domingo, 3 de setembro de 2017

A chance de vitória do Fator Bolsonaro


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Não é recomendável cometer injustiças. Nem Michel Temer é o Ladrão-Geral da República, nem Joesley Batista é o Grampeador-Geral da República. O Presidente e o empresário são hoje apenas a dupla mais conflituosa em meio a uma máquina de corrupção sistêmica. O titular do Palácio do Planalto manda menos do que pensa. É uma mera marionete de um sistema que mantém o Brasil sob regime de ilusória independência. Os presentes negócios da China e afins são a prova de que o Brasil é uma importante colônia de exploração da Era Globalitária.

Estamos na “Semana da Pátria”. Os militares fazem a parada de sempre.  Poucos realmente comemoram. Faltam motivos e motivações. As pessoas são forçadas, pelas circunstâncias históricas e culturais, a aderiram a um pragmatismo cínico. Ou seja, “estamos na merda, porém, como bons filhos da Pátria, vamos fingir que tudo pode melhorar, algum dia ou na próxima eleição”. É neste ritmo que a maioria dos brasileiros se prepara para o Fla-Flu eleitoral de 2018. Todos contra a corrupção no discurso, porém tolerantes, coniventes ou omissos diante da evolução dos corruptos.

Vamos para mais uma eleição de resultado inconfiável por urnas eletrônicas que não permitem recontagem por impressão de voto. A lisura do resultado é completamente incerta, apesar do mentiroso discurso do Tribunal Superior Eleitoral e dos tribunais estaduais. Fica a esperança de uma renovação política - que dificilmente acontecerá, porque o modelo é corrupto. Apesar disto, o pleito de 2018 tem uma novidade: o Fator Jair Bolsonaro. Os esquemas atuais de politicagem não sabem como lidar com ele, e nem como derrotá-lo. O criminoso sistema que desgoverna o Brasil nunca esteve tão confuso.

O Fator Jair Bolsonaro não é determinado pelo indivíduo Jair Bolsonaro. Trata-se de uma conseqüência direta do Fator Lava Jato combinado com a desmoralização da classe política. O brasileiro se diz cansado de tanta roubalheira, sacanagem e incompetência com a coisa pública. O caos da crise institucional e a insegurança (sobretudo jurídica) geram o desejo por soluções imediatas e extremas. Sem noção exata de que o problema é a estrutura do nada democrático Estado-Ladrão brasileiro, a maioria atribui ao “regime petista” e seu “estilo de canhota canhestra” todos os males recentes do Brasil. Assim, ganha força uma candidatura opositora que represente valores contrários, conservadores, e prometa arrasar com o inimigo.

É aí que entra em cena o Fator Bolsonaro. No imaginário popular, o outrora Capitão do Exército Jair e seus filhos representam aqueles que se apresentam como combatentes para derrotar Luiz Inácio Lula da Silva - o desmoralizado “Guerreiro do Povo Brasileiro”. Bolsonaro também leva vantagem sobre todos os outros políticos tradicionais que são candidatos. Seu nome não aparece envolvido em nenhum esquema de corrupção. Acusá-lo de autoritário, homofóbico e até de “nazista”, como fazem a petelândia e afins, não surte efeito e ainda fortalece a imagem do “mito” disposto a massacrar os safados e corruptos.

Assim se cria e consolida a imagem do herói para quem a maioria dos brasileiros gostaria de delegar (ou terceirizar) a missão de solucionar os principais problemas da Nação. Bolsonaro é transformado em uma espécie de “remédio amargo, mas que resolve”. Embora ainda não tenha sido testado em gestão pública, e ainda não tenha apresentado, claramente, que Projeto de Nação tem para o Brasil, Bolsonaro personaliza, no imaginário popular, a imagem de um sujeito com personalidade forte, com coragem e com capacidade para derrotar aqueles que “destruíram o Brasil e prejudicaram os brasileiros”.

O esquema vigente de poder fará o diabo para eliminá-lo da corrida presidencial. Já estão em curso os golpes judiciais que tentam condená-lo por bobagens: um suposto crime ambiental porque pescou em área proibida em Angra dos Reis e aquela farsa do “estupro verbal” contra a deputada Maria do Rosário (verdadeira causadora da agressão a Bolsonaro). A grande questão é o Supremo Tribunal Federal, terá coragem de legitimar a jagunçagem contra o “Mito”.

