terça-feira, 31 de outubro de 2017

Raloin: Mago Gilmar adoça para Cabralzinho


2ª Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Feliz Ralion para o Serginho Cabralzinho! O supremo mago Gilmar Mendes, que parece um amante da liberdade dos políticos errados, sacudiu a toguinha, balançou a varinha e decidiu que o detento Sérgio Cabral Filho não será transferido para o Presídio Federal em Mato Grosso do Sul. Político corrupto desfruta de gostosuras e travessuras o ano inteiro, e não só no Dia das Bruxas. Assim, Cabral seguirá no feitiço de mordomias por ele desfrutadas na penitenciária que seu desastroso governo ajudou a reformar.

Só pode ter sido por efeito do Halloween que a defesa cabralina teve a suprema sorte de que o sorteio do pedido para que Cabral fique onde está caísse para Gilmar Mendes. Ninguém se surpreenda se, em breve, um outro lance sortudo permitir que Cabralzinho acabe soltinho da Silva. O “onestíssimo” ex-governador Fluminense, que torce pelo Vasco, conseguiu mais um lance de desmoralização do judiciário. Azar do juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal no RJ, e de outros que lutam por um Brasil que puna a corrupção institucionalizada.

Felicidade de quem recebe tratamento privilegiado na cadeia, e ainda tem a mulher tecnicamente solta em “prisão domiciliar” no prédio de luxo do Leblon. É apenas mais um deboche do Estado-Ladrão contra os cidadãos honestos. No País do Raloin, Bandido bom é bandido governando, legislando ou julgando...

Leia, abaixo, o artigo de Caíque Mafra: Geraldo, filie-se logo ao PT ou pare de seguir a agenda petista


E releia a primeira edição: Geraldo, filie-se logo ao PT ou pare de seguir a agenda petista  


Indústria da multa a todo vapor


O esquema terrorista do Estado-Ladrão resolveu investir pesado na arrecadação pela via do instrumento repressor da multa de trânsito.

Além da malandragem da multa aplicada por média de velocidade nas principais vias da cidade de São Paulo – que é um ensaio para a implantação do chip veicular desejado por prefeituras e seguradoras -, agora vem mais uma tungada em quem desrespeita as caríssimas banguelas das praças de pedágio – que nunca dão aos motoristas a NOTA FISCAL depois do assalto à mão armada (perdão, pagamento) da tarifa...

Colabore com o Alerta Total

Os leitores, amigos e admiradores que quiserem colaborar financeiramente com o Alerta Total poderão fazê-lo de várias formas, com qualquer quantia, e com uma periodicidade compatível com suas possibilidades.

Nos botões do lado direito deste site, temos as seguintes opções:

I) Depósito em Conta Corrente no Banco do Brasil.
Agência 4209-9, C/C: 9042-5, em favor de Jorge Serrão.

II) Depósito em Conta Poupança da Caixa Econômica Federal ou em agências lotéricas: 2995 013 00008261-7, em favor de Jorge Serrão.

OBS) Valores até R$ 9.999,00 não precisam identificar quem faz o depósito; R$ 10 mil ou mais, sim.

III) Depósito no sistema PagSeguro, da UOL, utilizando-se diferentes formas (débito automático ou cartão de crédito).

IV) Depósito no sistema PayPal, para doações feitas no Brasil ou no exterior.

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!


O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 31 de Outubro de 2017.

Geraldo, filie-se logo ao PT ou pare de seguir a agenda petista

Geraldo gozado pela petelândia

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Caíque Mafra

O governador Geraldo Alckmin, em evento da patética tendência interna petista/tucana “Esquerda pra Valer” chamou atenção da imprensa por suas declarações populistas e desastrosas durante sua apresentação. O governador do Estado de São Paulo fez uma infeliz explanação sobre a importância de uma alternativa para o liberalismo, na sua visão, "a social democracia, pois sem a presença do Estado na economia, o grande pisaria no pequeno” (sic).

Esse discurso focado na santificação do Estado para salvar o pobre do capitalismo, foi exatamente o que elegeu Lula e Dilma no Brasil, e ludibriou e massacrou milhões mundo afora.

Semanas antes, Alckmin dizia que Lula foi de “extrema direita” pois “teve os juros mais altos da história”. Isto significa que: ou nada sabe sobre política ou simplesmente inverte o sentido daquilo que é flagrante a olhos vistos, considerando que terá mais prestígio se projetando como “esquerda democrática” em oposição ao facínora de “extra-direita do PT”.

Na primeira hipótese, Alckmin não teria capacitação de ser candidato à presidência, pois acredita que ser de liberal ou conservador é ser anti-pobre, a favor da desigualdade e da miséria material, e que portanto, a solução é seguir o ideário social e econômico do PT.

