segunda-feira, 10 de julho de 2017

Imunidade Religiosa


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Henrique Abrão e Laércio Laurelli

Retomo aqui e pela pertinência um tema palpitante. Há de se indagar se a regra constitucional da imunidade religiosa é absoluta ou comporta interpretação sempre no sentido de se proteger a teleologia de sua consecução na aplicação de fatos e regulamentar um conjunto de medidas para que muitos não se blindem por meio das chamadas igrejas de interesse, visando à lavagem de dinheiro, cometimentos de ilícitos e escândalos a rodo.

O parlamento infelizmente vem sacramentar a imunidade absoluta e isso tem sido um malefício e não beneficio para o Brasil. O que assistimos é uma paralisia da economia e uma falta de crescimento preocupante. Enquanto isso inversamente proporcional ao estado de miserabilidade da população, as fantasiosas igrejas oferecem e disponibilizam tudo em troca de milagres e vão expandindo suas redes de franquia e outros tentáculos da nossa incapacidade de discernimento e correta tributação.

Não se pode aplaudir a medida de imunidade e total isenção sem qualquer classificação e principalmente um mecanismo de avaliação pela Receita e Ministério Público das circunstâncias dessa anomalia que é constante no País. Espalham-se aos quatro cantos essa pseudoreligiosidade a qual só busca a fortuna de poucos e a miséria de muitos. Exceção do culto religioso as demais atividades desenvolvidas devem ter por norte a tributação ainda que diferenciada.

De tal sorte, enquanto exploram comércio, estacionamentos, venda de produtos e oferecem rifas, tudo isso merece o devido enquadramento. Importam lapides e mármores do exterior, valiosíssimos, e nossa Receita com a Justiça ficam gravando o que está escrito na constituição sem uma interpretação mais ampla e condizente com aquilo que se chama a presença de bancada evangélica no parlamento com mais de cem deputados os quais somente defendem aos interesses desses cultos que viciam e se locupletam em torno da miséria e invadem as televisões.

Compram redes de televisão, radios e todas as demais mídias, jornais e não se prestam à nada somente o benefício de terem carros importados, jatos, e mansões no exterior, e não se faz anotar que o dinheiro que fez essa fortuna proveio do culto ou foi tirado a fórceps dos fiéis, a tamanha infidelidade chega ao ponto de realizarem essas pretensas conversões 7 vezes por semana e 24 hs dia, com a vinda de pessoas do continente latino americano, eixo no qual as veias abertas sangram por causa de uma esquerda despudorada e uma direita que não fez por merecer a sorte do voto, donde um centro tipo Macron funcionaria como qualidade e competência no Brasil marginal de grupos e quadrilhas que assustam a nossa população.

Essas igrejas as quais se beneficiam da imunidade e nada pagam aos fiscos federal,estadual e municipal deveriam ter obrigações complementares e acessórias, construir escolas, realizar parcerias, investir em medicamentos e ter redes de hospitais em parceria com o Estado. Noutro giro a falência de um Estado cuja arrecadação suplanta um trilhão de reais sucede por causa da corrupção e os gastos incalculáveis e impublicáveis dos três poderes da republica. Manter o status quo da imunidade significa criar doravante verdadeiros falsos lideres os quais já começam avançar nos principais jornais de circulação e pensam em 2018 para chegar ao poder e dominar aos incautos e incultos com migalhas e mais misérias distribuídas em troca do milagre da multiplicação do dinheiro deles, já que do pão nada fazem e o circo do futebol perdeu o seu impacto.

Ruas lotadas e igrejas neopentecostais sendo consolidadas e também evangélicas com que dinheiro se temos 13,5 treze milhões e meio de desempregados. Haverá de existir uma profunda força tarefa com a presença do MPF, da Receita Federal, COAF e todos os demais organismos a fim de que possam estabelecer metas e diretrizes, evitando o saque e transferência dessa riqueza feita à custa do suor dos mais pobres em mansões e carros de luxo no exterior.

Causa consternação mantermos a imunidade a qual está hospedada na atividade do culto religioso todas as demais paralelas não podem ser
ditas acessórias apenas para canalizar uma interpretação sem base ou fundamento legal algum. Enquanto mantivermos essa interpretação constitucional ilegal e o parlamento por interesses próprios não traçar uma visão mais adequada aos brasileiros que recolhem mais de um trilhão no semestre à receita não haverá justiça fiscal e muito menos tributária. O nosso Supremo Tribunal Federal encarregado de dar a última palavra deveria ser instado mediante uma ação de preceito fundamental ou ADI, no sentido de que declarasse a imunidade exclusiva e ortodoxa para simples e vitalmente o culto religioso, as demais teriam tributação menos diferenciadas e não estariam na base do pensamento do legislador.

Essa transformação propiciaria uma conceituação de maior equilibrio dentro do entorno de tratarmos desigualmente aos desiguais. Cabe aqui uma confissão: essa imunidade constitucional traduz uma leitura que sinceramente favorece riqueza de poucos e esfrangalha miséria e desestabilização milhões cujo pertencimento é de sofrerem uma verdadeira lavagem cerebral para abrirem seus cofres e doarem tudo que tem ou que não tem na certeza de que o milagre haverá de acontecer.

