sexta-feira, 30 de junho de 2017

Presidencialismo de coalizão, colisão e corrupção


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

A “tática de resistência” de Michel Temer é mais manjada que os defeitos estruturais do nosso Presidencialismo de coalizão, colisão e, sobretudo, muita corrupção. O desmoralizado desgoverno peemedebosta – parceiro e sucessor continuísta do regime nazicomunopetralha – articula nos bastidores da politicagem para ganhar tempo. A esperança é que a Câmara dos Deputados embrome a decisão sobre aceitar ou (o que é mais provável) rejeitar o processo pedido pela Procuradoria-Geral da República contra o Presimente da Republiqueta – coisa inédita e nunca antes vista na história desse País de muitos canalhas e muitas canalhices.

Descaradamente, o Executivo e a cúpula do Legislativo costuraram um acordo para aguardar que Rodrigo Janot envie todas as broncas que deseja despejar contra Michel Temer no foro privilegiado do Supremo Tribunal Federal. Fica bem clara a intenção de nada resolver no curto prazo. A intenção real é aguardar que Janot deixe o cargo em 17 de setembro, substituído por Raquel Elias Dodge – escolhida pelo favoritismo de alguns integrantes da cúpula de peemedebistas enrolados na Lava Jato e outras broncas judiciais menos votadas. Não se sabe até quando se poderá postergar uma decisão, até que Janot detone todas as bombas contra Temer.

Temer já foi oficialmente notificado para apresentar sua defesa na primeira denúncia por corrupção passiva. Temer tem o prazo de dez sessões plenárias para entregar seus argumentos à Comissão de Constituição e Justiça. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, que continua sentando em cima de vários 21pedidos de impeachment contra Michel Temer, já avisou que não vai dar para fatiar as votações de diferentes denúncias – como desejam os governistas: “Eu não estou tratando sobre apensamento. Eu estou tratando sobre a denúncia que tem. Eu acredito que Janot vai encaminhar outra peça. Se fosse a mesma peça, não viria separado. Como Janot é um homem preparado, ele não vai copiar e colar, ele vai apresentar outros argumentos”.

Dos 66 votos na Comissão de Constituição e Justiça, pelo menos 34 seriam favoráveis a Temer. Agora, na prática, o único jeito é protelar a tramitação e as decisões na CCJ. O desgoverno se dá mal porque, inevitavelmente, o caso vai para o plenário da Câmara. Lá, são necessários pelo menos 332 votos para autorizar a abertura de processo contra o Presidente no STF. Hoje, Temer aposta que tem votos suficientes para barrar o processo.

Se o STF decidir que Temer vira réu, ele ficará afastado por 180 dias, até uma decisão final. Se Temer perder o mandato, o presidente da Câmara assume interinamente e tem de convocar eleições indiretas. A tragédia é que o Colégio Eleitoral será formado pelos 513 parlamentares – maioria enrolada judicialmente... O Presidente-tampão governaria até o final do mandato que seria da chapa Dilma/Temer.  

A guerra de todos contra todos segue em frente... A instabilidade política segue intensa e vai se alongar. A crise econômica vai junto, apesar da melhora pouco confiável de alguns indicadores. A Lava Jato também segue em frente. Ontem, o STF resolveu que as delações premiadas só poderão ser revistas pelo Colegiado se o dedo-duro descumprir algum item do acordo de “Transação penal” ou se cometer alguma nova ilegalidade. Hoje, as centrais sindicais realizam paralisações parciais em todo o País, sob a desculpa de defender os direitos trabalhistas, quando a intenção real é gritar “Fora, Temer”.  

Quem está prestes a aderir ao grito é o PSDB. Temer vai considerar uma tucanalhice se o partido a base governista. Na CCJ da Câmara, onde tem 7 representantes, 6 já ameaçam votar contra Temer. O apoio temerário pode ser retirado a qualquer momento. No meio de tanta confusão, pelo menos o Presidente terá um momento de prazer culinário. Aceitou comer rabada na casa de Heráclito Fortes. Quem não pode fazer isso é o Rodrigo Loures. O deputado afastado segue, deprimido, na Papuda. A grande dúvida é se puxar cadeia vai convencê-lo a partir para a delação premiada que pode confirmar de quem, realmente, eram os R$ 500 mil na famosa mala...