Na segunda hipótese, Alckmin também não teria capacidade de ser candidato à presidência, pois, caso sua guinada recente à esquerda seja estratégica para agradar um certo segmento da população, então seria uma 'bola de neve'.

Tendo que, em seguida, ofertar cargos, ministérios, verbas, enfim, seguir a agenda de esquerda e aparelhar o Estado com os mesmos esquerdistas que quebraram o Brasil na Era PT. Em suma, entregaria a estrutura administrativa inteira aos comunistas e manteria o cargo simbólico da presidência, satisfeito por não desagradar essa parcela tão pequena porém barulhenta da sociedade.

Esse exercício de tentar inferir o motivação de Geraldo Alckmin com suas declarações esdrúxulas é difícil, mas todos os caminhos convergem em um cenário ideal para o petismo. Querer vencer o PT como “real candidato de esquerda” ou não ser esquerdista, porém abaixar a cabeça para os vermelhos, de qualquer forma não é o que o brasileiro deseja para 2018.

Geraldo Alckmin, com esta postura, seria trivial sua filiação ao Partido dos Trabalhadores e ser alternativa petista para 2018, pois você tem se mostrado exatamente igual a Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff.

Nos ajude a lutar contra o Socialismo Fabiano e junte-se a nós www.liberdadetucana.org

Caíque Mafra é membro do movimento Liberdade Tucana – www.liberdadetucana.org

No Brasil, todo dia é Dia das Bruxas

          
Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Raloín é o cacete! Sob Ditadura do Crime Institucionalizado, todo dia é Dia das Bruxas. Quando que a sociedade brasileira fará sua parte, apoiando a Intervenção Constitucional que reestabelecerá a Lei e a Ordem, para impedir que mais de 60 mil pessoas sejam vítimas de homicídios, a cada ano. Nenhuma guerra oficial em nosso mundo cão consegue assassinar tanta gente. Até quando vamos tolerar este Brazil em guerra civil?

Nosso Presidente politicamente depauperado, que agora se proclama recuperado do problema na próstata (pelo urologista Miguel Srougui), também enfrenta sua guerra, em ritmo permanente de Halloween. Temer é infenizado por sua infiel base aliada. O discurso temerário não pareceu muito otimista em relação ao futuro próximo daquilo que prometeu aprovar, para alegrar os deuses do mercado financeiro:

“Vamos ver. Primeiro, eu vou voltar para Brasília, vou conversar com os líderes, verificar como estão essas coisas, recompor tudo isso, né?, de maneira que a gente possa prosseguir com as reformas. Você acha que eu não tive trabalho neste período todo? Você acha que eu andei passeando? Eu tive trabalho o tempo inteiro e não me assusta”.

O que assusta Temer, de imediato, é o crescimento consolidado da candidatura de Jair Bolsonaro. Por isso, mesmo meio contra a própria vontade, já admite apoiar a aventura presidencial de seu mais poderoso ministro, Henrique Meirelles. O marido da Marcela – que bela-bruxa-fada – especula que Meirelles pode ser pintado como o candidato da recuperação econômica. O probleminha é que, em todas as “pesquisas” cientificamente loucas, o Ministro da Fazenda aparece com 1% das intenções de voto. O Bolsonaro segue crescendo... E já tem deuses do mercado apostando a favor dele...

Lula é candidato... A Presidiário... Mas, no Brasil do Crime, nada impede que a Papuda se transforme em Palácio do Planalto. As recentes decisões do Meirelles só ajudam $talinácio e o Bolsonaro. Agora, alegando que a inflação caiu, o governo não concederá reajustes aos servidores públicos. Seguirá aumentando os impostos... E seguirá promovendo aquelas renegociações de dívidas – que os políticos empresários certamente quitarão no Dia de São Nunca...

Let’s Raloin... Porque se a Marcela se vestir de Bruxa a coisa não fica tão feia assim para o depauperado Michel Temer.

Saudades do Elie Lebbos

O céu recebe um grande médico e estrategista financeiro.

O amigo Elie Lebbos faleceu ontem, em Curitiba, vítima de um infarto fulminante.

Coração pode ser tão leviano e cruel que não poupa sequer um dos mais conceituados cardiologistas...

Elie Lebbos era presidente da cooperativa Greencred, e muito respeitado no mercado financeiro.

Perdeu mais uma


Pau no Demo


Colabore com o Alerta Total

Os leitores, amigos e admiradores que quiserem colaborar financeiramente com o Alerta Total poderão fazê-lo de várias formas, com qualquer quantia, e com uma periodicidade compatível com suas possibilidades.

Nos botões do lado direito deste site, temos as seguintes opções:

I) Depósito em Conta Corrente no Banco do Brasil.
Agência 4209-9, C/C: 9042-5, em favor de Jorge Serrão.

