sábado, 1 de julho de 2017

Crime Institucionalizado mata Lava Jato


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

“As instituições brasileiras realmente funcionam normalmente” (para garantir a injustiça, a impunidade e o Crime Organizado de modo institucionalizado). O Brasil não é o “País da Piada Pronta” (como prega o genial jornalista-humorista José Simão). Somos o “País da Criminalidade Pronta”. O regramento excessivo facilita a Insegurança Jurídica. Absolve-se ou condena-se conforme as “conveniências” (políticas-econômicas) do rigor seletivo. As leis não são cumpridas, mas sim “interpretadas” (por procuradores, por magistrados, ou por bandidos amadores e profissionais). Tudo isto explica a cultura da corrupção sistêmica. #prontofalei...

No cenário do Brasil sob hegemonia estruturalmente criminosa, que tem os poderes estatais como parceiros da delinqüência sistêmica, não foi surpresa alguma a decisão monocrática de um ministro do Supremo Tribunal Federal de aliviar a barra de um dos mais poderosos políticos brasileiros. Providencialmente na véspera do recesso do Judiciário, Marco Aurélio de Mello apenas “interpretou e mandou cumprir a lei” – alguma feita sob medida, dentre os infindáveis recursos permitidos – para devolver o mandato a Aécio Neves.

O negócio não vai parar por aqui. A defesa de Aécio Neves já solicitou que o caso dele seja tirado das mãos do ministro Luiz Edson Fachin e redistribuído (adivinha para quem?): Gilmar Mendes. Já tinham sido mandatos para a “prisão caseira” a irmã dele e o primo (cérebro e braços do neto do falecido Tancredo Neves). Nada de anormal... Não foi à toa que Aecinho soltou uma nota (ops, oficial) com uma frase que deve ter deixado muito brasileiro pt da vida: “Sempre acreditei na Justiça do meu País”... Muito fofo, né?!

O mesmo “princípio” do pragmático cinismo legal tupiniquim valeu para mandar para “prisão” (?) domiciliar o famoso “homem da mala”. Só falta arrumar uma tornozeleira eletrônica (por que será que a geringonça anda em falta?) para que o deputado afastado Rodrigo Rocha Loures também fique detido no carinho do lar que nossas leis garantem ser “inviolável”. Loures dificilmente fará “delação premiada”. Quem mandou soltar Loures foi o ministro Fachin.

O filho do dono de uma famosa barrinha de cereal – quase livre das barras do presídio – seguirá o exemplo dos líderes da petelândia – que mantiveram o silêncio a todo custo, sem dedurar os parceiros aos malvados favoritos da República de Curitiba. Agora, por uma questão de isonomia de tratamento, alguém devia expedir um mandado devolver o mandato dele. Tadinho... Estava sofrendo na cadeia... Agora, com tantas leis e a tecnologia, temos versão atualizada da “Casa de Detenção”. É o programa virtual: “Minha cela, minha casa”...

Assim, o Resistente-Presidente Michel Temer – ineditamente denunciado por corrupção em pleno mandado tampão – não precisará chamar “urubu de meu loures”. Loira só a bela Marcela – aliás, bonita, recatada e, sobretudo, do lar inviolável – para quem eventualmente precisar ficar preso por lá (ou por lar)... Pela vontade popular, que lhe impõe impopularidade quase recorde, Michel Temer já devia ter ido para casa há muito tempo... Ou nem ter isso morar nos Palácios da Alvorada ou Jaburu, por ter sido longo parceiro fiel da Dilma, do Lula e de tantos outros menos ou mais votados...

O mítico Palhasso do Planalto comemorou a soltura de Loures e a devlução do mandato do aliado Aecinho. Nos embalos da impunidade e em ritmo de resistência, não foi à toa que Michel Temer agora quer apresentar, depressa, sua defesa na primeira acusação (por corrupção passiva) feita pelo Procurador-Geral da República marcado para deixar o cargo no dia 17 de setembro. Temer deve antecipar a entrega das alegações defensivas para terça-feira (dia 2), a fim de acelerar a análise da denúncia na Câmara dos Deputados.

Por enquanto, Temer tem maioria parlamentar folgada para que a primeira denúncia contra ele e outras que vierem por aí sejam rejeitadas pelo “legislativo-judiciário”, evitando que o Presidente acabe detonado pelo “judiciário que legisla”... As próximas missões parlamentares são blindar Temer e garantir que o Senado aprove a indicação da subprocuradora Raquel Elias Dodge para substituir (o inimigo) Rodrigo Janot. Assim, o Congresso aprova a Lei de Diretrizes Orçamentárias para o ano que vem, e pode entrar no merecido recesso. Afinal, quanta “trabalheira”...