E assim segue nosso falido Presidencialismo de coalizão, colisão e muita corrupção... O povão está cada vez mais sem paciência... A hora que alguém riscar o fósforo da revolta, a coisa explode... E como as contas do governo não fecham, o papo canalha de sempre é promover novos aumentos em alguns dos noventa e tantos impostos já em vigor... Em tempos de crise econômica, isso pode ser o mesmo que apagar incêndio com gasolina e álcool...

O Brasil precisa de uma mudança estrutural para ser passado a limpo de verdade. Sem isso, tudo ficará ruim ou pior do que sempre esteve...

Grevismo corrompido


Colabore com o Alerta Total

Os leitores, amigos e admiradores que quiserem colaborar financeiramente com o Alerta Total poderão fazê-lo de várias formas, com qualquer quantia, e com uma periodicidade compatível com suas possibilidades.

Nos botões do lado direito deste site, temos as seguintes opções:

I) Depósito em Conta Corrente no Banco do Brasil.
Agência 4209-9, C/C: 9042-5, em favor de Jorge Serrão.

II) Depósito em Conta Poupança da Caixa Econômica Federal ou em agências lotéricas: 2995 013 00008261-7, em favor de Jorge Serrão.

OBS) Valores até R$ 9.999,00 não precisam identificar quem faz o depósito; R$ 10 mil ou mais, sim.

III) Depósito no sistema PagSeguro, da UOL, utilizando-se diferentes formas (débito automático ou cartão de crédito).

IV) Depósito no sistema PayPal, para doações feitas no Brasil ou no exterior.

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!


O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 30 de Junho de 2017.

3 comentários:

Sérgio Alves de Oliveira disse...

O problema,Mestre Serrão,é que de fato o Brasil não suporta mais a pressão ,estando em vias de "explodir" a qualquer momento com muita violência.Resta saber qual será o grupo que tomará a ponta da "revolução". Tudo indica que não será o lado sadio da sociedade,que é o grande prejudicado e sacrificado, e que em última análise é quem carrega esse país de "m...." nas costas,porém a rafuagem parasita de arruaceiros profissionais ,"cheirando" esquerdismo,que antes já mostraram a que vieram. A esta altura dos acontecimentos a delinquência política e jurídica instalada nos Três Poderes não tem mias qualquer freio. Os Poderes Legislativo e Excecutivo sabem perfeitamente que têm o Supremo Tribunal Federal inteiramente na mão,e estes Três Poderes,por suas vezes,também sabem que têm na mão as Forças Armadas,que por seus comandantes abandonaram completamente os interesses da Pátria e se agacharam perante os Três Poderes,que são os únicos a quem obedecem e servem. Enquanto isso ,a tropa e a caserna "engolem" tudo sem qualquer reação,num silêncio sepulcral,atitude de omissão essa que só tem uma definição: covardia.

Anônimo disse...

O Brasil teria uma nova Junta Militar? Quem daria o primeiro passo? Pediram tanto DIRETAS JÁ, para dar nisso?Isso é DEMOCRACIA ou DEMOCRAMERDELÊ?Quanto escândalo.
MILITARES JÁ,para consertar isso.

Anônimo disse...

Então... esse é buraco (junta militar), depois os malditos comunistas pedindo diretas já, se os militares permitirem a maldita "deretas já", volta tudo como antes, novos comunista eleitos democraticamente (com as máquinas viciadas de fabricação russa), acha que não pensaram (eles os militares) nisso...
Um dos motivos (além de outros secretos, de segurança nacional, portanto não conhecidos da população em geral), é essa mesma guerra civil, mencionada em um dos comentários acima, a verdade é que eles os comunistas, querem uma multidão nas ruas, que seria redirecionada a favor dos comunistas, pela tv, rádio e jornais, o mundo acreditaria que o povo quer os socialistas (na verdade comunistas e terroristas) e não os militares, esse é também um dos motivos da "GLOBO-GAY"
FAZER UM MONTE DE NOVELINHAS E MINE SÉRIES, QUE FALAM DOS MILITARES MALVADOS DOS ANOS 60, tudo está redirecionado contra os militares, portanto não é covardia, um pequeno erro, eles perdem, nós perdemos, ficar pouco tempo no governo e depois devolver ao povo analfa, que não sabe votar, é perca de tempo...
Colocar esse lixo comunista lá foi fácil, tirem agora, que eu quero ver !