II) Depósito em Conta Poupança da Caixa Econômica Federal ou em agências lotéricas: 2995 013 00008261-7, em favor de Jorge Serrão.

OBS) Valores até R$ 9.999,00 não precisam identificar quem faz o depósito; R$ 10 mil ou mais, sim.

III) Depósito no sistema PagSeguro, da UOL, utilizando-se diferentes formas (débito automático ou cartão de crédito).

IV) Depósito no sistema PayPal, para doações feitas no Brasil ou no exterior.

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!


O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 31 de Outubro de 2017.

O Astuto Caçador


“País Canalha é o que não paga precatórios”
              
Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira           

Finge-se de morto. Esconde-se na própria sombra. Em silêncio observa.

Espera um erro, um fugaz momento de fraqueza de sua presa.

Então, como um raio se precipita.

Assim estamos, amáveis leitores.

Dona Onça não está morta! Dissimula!

Enquanto a rataiada abusa da manca mula.

Quanto ao milho, nos serve de estribilho.

Farelo pro idiota belo. Milhão para o “aceçor” poltrão.

Bilhões para os que tem perdidas as ilusões.

Toneladas de trilhões para os da quadrilha, chefões.

Enfim, não faltará pra polenta dessa gente nojenta.

Esperemos mais um pouco até adentrar no picadeiro um urubu faceiro.

Xingando-se em público já estão os “deuses”.

Quando ser-lhes-ão cobradas as enfiteuses?

Até o mais incrédulo ficará atônito.

Os fortes terão ânsia de vômito.

O remédio amargo não distinguirá cargo.



Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

Abuso de Autoridade


Novo livro em lançamento

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Henrique Abrão e Laércio Laurelli

Cogita-se a mudança de uma lei que completou meio século de vigência o diploma 4898/65, por meio do Projeto de Lei número 280/16 aprovado no Senado e agora em debate na Camara dos Deputados, criada comissão que irá enfrentar espinhoso tema. Algumas reflexões se fazem necessárias para que tenhamos a exata noção da pretensão do parlamento brasileiro.

De costa para a cidadania e a sociedade, a ambição não é simplesmente de mudanças, porém de um rigorismo para que os responsáveis pelas apurações de graves crimes sejam  alinhados ao patrulhamento ideológico constante da legislação. Depois de tantos avanços e com a rara oportunidade de aprovar as dez medidas anticorrupção  o que fora pulverizado, o Parlamento se ocupa de um aniquilamento da atividade investigatória, respingando o seu descontentamento na polícia, no ministério público e na justiça.

Acaso não sejam feitas as mudanças esperadas, o primeiro movimento será em direção à inconstitucionalidade legal a fim de ser declarada pelo Supremo Tribunal Federal. Não é aceitável ou minimamente responsável
querer derrubar em pleno voo de brigadeiro a armada que combate sem tréguas crimes do colarinho branco, de lavagem de dinheiro e mais especificamente de corrupção.

Esses delitos não representam apenas um desvio sistêmico mas a própria mentalidade que se formou para saquear cofres públicos e esvaziar os serviços em detrimento da população mais carente e a sanha tributária não para de avançar pelo gasto desmesurado e roubo desenfreado. O que se busca com uma nova legislação, a pretexto do diploma não condizer com o seu tempo é a formalização de uma camisa de força, do engessamento e de se tolher a própria interpretação e livre manifestação no processo.

Esse embate que poderá ser artificialmente criado desaguará numa luta sem ganhadores, e o maior perdedor, de novo,será a sociedade civil e o
contribuinte, eis que não terão recuperados dinheiro desviado e punidas condutas desairosas. Estamos atravessando um mar tempestuoso revestido de denúncias que afetam o parlamento, suas principais lideranças, que autoridade moral se extrai para uma reforma a título de correção de rumo do abuso de autoridade?

O mesmo sucedeu na Itália da operação mãos limpas, acantonados e encurralados pelo aumento vigoroso da pressão de uma magistratura independente e autonomia mudaram as leis e o fizeram com intuito de aumentar o tempo de tramitação do processo criminal a fim de que deflagrasse impunidade e muitas vezes a prescrição etária. Não se difere muito aqui no Brasil quando quadrilhas envolvidas em múltiplas operações feitas pela polícia federal partem a passos largos para o revide o encontro de contas e a séria espada de damocles que o movimento pendular se desagradar poderá dar ensejo à ação visando apurar abuso de autoridade.

Discute-se a legitimidade para a ação específica, seu prazo prescricional e o que pode ser entendido e compreendido em sentido técnico jurídico como abuso de autoridade. O comportamento de um determinado magistrado que durante um interrogatório sofresse veladas ameaças e fosse subjugado pelo ataque insano de um determinado réu e imediatamente regrasse sua transferência de cárcere estaria a pontuar algum elemento dessa natureza?

