí está, com consequências imprevisíveis. Os treis pílares da pseudo democracia estão apodrecidos completamente devendo ser extintos inexoravelmente. Hoje o povo em desespero pede o retorno dos militares, para providenciar uma intervenção cívico militar, mas que está fora de cogitação pelas afirmações do comando militar do exercito que já demonstrou tacitamente de que lado está. Com exceção do juiz Sergio Moro, não temos lideranças autenticas em nenhuma das atividades humanas e estamos como um barco que perdeu seu rumo e navega sem destino prestes a naufragar pela irresponsabilidade do seu comandante e seus subordinados diretos omissos e corruptos. Nosso país necessita ser reinventado, com a independência total de seus estados, livres do jugo corrupto e inescrupuloso de Brasilia, que deverá ficar restrita a ser a capital do país, como uma monarquia que reina mas não governa e o brasil deverá ser extinto como republica federativa e voltar a ser estados unidos do brasil, como os EEUU.

Manoel Meirinho disse...

não as urnas é uma maneira de não colocar o país no risco de um "incêndio". Ficando em casa ao invés de recolocar corruptos no poder novamente. ficando em casa para não dar chances a terroristas mascarados infiltrados, 'incendiarem o pais', como muitos espertos aproveitadores querem, aproveitadores que nada possuem, nada ouvem nada sabem, porem tem jatinho a disposição, hotéis 20 estrelas a disposição, atendimento nos melhores hospitais, defendidos pelos mais caros advogados; sustentados pelos "peões", burros de cargas pagadores de impostos, enquanto se divertem com "coxinhas" que também são explorados por este bando.
vamos dar um susto neles, "não reeleja ninguém"- não ás urnas. SOMOS BRASILEIROS, NÃO SOMOS 'PEÕES NEM COXINHAS', SOMOS BRASILEIROS E AMAMOS NOSSA PÁTRIA. quem não estiver contente que vá morar em CUBA e experimente a democracia deles. pois tem alguns que amam a democracia e apoiam e são amigos íntimos daqueles DITADORES.

Manoel Meirinho disse...

Eu não tenho vergonha de ser BRASILEIRO e JAMAIS TEREI. Outrora até pegaria em armas pela minha PATRIA, PELO MEU POVO. Mas hoje sei que este não é o melhor caminho. A história nos mostra.
A revolução francesa derrubou a monarquia e o clero dominante na época, e os dias e noites do terror foram implantados. O povo, o grande sofredor, que acreditou na mudança, e pre-cisava da mudança, continuou a sofrer e a ser escravo, agora nas mãos de outros aproveita-dores.
Em 1917, os bolchevistas, assassinaram os czares em nome da liberdade em nome do fim da escravidão, e deu no que deu. Procurem na história, e veremos quantos milhões morreram nas mãos do regime odiento e divisor que foi implantado.
Não, hoje não se faz necessário ‘incendiar o País’, conforme alguns espertos desejam.
Não às urnas. Reeleja ninguém.