sábado, 5 de agosto de 2017

Descãosso da Companhia


“País Canalha é o que não paga precatórios”

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira

“Fatigué”, o primeiro cão nalha busca repouso equilibrando-se no fio da navalha.

Se não tomar uma mão amiga na orelha, seguirá, de rabo erguido, até o fim do mandato. Manco como pato. (cacófatos propositais).

É incãoprensível a apatia do povão. Será que a fúria foi, é e será em vão?

Penso de modo diverso. A população, mais esperta que os palhaços 'soi- disant” analistas políticos, já percebeu que a vaca reformista foi pro brejo.

Assim, apertou a tecla “foda-se” e segue com passividade bovina o desenrolar da pantomima.

Cai do céu um maná ou o país continua ao Deus dará ?

Se a cãotabilidade for feita, talvez saia mais barato esquecer as reformas do que o custo de aprová-las no susto.

A porcada já percebeu que está na última imbira. Para a derradeira mordida é agora ou nunca.

De nossa parte, por faltar-nos engenho e arte, recorremos a Curzio Malaparte, com alguma licença: “Malditos Políticos”. Toscanos ou tucanos, ambos entrarão pelos canos (rima mixa recorrente!).

Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

4 comentários:

Loumari disse...

Ephesians 4:2 Be completely humble and gentle; be patient, bearing with one another in love. 3 Make every effort to keep the unity of the Spirit through the bond of peace. 4 There is one body and one Spirit, just as you were called to one hope when you were called; 5 one Lord, one faith, one baptism; 6 one God and Father of all, who is over all and through all and in all.


Revelation 22:20 He who testifies to these things says, “Yes, I am coming soon.”Amen. Come, Lord Jesus. 21 The grace of the Lord Jesus be with God’s people. Amen.

Anônimo disse...

Ainda bem que não falou de "onça" dessa vez, porque isso não existe meu caro. Existe é um gatinho que fica ronronando por algumas migalhas do orçamento e um reajustezinho de 10% para serem pagos em 5 anos e só. A tal "onça", sua, é uma rã na panela que já está sendo cozida em fogo brando faz muito tempo, está quase no ponto de ser degustada com alguns molhos bolivarianos. A única solução é um povo furioso e bem armado, que come tudo que tiver pela frente, inclusive a "onça" (gatinho ou rã).

jomabastos disse...

"É incãoprensível a apatia do povão. Será que a fúria foi, é e será em vão?"

Uma grande verdade!

Anônimo disse...

O povo já entendeu que a fúria, em política, pode ser instrumentalizada por grupo que quer chegar ao poder apenas para substituir quem lá está, para prosseguir a onipresente agenda fabiana. A espalhafatosa manipulação lulopetista da indignação popular (o discurso da ética na política) foi didática nesse sentido. Também está aprendendo que não há opção com Bolsonaro em ambiente de instituições aparelhadas.