Se cometer tamanho desatino, a cúpula do Judiciário corre o risco de sacramentar sua desmoralização perante a opinião pública. O mar de lama não está para peixe togado. Nunca antes na História deste País se falou tão mal de magistrados, sobretudo dos 11 do Supremo, nas ruas ou nas redes sociais. Isto não é bom. As pessoas constatam que o Judiciário deixa de cumprir seu papel de moderador de conflitos em meio a uma guerra de todos contra todos os poderes.

Novamente, a culpa não é dos “indivíduos-magistrados”, mas sim de uma estrutura estatal cartorial e corrupta, com regramento excessivo que viabiliza o rigor seletivo (para punir e perdoar quem for conveniente), promovendo jagunçagem ou impunidade, de acordo com as circunstâncias e interesses dos poderosos de plantão. Se não for eliminada esta máquina de moer gente, o Brasil permanecerá na “merda” institucional. Temos de abolir daqui o regime Capimunista Rentista e Corrupto do Estado-Ladrão – dominado pelo sistema do Crime Institucionalizado que nos governa de fora para dentro.

Ainda não há sinais concretos de que o Fator Bolsonaro seja capaz ou se proponha a cumprir tal missão estratégica de proclamar, de verdade, a Independência do Brasil. Por enquanto, o Fator Bolsonaro se propõe e se credencia apenas a vencer o próximo “Fla-Flu” presidencial. Até agora, a desqualificada esquerdalha e seus parceiros na corrupção têm dado uma grande ajuda ao Bolsonaro. Embora ainda seja cedo para outubro de 2018, Bolsonaro já é um candidato a ser levado a sério para ocupar o trono do Palácio do Planalto.           

Se Bolsonaro é bom ou ruim, uma coisa é certa: a maioria do eleitorado não deseja votar em Ladrões-Gerais da República ou naqueles que foram delatados por tantos outros Corruptos-Gerais de Bruzundanga.   

 

Pedinte


Delação devastadora


Um estouro


Colabore com o Alerta Total

Os leitores, amigos e admiradores que quiserem colaborar financeiramente com o Alerta Total poderão fazê-lo de várias formas, com qualquer quantia, e com uma periodicidade compatível com suas possibilidades.

Nos botões do lado direito deste site, temos as seguintes opções:

I) Depósito em Conta Corrente no Banco do Brasil.
Agência 4209-9, C/C: 9042-5, em favor de Jorge Serrão.

II) Depósito em Conta Poupança da Caixa Econômica Federal ou em agências lotéricas: 2995 013 00008261-7, em favor de Jorge Serrão.

OBS) Valores até R$ 9.999,00 não precisam identificar quem faz o depósito; R$ 10 mil ou mais, sim.

III) Depósito no sistema PagSeguro, da UOL, utilizando-se diferentes formas (débito automático ou cartão de crédito).

IV) Depósito no sistema PayPal, para doações feitas no Brasil ou no exterior.

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!


O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 3 de Setembro de 2017.

8 comentários:

Anônimo disse...

Bolsonaro vai dar munição pra eleger Ciro Gomes.

Antes, Bolsonaro deve ser testado em seu reduto eleitoral: Governador do Rio de Janeiro.
Aí sim, terá bala na agulha para alçar a Presidência da República, isso se fizer uma boa gestão no estado. Será o seu teste de gestor público.

Recorte, guarde e confere em outubro de 2018.

Anônimo disse...

Por outro lado, não podemos omitir que as esquerdas são potencialmente BANDIDAS E DEVASSAS, haja visto que fizeram com a desenvolvida Cuba, antes da entrada do carniceiro F Castro e sucia, assim como a vitrine do descalabro, a VENEZULAÉMERDA, retrato garantido onde os desmiolados comunistas metem suas patas sujas de sangue e mentes desequilibradas cheias de furor contra tudo que não seja contraditorio!
Faltam ao povo pastores da Igreja católica, não poucos, que alertem as pessoas das malvadezas dos anti cristãos, parecendo que a maioria quase toda foi narcotizada ou passou pelo silencio para o lado de lá, pois omissão e silencio são conivencias com o erros, casos do comunistas sacerdotes aderidos à esquerdista TL-PT e a mais PCs, apregoando o marxismo nas paroquias de forma bastante sutil, embora socializado, como se fosse cristianismo católico!

Anônimo disse...