São essas anomalias que nos impelem a considerar inconstitucional o predicado erigido em 1988 muito longe e distante dos nossos dias nos quais o avanço desses cultos de fachada servem como pão e circo para uma sociedade anestesiada e sem forças para redescobrir o verdadeiro anseio pela justiça fiscal.


Carlos Henrique Abrão (ativa) e Laércio Laurelli (aposentado) são Desembargadores do Tribunal de Justiça de São Paulo.

8 comentários:

Loumari disse...

Cada pessoa que lhe sobra todavia algo de faculdade de discernimento deve questionar-se a si mesmo: Todas estas igrejas que estão a surgirem hoje, e estão a florescer por todas partes, por todas ruas das cidades, em 2000 anos onde estavam elas para só surgirem hoje?
Todas estas efervescências religiosas hoje são porque Jesus Cristo nasceu ontem? Onde estavam em dois mil (2000) anos?


A Bíblia diz:

MATEUS 22:29 Jesus, porém respondendo, disse-lhes: ERRAIS, NÃO CONHECENDO AS ESCRITURAS, NEM O PODER DE DEUS.


OSÉAS 4:6 O meu povo foi destruído, porque lhe faltou o conhecimento; porque tu rejeitaste o conhecimento, também EU te rejeitarei, para que não sejas sacerdote diante de mim; visto que te esqueceste da lei do teu DEUS, também EU me esquecerei dos teus filhos.
Como eles se multiplicaram, assim contra MIM pecaram; EU mudarei a sua honra em vergonha.


APOCALIPSE 3:14 E, ao anjo que está em Laodiceia, escreve: Isto diz o ÁMEN, a testemunha fiel e verdadeira, o princípio da criação de Deus:
Eu sei as tuas obras, que nem és frio nem quente; oxalá foras frio ou quente!
Assim, porque és morno e não és frio nem quente, vomitar-te-ei da minha boca.
Como dizes: Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta; e não sabes que és um desgraçado, e miserável, e pobre, e cego, e nu,

Loumari disse...

2 PEDRO 2:12 Mas estes, como animais irracionais, que seguem a natureza, feitos para serem presos e mortos, blasfemando do que não entendem, PERECERÃO NA SUA CORRUPÇÃO,
Recebendo o galardão da injustiça; pois tais homens têm prazeres nos deleites quotidianos; nódoas são eles e máculas, deleitando-se em seus enganos, quando se banqueteiam convosco;
Tendo os olhos cheios de adultério, e não cessando de pecar, engodando as almas inconstantes, tendo o coração exercitado na avareza, FILHOS DA MALDIÇÃO.
Os quais, deixando o caminho direito, erraram, seguindo o caminho de Balaão, filho de Bosor, que AMOU O PRÉMIO DA INJUSTIÇA;
Mas teve a repreensão da sua transgressão: o mudo jumento, falando com voz humana, impediu a loucura do profeta.
Estes são fontes sem água, nuvens levadas pela força do vento, PARA OS QUAIS A ESCURIDÃO DAS TREVAS ETERNAMENTE SE RESERVA;
Porque, falando coisas mui arrogantes de vaidades, engodam com as concupiscências da carne, e com dissoluções, aqueles que se estavam afastando dos que andam em erro;
Prometendo-lhes liberdade, sendo eles mesmos SERVOS DA CORRUPÇÃO;

Loumari disse...

EU SOU O ALFA E O ÓMEGA, o princípio e o fim, o primeiro e o derradeiro.
Bem-aventurados aqueles que lavam as suas vestiduras no sangue do CORDEIRO, para que tenham direito à árvore da vida, e possam entrar na cidade pelas portas.
Ficarão de fora os cães e os feiticeiros, e os que se prostituem, e os homicidas, e os idólatras, e qualquer que ama e comete a mentira.
EU, JESUS, enviei o meu anjo, para vos testificar estas coisas nas igrejas. EU SOU A RAIZ E A GERAÇÃO DE DAVID, A RESPLANDECENTE ESTRELA DA MANHÃ.
E O Espírito (Deus) e a esposa (a Virgem) dizem: Vem. E quem ouve, diga: Vem. E quem tem sede, venha; e quem quiser, tome de graça da água da vida.
(APOCALIPSE 22:13)


Aquele que testifica estas coisas diz: Certamente cedo venho. Ámen. Ora vem, SENHOR JESUS!
A graça do nosso Senhor Jesus Cristo seja com todos vós! Ámen.
(APOCALIPSE 22:20,21)

Loumari disse...

