terça-feira, 13 de junho de 2017

Para entender o que é o Marxismo


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos I. S. Azambuja

Transcrito do blog Marxismo Cultural

"Quem irá nos salvar da cultura ocidental?" Gyorgy Lukács (1875-1971)

O marxismo é um trauma existencial de pequena parte do povo judaico, e o nazismo foi um amargo ápice deste trauma, não só para eles, mas, para todos os judeus.

Os judeus apesar de não serem arianos, tiveram na Alemanha e arredores uma importante "pátria" que os acolheu, mas que sempre os olhou de forma não ariana.

Marx era judeu alemão, os marxistas mais conhecidos eram judeus, a maioria da Escola de Frankfurt era judia - a maioria dos marxistas viveu ali, no centro da Europa ariana, e eram judeus - o marxismo surgiu ali ... o marxismo é uma doutrina idealizada por judeus ateus.
É importante repetir - judeus ateus, ou "assimilados".

Da perseguição que os judeus sofreram por milênios surgiu uma aversão incondicional contra a sociedade "opressora".

É também uma revolta contra o Deus que os desamparou, e já que Deus se esqueceu deles, a proposta do marxismo nada mais é que "a chegada de um Messias" não divino - material - o comunismo, o fim da história, o Apocalipse redentor dos judeus.

A numerosa produção dos judeus de Frankfurt, com fantasias inebriantes, infantis até, é uma desesperada tentativa de chegar a redenção, e o amargo fim deles, é a resignação com a impossibilidade dessa utopia.

Existe uma coisa decisiva em toda esta história que jamais podemos esquecer. Todas essas teorias de subversão têm como causa única a não confirmação na Primeira Guerra Mundial das previsões de Marx.

Ou seja, todas as "científicas" teorias sociais desses caras - são falsas, são manipulações teóricas originadas do desgosto ressentido dos marxistas, e tem um objetivo pré-determinado - mudar a sociedade para que ela abrace passivamente o marxismo.

Uma coisa é certa, todos os principais membros da "escola", todos eles judeus ateus, eram indivíduos cuja mente era dominada pela mente de Marx, o que eles faziam era determinado pelo o que o "mestre" judeu ateu havia dito.

Todas as idéias mirabolantes de "interpretação" da sociedade nada mais são do que outra forma de dizer as mesmas coisas que Marx havia dito, qual seja, a de que a sociedade capitalista é opressora e deve ser destruída.

Todas as artimanhas inventadas pelos membros da "escola", teoria crítica, indústria cultural, e demais alegorias, eram baseadas apenas em uma loucura utópica em querer "mudar o mundo", sem apresentar justificativas reais de tal necessidade.

Na verdade, tal como Marx, que teve a sua "revelação" aos 17-18 anos, em meio ao caos que a sua vida se transformou ao sair de casa e ir para a universidade, as tais loucuras utópicas foram provocadas por uma doença existencial, proveniente do trauma judeu ao longo da História, que agora aflorava em sua ânsia de libertação, não da sociedade capitalista, mas sim da sociedade de todos os tempos, que em várias oportunidades humilhou e escravizou os judeus.

A "escola" de Frankfurt é a prova concreta de que o marxismo é uma doença espiritual, uma revolta contra Deus estendida a toda sua criação - a humanidade.

O marxismo, que por todo o planeta implantou ditaduras sanguinárias, onde foram mortos dentro de seus próprios países milhões de pessoas, gerou o corrupto marxismo cultural politicamente correto, uma das vítimas dessa corrupção foi o meio artístico, e o apogeu dessa corrupção foi o domínio em Hollywwod.

Hollywood há muito tempo produz filmes onde a estratégia marxista é embutida, filmes de 25 anos atrás onde o presidente do EUA era negro, dezenas de filmes onde Nova York, o símbolo do progresso e da democracia, é destruída por alguma catástrofe, e filmes como o "V de Vingança", onde em 2020, a Inglaterra, o país onde a população tem o mais alto grau de liberdade, onde a Polícia nem arma usa, a mais antiga democracia do planeta - é governada por um ditador!

Por que Hollywood não fez tal filme na Rússia, ou na China, ou no México, em vez de fazer na Inglaterra, onde jamais existiu uma ditadura ?

Isso jamais ninguém perguntou a seus autores.

Este filme na verdade infere um desejo do marxismo.

Desta forma, camuflada, sorrateira, suja, é que o marxismo cultural atua na corrupção das mentes descuidadas.

A intenção de todos os membros do marxismo cultural é apenas uma - criar mecanismos para destruir as bases da cultura ocidental.