Em meio a esta zona jurídica, o Negão da Chatuba não entendeu por que a 6ª Câmara de Direito Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo mandou de volta para a Penitenciária do Tremembé o médico Roger Abdelmassih. Semana passada, por graves problemas coronarianos, ele recebeu um “indulto judiciário” para cumprir pena em seu apartamentão no luxuoso bairro paulistano dos Jardins. Em novembro de 2010, Abdelmassih foi condenado a 278 anos de prisão pela juíza Kenarik Boujikian Felippe, da 16ª Vara Criminal de São Paulo. A acusação: o "médico constrangeu ou tentou constranger as vítimas, sempre mediante violência real, a praticar ou permitir que com elas praticasse atos libidinosos diversos da conjunção carnal".

O Negão da Chatuba, que odeia estuprador, fica pt da vida porque pouco ou nada acontece com quem violenta e estupra os princípios de Justiça aqui em Bruzundanga. A Lava Jato vem sendo torturada, lentamente, nos andares de cima do judasciário... A previsão realista é de morte certa nos recursos finais. A primeira instância condena, mas os infindáveis recursos aliviam a barra mais adiante... Juízo Final? Esquece isso...

Contrariando o ingênuo Chatubão de Apolinho, assim caminha o Brasil da injustiça – com impunidade, rigor seletivo e hegemonia do Crime organizadamente institucionalizado...

Vale repetir por 13 x 13: O Brasil precisa de uma mudança estrutural para ser passado a limpo de verdade. Sem isso, tudo ficará ruim ou pior do que sempre esteve...

Releia o irônico artigo de Sérgio Toboada, servidor do Ministério Público Federal: A solução é legalizar a corrupção




Colabore com o Alerta Total

Os leitores, amigos e admiradores que quiserem colaborar financeiramente com o Alerta Total poderão fazê-lo de várias formas, com qualquer quantia, e com uma periodicidade compatível com suas possibilidades.

Nos botões do lado direito deste site, temos as seguintes opções:

I) Depósito em Conta Corrente no Banco do Brasil.
Agência 4209-9, C/C: 9042-5, em favor de Jorge Serrão.

II) Depósito em Conta Poupança da Caixa Econômica Federal ou em agências lotéricas: 2995 013 00008261-7, em favor de Jorge Serrão.

OBS) Valores até R$ 9.999,00 não precisam identificar quem faz o depósito; R$ 10 mil ou mais, sim.

III) Depósito no sistema PagSeguro, da UOL, utilizando-se diferentes formas (débito automático ou cartão de crédito).

IV) Depósito no sistema PayPal, para doações feitas no Brasil ou no exterior.

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 1º de Julho de 2017.

3 comentários:

Anônimo disse...

As instituições brasileiras são, na nova república, um arremedo de coisa séria. Não há, portanto, que se falar se funcionam ou não, são falsas.

ALMANAKUT BRASIL disse...


De pai do programa nuclear à prisão: quem é o vice-almirante que chefiou ações secretas e corrupção estatal - 30/06/2017

Othon Luiz Pinheiro da Silva comandou esquema criminoso em Angra 3 e recebeu a maior pena em um só processo entre condenados na Lava-Jato.

http://montedo.blogspot.com.br/2017/06/de-pai-do-programa-nuclear-prisao-quem.html


Titãs - Vossa Excelência

Jacsonschw

https://www.youtube.com/watch?v=cOS1Sef-GH4

Anônimo disse...

A pres. do STF a sra. Carmen Lucia deve estar arrependida de ter dito que o crime não vencerá a justiça, quando tomou posse. Caminhamos a passos largos a termos o mesmo destino do processo mãos limpas, que detonaram o juiz Falconi na Italia e tudo voltou como antes naquele quartel de abrantes. Gostei do comentário do sr. Taboada que acha que temos que nos conformar em sermos um país corrupto desde sempre e que não devemos admitir é o saque cometido nas era do PT e que continua ativo mesmo com o advento da operação lava jato, que perderá sua força após a saída do PGR Rodrigo Janot. Pior do que está ainda pode ficar, com a desmoralização total da lava jato com o arquivamento dos processos do lularapio pelo STF.
Acredite se quiser e salve-se quem puder. !!!