Absolutamente não, ao dar uma determinada decisão o magistrado parte da fundamentação,do livre convencimento e da verdade tanto formal mas também material, se não agíssemos dessa forma ficaríamos calados e na provocação barata de causar um caos processual com a subversão da ordem e de valores. Não se pode dar conceito flexível ao abuso de autoridade e muito menos permitir interpretação ampla,mas sim teleológica, de tal sorte que um magistrado que ouvisse o conselho tutelar, o MP, e
órgãos técnicos para tirar uma criança de pais dependentes químicos isso também poderia estar no conceito de abuso de autoridade?

Definitivamente não, o que se perseguiu foi a mantença num lar substituto e depois pela adoção da criança cujos pais não tinham capacidade
alguma de orientação e de manutenção do pátrio poder. O que se aguarda é que a legislação não sirva de amparo e meio de fuga para retrocesso e refugar o excelente trabalho de depuração dos desmandos do poder econômico e político. Sem uma correção de rumo e de norte a legislação representa uma provocação e tem destino certo a fim de minar os efeitos benéficos do combate à corrupção, pois que amanhã quem ousar prender preventiva ou cautelarmente ou bloquear eventualmente sequestrar bens e patrimônio, tudo isso gerará um destemor para o fogo de encontro mormente se no futuro houver  a absolvição.

Colocar todos no mesmo establisment não parece ser adequado e conforme a liberdade,autonomia e soberania dos órgãos de investigação, ainda que a legislação em vigor transpusesse mais de cinquenta anos de vigência não quer dizer e muito menos significa que a letargia agora seja desviada para alcançar autoridades ilibadas e comprometidas com o interesse público.

A sociedade precisa estar atenta e sempre vigilante a fim de que o produto, o resultado final de anos atrás dos culpados não se volte contra aqueles que mediante sacrifícios quiseram virar a página malsinada da corrupção e entregar à população uma Nação estritamente ética, com percepções claras sobre o amanhã e sobre a necessidade ímpar de punição e o fim
do foro privilegiado, o que primacialmente é o vilão de todos os males da impunidade que colocar nas mãos da sociedade civil a conta para ser paga.

Carlos Henrique Abrão (ativa) e Laércio Laurelli são Desembargadores do Tribunal de Justiça de São Paulo.

Como Lula traiu Dilma, a esquerda e o PT para liderar pesquisas


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Sérgio Alves de Oliveira

Não é muito difícil concluir que o impeachment da Presidente Dilma Rousseff ,de 31 de agosto de 2016,teve por trás o dedo esperto  de Lula da Silva. O ex-Presidente  conseguiu enganar meio mundo, inclusive a sua “criatura”. Não escapou dessa verdadeira armação nem o próprio PT , que certamente não contava com a hipótese  de que a ideia do afastamento de Dilma teria sido  do próprio Lula, que ambicionava a qualquer custo retornar à presidência. Ele tinha plena consciência que só mediante esse tipo de expediente  sujo alcançaria  seu intento.

O raciocínio é muito simples. O desastre  da Administração Dilma era notório e  progressivo. Mas começara bem antes, desde 2002, em Governos anteriores do PT. A economia estava em franca deterioração e a corrupção   se institucionalizara. Se Dilma concluísse o mandado de 4 anos (2014 a 2018),com Lula postulando seu retorno ao Planalto, é certo que ele não conseguiria se eleger , pois bem sabia que a sua capacidade  de enganar e  fazer “milagres” tinha limites. O “quadro” estava  tão ruim que nem o seu domínio da arte da mentira  conseguiria mudar a opinião pública a seu favor.

Apesar das deficiências morais e de caráter de Lula, para bobo indiscutivelmente  ele não serve. Assim ele fixou os olhos  no vaidoso Temer e deve ter pensado: aí está a minha  a minha salvação. Com o impeachment de Dilma concretizado, o vice-Presidente Temer satisfez  o seu “ego” (presidencial) ,assumindo o Governo, cujo mandato  deve terminar em  31.12.2018.

O Governo Temer não teve capacidade  nem interesse de alterar a marcha acelerada dos desastres morais, políticos, econômicos e sociais iniciados desde a ascensão do PT ao poder, em 2002. O fracasso governamental prosseguiu. A esquerda ,o comunismo , o “Foro San Pablo” e a corrupção generalizada  continuaram infiltrados e mandando no Governo .  O próprio Presidente Temer sem pejo e descaradamente comprou e continua  comprando   parlamentares para aprovação dos projetos  do seu interesse pessoal e político.