A "teoria crítica", a "indústria cultural", a "desconstrução", o "Eros", todos são ferramentas para mudar os conceitos estabelecidos, sem entretanto comprovar sua verdade e muito menos propor algo real em substituição ao que pretendem destruir.

Na verdade, eles não declaram, mas, o que pretendem colocar no lugar da sociedade destruída é o falido marxismo.

Uma das coisas que o marxismo cultural mais usa é a ignorância humana em todos os sentidos.

O ressentimento daqueles que não conseguem mudar as próprias vidas e permanecem estagnados, é usado habilmente pelo marxismo cultural para fomentar o ódio contra as instituições e contra os seres humanos produtivos e competentes.

Depois de 80 anos dessa corrupção, principalmente no EUA, eles realmente conseguiram mudar parte da humanidade, dai surgiram as pessoas "politicamente corretas", uma falsidade hipócrita criada no seio da sociedade.

O marxismo porém, sempre estúpido e fora da realidade, se engana se espera que essa tolice implantada na sociedade levará ao socialismo...
É muito provável que leve a humanidade a uma irrealidade existencial que poderá custar muito caro no futuro, mas ao socialismo jamais levará.

Mas, pelo que se observa, o socialismo marxista mudou as suas intenções, não mais pretende a abolição da propriedade privada e a centralização da produção no "Estado". Ele pretende se instalar como parasita da sociedade, milhares de socialistas aquartelados no "Estado" e em "ongs", sugando, através de impostos, o suor e o sangue da parte da sociedade produtiva.

Acredito que isto, a longo prazo, levará a uma luta de classes real, entre a classe dos produtores e a classe dos parasitas, em um confronto final para ver o que vai prevalecer na humanidade. Se a lucidez ou a estupidez, se a dignidade ou o embuste, se o esforçado ou o vagabundo, se a cultura e a razão ou a ignorância irracional.

A destruição total da humanidade - eis ai o que o marxismo quer para a humanidade.

Carlos I. S. Azambuja é Historiador.

5 comentários:

Martim Berto Fuchs disse...

Isto explica porque foram os banqueiros judeus quem financiaram Lenin e sua revolução.

Paulo Robson Ferreira disse...

É preciso salientar, e isso não foi feito, que o ódio ao judeu não é uma ação gratuita dos diversos povos que praticaram a discriminação contra ele, mas uma reação natural ao corporativismo que esse povo sempre praticou. Um dia o mais inteligente de todos os judeus falou: "Minha mãe? Quem é minha mãe? Meus irmãos? Quem são meus irmãos". Ou seja, nem o corporativismo consaguineo é justo perante a sabedoria da verdadeira fraternidade. Mas o povo judeu, até hoje, não conseguiu compreender isso, e se vitimiza permanentemente se considerando perseguido. Por que outros povos não foram perseguidos como foi o povo judeu?

Anônimo disse...

.

acp

Desserviço.

Esquerdistas a o nazismo rechaçar.

Esquerdismo o nazismo é.

http://sensoincomum.org/2017/05/31/guten-morgen-38-nazismo-direita/

http://libertatum.blogspot.com.br/2017/05/guten-morgen-38-o-nazismo-era-quotde.html

http://www.spiegel.de/spiegel/spiegelspecialgeschichte/d-55573684.html

http://www.implicante.org/blog/o-nazismo-era-de-direita-ou-de-esquerda-confira-a-melhor-resposta-ja-dada-a-questao/

http://olharatual.com.br/os-8-fatos-que-comprovam-o-nazismo-como-um-partido-de-extrema-esquerda/
https://www.youtube.com/watch?v=EdRrO-cZqo0
https://www.youtube.com/watch?v=MoGCPbU7OOY

A aberração da esquerdista bbc:
http://www.bbc.com/portuguese/salasocial-39809236

acp

.
http://www.alertatotal.net/2017/05/o-nazismo-era-um-movimento-de-esquerda.html

Anônimo disse...

Finalmente alguém tem a coragem de falar a verdade.
George Lukacs explicou porque os
comunistas queriam destruir o Oeste e escreveu enquanto o homem acredito que foi criado por Deus e qué a faísca Divina ilumina a inteligência dele não chegaria no estado de alienação necessário para impor comunismo global.
Todos os últimos movimentos esquerdistas como homossexualidade, mudança de gênero,Environmentalism etc são ataques na história da Criação como contado no livro de Gênesis.

Anônimo disse...

https://www.schillerinstitute.org/fid_91-96/921_frankfurt.html