BONSONARO TEM É IR DAR A BUNDA NA CADEIA, ESSE FDP JÁ COMETEU TODOS OS CRIMES E NUNCA FOI INCOMODADO, ELE É DA ÉPOCA ONDE AS POLICIAS USAVAM OS VEICULOS E OS SOLDADOS PARA TRAFICAREM, DA ÉPOCA QUE DEIXARAM O POVO NA MISÉRIA, QUEM ACHA QUE HOJE ESTÁ RUIM QUE VOLTEM AO PASSADO E RELEMBREM O INFERNO QUE ERA ESTE PAIS... NADA ERA PRODUZIDO E O POUCO DO QUE AQUI ERA EXTRAIDO ERA ROUBADO POR ESSA MAFIA QUE VIVEM ATRAVANCANDO O NOSSO PROGRESSO, O JUDICIARIO, AS FFAA, A MAÇONARIA POR ONEM PASSAM DEIXAM UM RASTRO DE BÓSTA, CRIARAM LULA, PT, POLITICOS E SÃO ELES QUEM COMANDAM TODAS AS FACÇÕES CRIMINOSAS E LUCRAM COM A DESGRAÇA DO POVO... JUIZES, DESEMBARGADORES, PROMOTORES ESTÃO POR DE TRÁZ DE UM PLANO ONDE OS CRIMES E AS SABOTAGENS CAEM NAS COSTAS DOS POLITICOS DEIXANDO LIMPAS AS SUAS CARAS DE PAU E COMO SANTOS SEMPRE SAEM PELAS TANGENTES...

jomabastos disse...

O Jair Bolsonaro, para querer ter verdadeiras hipóteses de se eleger como Presidente, tem que ser mais profundo e específico na resolução e solução para as maiores necessidades que existem neste País: Educação, Saúde, Infraestrutura(Rodoviária, Ferroviária e Portuária), Saneamento Básico e Segurança. A não acontecer esta situação, dificilmente ele sairá vitorioso de uma luta política desigual para a Presidência deste Brasil.

Mas o Bolsonaro tem que abordar seriamente e não em discussões sem sentido, o mais importante para todos nós brasileiros e o mundo civilizado, que é a Corrupção e o Crime Institucionalizado que domina, desencaminha e destrói este Brasil. A verdade é que, "Se não for eliminada esta máquina de moer gente, o Brasil permanecerá na “merda” institucional. Temos de abolir daqui o regime Capimunista Rentista e Corrupto do Estado-Ladrão – dominado pelo sistema do Crime Institucionalizado que nos governa de fora para dentro.".

"Se Bolsonaro é bom ou ruim, uma coisa é certa: a maioria do eleitorado não deseja votar em Ladrões-Gerais da República ou naqueles que foram delatados por tantos outros Corruptos-Gerais de Bruzundanga.". Então o Jair Bolsonaro que se esmere, se quer ser um sério candidato à presidência em 2018!

Anônimo disse...

Nessa briga entre o presidente Temer e Joesley, acho... que eles estão falando a verdade no tocante às propinas e nos "elogios". Que qualidade de empresário teria tanta facilidade de acesso a parlamentares e autoridades políticas e ter a cara de pau de ir pedir que interferissem à favor dele se não tivesse a certeza de que eram corruptos? Da mesma forma, que tipo de políticos e autoridades aceitam receber esse tipo de empresário e não reagem contra as propostas imorais?

Sérgio Alves de Oliveira disse...

Não gosto nada do Bolsonaro. Apesar disso, sei que ele é do "tipinho" bem ao gosto da cancerosa "democracia"(oclocracia) brasileira,que jamais daria espaço para um "cara" à altura das suas necessidades. Todos os "presidenciáveis" que já se apresentaram são prova viva. A maior confirmação dessa assertiva é o museu de "coisas exóticas" que tomou assento nos Poderes Executivo e Legislativo,em todos os níveis (federal,estadual e municipal). Mas a única grande vantagem que Bolsonaro poderia trazer à sociedade,caso ele fosse eleito,é que talvez ele agisse com a ferocidade de um animal ferido,de tanto ser batido, e por isso teria "peito" para acionar o comando do artigo 142 da Constituição (Intervenção),através dos homens de confiança que ele poderia nomear para o Ministério da Defesa e das Três Forças,pois certamente o seu Governo seria boicotado pelo "Sistema" que sempre mandou no Brasil.Pelas rotinas que aí estão ele não conseguiria governar e cumprir as suas promessas.

Anônimo disse...

Chamem Bolsonaro de corrupto, porra!

Anônimo disse...

(YouTube) Voce usa barba, cavanhaque... Cristina Cairo na Radio Mundial 18-04-2017 (Bem Viver Bem - 18-04-2017).