Mas aí se dá um fenômeno muito interessante. Como está em  moda dizer, os Governos Lula, Dilma e Temer  são  “farinha do mesmo saco”. Além disso, a Presidente Dilma, do PT, e o Vice Temer, do PMDB,  ,que venceram a  questionada  (fraude eleitoral com “aquelas” urnas,etc) eleição de 2014,compunham a mesma “chapa” eleitoral, portanto eram duplamente a mesma “farinha”.

O campo ficou totalmente livre para Lula  apresentar-se como candidato de “oposição” (???) a um Governo visivelmente fracassado. Ocorre que esse tal de Governo fracassado   que ele próprio  passou a combater como “oposição”, com toda a força e sua inigualável desfaçatez e cara-de-pau ,na verdade...ERA ELE MESMO. Trocando em miúdos: Lula fazendo oposição a Lula. Dissimulado, é claro.  Ninguém mais duvida que Dilma não passou de uma fantoche sua  e  quem dava as diretrizes essenciais ao Governo  era Lula. Sempre foi Lula.  E Temer só continuou o que Dilma vinha fazendo. Foi, portanto, também fantoche de Dilma e Lula. Prova está na manutenção da maioria da equipe do Governo “sucedido”, inclusive dos  Comandantes Militares  das  Três Forças, que mais servem de “cães-de-guarda” aos respectivos governos, inibindo qualquer reação mais enérgica, por meios “anormais”, seja do povo, seja das próprias Forças Armadas, em  vista dos flagrantes  atentados  políticos contra a Pátria e  a usurpação dos legítimos  Poderes Constitucionais (CF art.142).

Com efeito  ,a delinquência política instalou-se nos Três Poderes, não só se justificando, porém também  impondo-se plenamente a iniciativa de uma “intervenção constitucional”. O titular desse direito é só o povo ,por força do seu poder instituinte e constituinte  ,previsto no art.1º,parágrafo único, da Constituição, que agiria por intermédio das “suas” Forças Armadas.
Portanto a conclusão a que se chega, por mais absurda que possa parecer, é que Lula passou a ser oposição DELE PRÓPRIO. Conseguiu esse “milagre”.

E o pior é que está funcionando. A grande maioria do eleitorado, composta por gente politicamente  idiotizada,  está embarcando  nessa “genial” fraude construída pela esperto impostor  de Garanhuns. Todos os malfeitos governamentais  ,começados lá em  2002,e que só agora estouraram como um vulcão em erupção  , “é culpa do Temer e seu Governo” ,segundo a pregação enganosa de Lula. E se fosse verdadeiro, felizmente  não é, de fato esse argumento elegeria qualquer um.

Lamentavelmente esse é o quadro que se avizinha. Ele só poderá ser alterado por algum “acidente de percurso”, não previsto nas diretrizes políticas ou eleitorais vigentes. 

Sérgio Alves de Oliveira é Advogado e Sociólogo.

Um governo de merda

                                               
Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos I. S. Azambuja

Kamaradas: Um cara, que não é de esquerda, mas que é metido a ser de esquerda, me perguntou se não é verdade que Pinochet acabou de rasgar a Constituição que Allende teria desrespeitado. Dei a resposta abaixo.

Tento responder: Allende só foi confirmado presidente pelo Congresso após assinar um documento prometendo respeitar a Constituição. Tomou posse e governou por 2 anos, ignorando aquilo que havia prometido ao Congresso. A Câmara dos Deputados, citando a Constituição, informou aos ministros, em 23 de agosto de 1973, que Allende estava na ilegalidade.

Dia 11 de setembro, as tropas amanheceram nas ruas de Santiago. Allende foi, por várias vezes, instado a renunciar, pelos ministros militares, conforme se pode ouvir no CD vendido anexo ao livro "
Interferência Indevida", de Patrícia Verdugo (O CD narra, ao vivo, as conversas entre os comandantes militares desde as primeiras horas de 11 de setembro).

Allende negou-se a renunciar, dizendo que era muy macho. Foi avisado que o Palácio La Moneda seria bombardeado. Fez pouco caso e parece que não acreditou. Vendo que não era brincadeira, pois o Palácio começou a arder, cometeu o suicídio com uma arma que lhe fora regalada pelo kamarada Fidel.

O MIR o PCCh e os famosos "
cordões industriais", que por várias vezes anunciaram que dariam respaldo a Allende, chegando a pichar paredes com a consigna "Este governo é uma merda, mas é o meu governo", não apareceram para defender a merda.

Por isso, vale a pena reler a carta de Fidel Castro para Salvador Allende (um mês e meio antes de sua deposição):

La Habana, 29 de julio de 1973
Querido Salvador:

Con el pretexto de discutir contigo cuestiones referentes a la reunión de países no alineados, Carlos y Piñeiro realizan un viaje a ésa. El objetivo real es informarse contigo sobre la situación y ofrecerte como siempre nuestra disposición a cooperar frente a las dificultades y peligros que obstaculizan y amenazan el proceso. La estancia de ellos será muy breve por cuanto tienen aquí muchas obligaciones pendientes y, no sin sacrificio de sus trabajos, decidimos que hicieran el viaje.