CARTA DO DIABO PARA OS CRISTÃOS

Levo ao conhecimento de todos os Cristãos, que estou trabalhando muito, embora que me pintem duma maneira feia dizendo que eu tenho chifre, cauda e outras coisas, mas entretanto não sou bem assim. Quem conhece a Bíblia, sabe muito bem que posso me transformar em anjo de luz (2 CORÍNTIOS 11:14). Na realidade vou à igreja com mais frequência do que muitos Cristãos. Sinto-me tão feliz vendo Cristãos preguiçosos que não oram e nem lêem a Bíblia. É nisso que transbordo de alegria e chego a bater palmas. Quanto menos orarem e lerem a Bíblia, melhor para mim. Minha maior alegria é quando no momento da pregação muitos ficam a conversar,navegar e usarem Facebook, outros saem para irem ao WC. No momento da pregação faço as pessoas conversarem, dormirem, se levantarem a todo momento, faço cair Bíblia, livros ou outros objectos para perturbar o silêncio das pessoas. Estão a ver como eu sou! É até engraçado dizer que sou preguiçoso, não acha? Minha maior tristeza é quando vejo a igreja a cantar.
Lembro-me que fui o primeiro maestro. Me rebelei contra Deus, querendo ser igual a Ele, e fui expulso perdendo o meu privilégio no Céu. Hoje na igreja a musica é o que mas odeio, porque sei que nunca mas poderei dirigir uma congregação, por isso que eu tenho colocado spirito de orgulho e prostituição aos musicos, (EZEQUIEL 28:12,13,14,15). O meu fim está próximo. Por isso é que nesses últimos tempos, tenho trabalhado muito para levar multidões comigo no inferno. Tenho provocado muitos acidentes, mortes nas estradas, nos hospitais e suicídios. Minha missão é matar, roubar e destruir (JO 10:10). Tenho atraído multidões com músicas, danças, festas, bebidas alcoólica, drogas, facebook, telenovelas, filmes, fama, moda, luxúria, dinheiro, prazeres sexuais etc. Gosto ver mulheres andando de barriga por fora, seios a mostra, roupas que mostram as partes íntimas do corpo, para despertar a sensualidade dos homens. Muitas até vão a igreja com saias que tem racha para mostrar as pernas linda no templo de Deus,calças apertadas que marcam o formato do corpo, saias curtas, decoteis, camisolas apertadas para mostrar os músculos no templo de Deus, cortes de ímpios e uns em voz baixa telefonam no templo de Deus. Eu não tenho medo de revelar meus segredos. Sei muito bem que mesmo contando tudo isso, não vai haver em vós nenhuma melhoria. As coisas que me deixa irritado na igreja são: o jejum, as orações, intercessão e ofertas. Quando eu não quero que alguém não vá a igreja, eu coloco os seguintes pensamentos: Você está cansado não tens condições de ir à igreja. Então não vá! Os cultos são demorados e cansativos, não vá! Descanse, fique curtindo TV! Bem, eu acho que já falei demais. Se me deres uma oportunidade para te usar, agradecia antecipadamente. Estou sempre de olhos, atento a todos. Vou parar por aqui, e espero que não haja nenhuma melhoria, pois, isso me dá mais liberdade de actuar no mundo, e terei mais possibilidade de enganar as pessoas. Se realmente me amas, não mostra essa mensagem a ninguém ! Sem mas outro assunto, eu me despeço deixando um abraço de toda minha família infernal. Do seu inimigo certo, nas horas incertas. Subscrevo-me. Belzebu Satanás

Anônimo disse...

Caso a tal "justiça injusta" tivesse feito "a sua pequena parte"...
O (des)governo a sua miserável obrigação ...
Há ... Estou perdendo o meu tempo respondendo...

Anônimo disse...

“Sacerdotes” da Revolução anticristã hoje promovem o retorno ao paganismo

Na medida em que a Revolução demole os restos da civilização cristã, ela vai afundando o mundo nas águas estancadas e fétidas de um novo paganismo, pior que o da Antiguidade ou dos povos mais decadentes:

“Dominados os reis, as massas do povo indo atrás de seus governos, resulta que neste mundo político material visível voltou a se constituir o paganismo antigo, embora acomodado em sua forma à especialíssima situação da época” (“Relaciones entre los espíritus y el hombre”, El Ermitaño, Nº 117, 2-2-1871).

Fonte:
https://aparicaodelasalette.blogspot.lu/2017/07/sacerdotes-da-revolucao-anticrista-hoje.html

PS: Tirando a Bíblia (o velho e o novo testamento) das mãos do povo (inocente), estes serão entregues a "todo tipo de coisa"

Anônimo disse...

"Na medida em que a Revolução demole os restos da civilização cristã, ela vai afundando o mundo nas águas estancadas e fétidas de um novo paganismo, pior que o da Antiguidade ou dos povos mais decadentes."
UM PAGANISMO PIOR DO QUE O DA ANTIGUIDADE!!! CONCORDO PLENAMENTE COM ESSA AFIRMAÇÃO. TRISTES TEMPOS OS QUE ESTAMOS VIVENDO...

Anônimo disse...

No caso de contrapartidas e parcerias, sempre haveria o risco de o Estado querer impor sua agenda ideológica em detrimento das convicções religiosas, como Obama exigindo a adoção de seu programa governamental de saúde (com a obrigatoriedade de oferecer anticoncepcionais e cirurgias de mudança de sexo) de hospital dirigido por freiras católicas, se quisessem receber subsídio federal. Trump eliminou essa exigência.