Veo que están ahora en la delicada cuestión del diálogo con la D.C. en medio de acontecimientos graves como el brutal asesinato de tu edecán naval y la nueva huelga de los dueños de camiones. Imagino por ello la gran tensión existente y tus deseos de ganar tiempo, mejorar la correlación de fuerzas para caso de que estalle la lucha y, de ser posible, hallar un cauce que permita seguir adelante el proceso revolucionario sin contienda civil, a la vez que salvar tu responsabilidad histórica por lo que pueda ocurrir. Estos son propósitos loables. Pero en caso de que la otra parte, cuyas intenciones reales no estamos en condiciones de valorar desde aquí, se empeñase en una política pérfida e irresponsable exigiendo un precio imposible de pagar por la Unidad Popular y la Revolución, lo cual es, incluso, bastante probable, no olvides por un segundo la formidable fuerza de la clase obrera chilena y el respaldo enérgico que te ha brindado en todos los momentos difíciles; ella puede, a tu llamado ante la Revolución en peligro, paralizar los golpistas, mantener la adhesión de los vacilantes, imponer sus condiciones y decidir de una vez, si es preciso, el destino de Chile. El enemigo debe saber que está apercibida y lista para entrar en acción. Su fuerza y su combatividad pueden inclinar la balanza en la capital a tu favor aun cuando otras circunstancias sean desfavorables.

Tu decisión de defender el proceso con firmeza y con honor hasta el precio de tu propia vida, que todos te saben capaz de cumplir, arrastrarán a tu lado todas las fuerzas capaces de combatir y todos los hombres y mujeres dignos de Chile. Tu valor, tu serenidad y tu audacia en esta hora histórica de tu patria y, sobre todo, tu jefatura firme, resuelta y heroicamente ejercida constituyen la clave de la situación.

Hazle saber a Carlos y a Manuel en qué podemos cooperar tus leales amigos cubanos. Te reitero el cariño y la ilimitada confianza de nuestro pueblo.

Fraternalmente,
Fidel Castro

OBSERVAÇÃO: Carlos é Carlos Rafael Rodríguez e Manuel é Manuel Piñero Losada, ambos, respectivamente, do Comitê Central do PC Cubano e Chefe da Inteligência Cubana.
 
 
Carlos I. S. Azambuja é Historiador. 

segunda-feira, 30 de outubro de 2017

Vamos esperar por mais uma Fraude Eleitoral?


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Jair Bolsonaro aproveitou o palanque do programa “Mariana Godoy, entrevista”, na RedeTV!, na última sexta-feira, para escancarar um dos previsíveis problemas da eleição de 2018: “Tenho convicção de que o sistema fará seu sucessor ano que vem, caso tivermos como auditar os votos no Brasil”. Então, como é quase certeza de que isto não acontecerá, vamos encenar, mais uma vez, a crônica de uma derrota programada.

O outro problema previsível é sempre repetido pelo jurista Antônio José Ribas Paiva: “Jogar no cassino do Al Capone das eleições no Brasil é coonestar a Ditadura do Crime”. Qualquer um que consegue raciocinar um pouquinho com base na realidade sabe que nosso esquema eleitoral é um jogo de cartas marcadas, seja na totalização dos votos ou, principalmente, na definição das candidaturas. O pior: somos obrigados a participar deste golpe, uma farsa democrática.

Quase todos os candidatos com chances de vitória são patrocinados pelo Poder Real Globalitário – que prefere o Brasil do jeitinho como sempre esteve: subdesenvolvido, como mera colônia de exploração. A cada dois anos em que temos eleições compulsórias é o Poder Político-Econômico – e não a tal “Força do Povo” – quem elege os “representantes” populares, no Executivo e no Legislativo. Tudo fica mais grave com a inconfiabilidade do dogmático processo eleitoral eletrônico, sem direito à conferência do voto.

Além disso, não podemos esquecer do que confirmou o traficante Marcinho VP, em recente entrevista: o narcotráfico financia candidaturas, comprando votos diretamente com dinheiro ou usando a força para obrigar as comunidades controladas a votarem nos candidatos apoiados pelo andar de baixo do crime. O andar de cima da politicagem é controlado pelo poder globalitário da grana. Resumindo: a maioria esmagadora dos candidatos é dependente do Crime Institucionalizado. Quem não é diretamente, acaba sendo indiretamente.

O único jeito é que o povo se conscientize que só uma inédita Intervenção Constitucional pode salvar o Brasil. Só os cidadãos têm legitimidade e legalidade para intervir diretamente no processo político. Infelizmente, isto não acontecerá pelo simples ato da dedada eleitoral na urna eletrônica de resultado inconfiável.

Por isso, em vez de ficar brincando de torcedor no fla-flu eleitoral, o fundamental é discutir, sem paixões babacas, as soluções viáveis e possíveis para mudar o modelo de Estado-Ladrão brasileiro. O amadurecimento do debate, gerando alternativas que a maioria possa defender racionalmente, elevando a temperatura de pressão por mudança efetiva, é que vai fortalecer as pré-condições para a Intervenção Constitucional se efetivar.

Tais mudanças, no curso da História, costumam acontecer quando ocorre um grande desastre. No Brasil, estamos cada vez mais próximos deste momento derradeiro. A Intervenção é questão de (pouco) tempo.

Agora, se não definirmos e debatermos o Projeto de Nação para o Brasil, certamente, nada vai mudar... Mesmo que muita gente poderosa leve tomatada ou (se bobear) porrada...

Releia os artigos de sábado e domingo: É Lula de novo? Com a força do povo idiota?


Por que os bancos devem ao governo, não pagam, mas tocam o terror na cobrança aos inadimplentes?

Demora esquisita



Rodriguim Colorado



Marketagem salva?



Tudo azul?


Colabore com o Alerta Total

Os leitores, amigos e admiradores que quiserem colaborar financeiramente com o Alerta Total poderão fazê-lo de várias formas, com qualquer quantia, e com uma periodicidade compatível com suas possibilidades.

Nos botões do lado direito deste site, temos as seguintes opções:

I) Depósito em Conta Corrente no Banco do Brasil.
Agência 4209-9, C/C: 9042-5, em favor de Jorge Serrão.

II) Depósito em Conta Poupança da Caixa Econômica Federal ou em agências lotéricas: 2995 013 00008261-7, em favor de Jorge Serrão.

OBS) Valores até R$ 9.999,00 não precisam identificar quem faz o depósito; R$ 10 mil ou mais, sim.

III) Depósito no sistema PagSeguro, da UOL, utilizando-se diferentes formas (débito automático ou cartão de crédito).

IV) Depósito no sistema PayPal, para doações feitas no Brasil ou no exterior.

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!


O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 30 de Outubro de 2017.

Decepções Tardias


“País Canalha é o que não paga precatórios”
              
Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira           

O aparecimento da internet (e de suas redes sociais) foi uma verdadeira faca de dois gumes.

Pessoas que até então julgávamos idiotas, confirmaram essa impressão pelo comentários mais cretinos, fúteis e irrelevantes por elas postados.

O pior, no entanto, foram as decepções.

Gente que tínhamos em alta consideração, eram em realidade, antas enrustidas.

O saldo mostrou que a amizade nada tem a ver com o nível intelectual dos indivíduos.

A ética é o único parâmetro de aceitação de um amigo virtual.

E assim vamos, como folhas de outono, levadas de lá pra cá ao sabor dos ventos.

Napoleão Bonaparte morreu e o mundo prosseguiu; idem o duque de Wellington, Churchill, e outros.

Aproveitemos os dias.

Convivamos mais com parentes e amigos. Gargalhemos sobretudo de nossa falhas e incongruências.

Comamos do bom e do melhor segundo nossas posses.

Compartilhemos nosso entusiasmo.

Agradeçamos a Deus por todas as bênçãos recebidas.

A maior delas, a nossa fé; em seguida, a nossa Pátria.


Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

Eleições do Crime


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Antônio José Ribas Paiva

Jogar no Cassino do Capone das eleições é coonestar a Ditadura do Crime.

Se você participa da pantomima, também é palhaço do Poder do crime.

Não podemos fortalecer o crime participando de eleições fraudadas.

O único caminho para a democracia é a INTERVENÇÃO do POVO no processo político, através de suas Forças Armadas, para afastar o crime do Poder do Estado.

Viva a INTERVENÇÃO !!!

POR QUE INTERVIR?

As FFAA têm o dever de defender o Brasil e a Nação, dos inimigos internos e externos e, até a Nação dela mesma, se o povo estiver equivocado.

Essa destinação independe de povo a rua. Não está na constituição e nem poderia, que as FFAA só precisam defender a Pátria, se o povo for para a rua protestar.

Guerra não é concurso de miss e nem eleição, é instrumento de defesa do povo.

O povo da Venezuela, por exemplo, está nas ruas e a ditadura continua, porque o exército daquele país GARANTE a opressão.

Todos os regimes políticos , ditatoriais ou democráticos, são meras concessões do poder armado.

As instituições políticas são o problema no Brasil, portanto, seus mecanismos não se prestam a promover o bem comum, ao contrário, martirizam o povo.

Por tudo isso, IMPÕE-SE a INTERVENÇÃO CÍVICO MILITAR.

Basta os generais decidirem!

BRASIL! ACIMA DE TUDO!!!

Antônio José Ribas Paiva, Jurista, é Presidente do Nacional Club.

domingo, 29 de outubro de 2017

É Lula de novo? Com a força do povo idiota?

     
Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

A petelândia pira com as “enquetes” eleitorais para 2018. O Ibope mediu que o futuro presidiário Luiz Inácio Lula da Silva teria 35% da preferência do eleitorado. Jair Bolsonaro aparece em segundo lugar, com 15%. Os dois iriam para o segundo turno. Lula segue forte no Nordeste. Bolsonaro vem crescendo e se consolidando. Curioso é que as duas candidaturas causam pavor aos deuses do mercado financeiro...

Mesmo condenado em vários processos, inclusive em segunda instância colegiada, Lula disputará a eleição. O Supremo Tribunal Federal, se for preciso, mudará a “interpretação” para barrar um ficha suja. Passará a valer o princípio constitucional da inocência até o total trânsito em julgado das broncas judiciais. Em caso de algum “acidente”, Lula seria substituído por Fernando Haddad. Mas, neste caso, o jogo embolaria...

Os demais candidatos vêm embolados: Marina Silva entre 8% e 11%. Ciro Gomes, Geraldo Alckmin e João Dória aparecem entre 5 e 7%. Luciano Huck teria de 5% a 8%. Decepção é Henrique Meirelles. O percentual dele seria entre zero e 1% - e olhe lá... Os juros ideais para o Brasil... Ironia demais...

Novidade interessantíssima da “pesquisa” com 2002 pessoas, entre os dias 18 e 22 de novembro, é a insatisfação de uma juventude conservadora. Vide o perfil do eleitor do Jair Bolsonaro, na faixa entre 16 e 24 anos. Os chamados (pejorativamente) “bolsominions” têm curso superior e mora nas regiões Norte-Centro-Oeste. É mais masculino que feminino e mais evangélico que católico. Esta garotada tende a fazer a diferença na eleição.

A presença (incômoda) de Lula vai radicalizar o processo. A tendência é que o Fla-Flu eleitoral se concentre no tema “Segurança”. Afinal, 67 mil brasileiros são dizimados por ano. O crescimento de Bolsonaro também é a prova-viva de que também aumenta a adesão popular à tese de uma “Intervenção” (militar, principalmente). Novamente, corremos o perigo de não promover o debate sobre soluções para o Brasil, com base em conceitos corretos, e não contaminados ideologicamente.   

Teremos Lula de novo, com a força do povo idiotizado? O risco persiste. O depauperado Michel Temer colabora tanto para Lula quanto para Bolsonaro. A classe política, ainda acuada pelas Lava Jatos da vida, começa a dar sinais de que está se reinventando. Corremos o risco de que ocorra uma renovação do tipo “troca seis por meia dúzia”. O narcotráfico continua aí para ajudar a vender votos para candidatos bandidos.

A única saída segura para o Brasil é uma Intervenção Constitucional. Ela só vai acontecer quando suas pré-condições amadurecerem. A principal delas é que o eleitorado tenha condições de entender o que é preciso fazer para mudar e melhorar o Brasil. Isto só é possível com um debate civilizado. Eis o nosso drama: será que estamos cumprindo tal missão? A impressão é que não... Debates sérios, formulando propostas e não apenas críticas, ainda parecem insuficientes.

A lentidão ou pobreza do debate escancara o caminho para os aventureiros, calalhas e supostos salvadores da Pátria. Por isso, a eleição de um personagem hediondo como Lula é um perigo concreto e bem possível, apesar de todo o desgaste de imagem dele e do PT.

Releia o artigo de sábado:
Por que os bancos devem ao governo, não pagam, mas tocam o terror na cobrança aos inadimplentes?

Fora, fora


Colabore com o Alerta Total

Os leitores, amigos e admiradores que quiserem colaborar financeiramente com o Alerta Total poderão fazê-lo de várias formas, com qualquer quantia, e com uma periodicidade compatível com suas possibilidades.

Nos botões do lado direito deste site, temos as seguintes opções:

I) Depósito em Conta Corrente no Banco do Brasil.
Agência 4209-9, C/C: 9042-5, em favor de Jorge Serrão.

II) Depósito em Conta Poupança da Caixa Econômica Federal ou em agências lotéricas: 2995 013 00008261-7, em favor de Jorge Serrão.

OBS) Valores até R$ 9.999,00 não precisam identificar quem faz o depósito; R$ 10 mil ou mais, sim.

III) Depósito no sistema PagSeguro, da UOL, utilizando-se diferentes formas (débito automático ou cartão de crédito).

IV) Depósito no sistema PayPal, para doações feitas no Brasil ou no exterior.

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!


O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 29 de Outubro de 2017.