domingo, 1 de outubro de 2017

Arte e Agressão


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Henrique Abrão e Laércio Laurelli

Hà tempos atrás uma amostra feita por um banco estrangeiro causou perplexidade, e o MPF insistiu que o espetáculo não parasse e continuasse. Dias desse no Museu de Arte Moderna ficaram lado a lado um menor e um denominado artista completamente desnudo, Daí nossa indagação arte não se confunde com agressão.

Os valores éticos, morais e religiosos de uma sociedade são muito caros para se transformarem em falsa liberdade que no fundo expressa libertinagem. Quando aparelhos montados de mídia pregam a destruição dos valores e uma sociedade perniciosa nada mais nos resta senão lutar veementemente contra a perda de identidade e rumar para o fortalecimento de um padrão mínimo de dignidade.

Não se trata de um discurso piegas, ou simbolicamente moralista, mas uma exposição, como toda obra de arte tem limites que se encontram na liberdade plural e no sentimento de cada pessoa. Extrapolar esses limites significa invadir a privacidade e praticar uma agressão abominável. Não importa a religião que se professa,o culto que se defenda, e os valores abraçados, o  fundamental é que toda sociedade deve proteger mutuamente a todos e lutar para que espertalhões de plantão e pseudoartistas não poluam mais nosso cenário e tresloucadamente choquem valores religiosos e valores relativos ao mínimo da esperança e construção da fé.

Uma sociedade solapada pela mais grave crise econômica agregada à corrupção sistêmica não poderá transmitir valores ou irmanar capacidade de acreditar nas novas gerações se não se ocupar de propor ética e uma moral que se vincule aos costumes pregados, não  apenas nos lares, mas sobreduto nas escolas.

Alguns mais intrigados e inimigos da sociedade, obcecados pelo pior melhor, de plantão vão gritar trata-se de censura, de um gesto inimigo da liberdade e da cultura,da arte e do simbolismo que representa. Nada mais impreciso,
inexato e equivocado. Nenhuma arte por mais que se expresse poderá agredir valores, rebaixar conceitos e confundir para um entrechoque espantoso e alienante.

A exposição no Rio Grande do Sul violou limites insuperáveis que não podem ser transportos e o Ministério Público Federal,guardião primeiro dos valores não pode insistir na volta da amostra quando seu papel é de proibir aquilo que definitivamente não veio para nos alegrar mas sim perturbar. De modo análogo um artista nu nunca, jamais, poderia ficar insensível e próximo de menor, outra forma que viola o Estatuto da Criança e do Adolescente. Perguntamos aonde estão os organizadores de deprimente espetáculo e a mãe do menor?

Tempos modernos dirão outros no momento de uma plena vida de liberdade no qual tudo é possível e não  passa pelo filtro fino de uma avaliação ou prévia desenvoltura dos pontos negativos e positivos. Perdemos o trem da história, o sentimento do errado e do certo, a analise desapaixonada e livre do que pode ser bom e ruim para a sociedade, jovens e menores.

A repressão autoritária colmatou gerações, mas a corrupção contemporânea sepulta o emprego, o trabalho, a família, os valores e mais grave do que tudo o amanhã. Não serão exposições desse jaez que nos deixarão mais animados ou antenados com aquilo que acontece no exterior.
Tragam exposições cultas, e inteligentes as quais sucedem na Europa, nos EUA,no Canada, com todos os atributos como se fez no passado pelo Banco do Brasil, trazendo a mais preciosa galeria de arte que estava no museu d orsay.

Basta de vermos essas imprecauções demonizarem a cidadania e influenciar os mais jovens de forma nociva e promíscua. Brademos para que o governo saia da mesmice e invista pesado em cultura  e educação, chaves fundamentais para mudança de toda uma sociedade, a verdadeira construção da cidadania e de um estado de democracia sem ambages.

Carlos Henrique Abrão (ativa) e Laércio Laurelli (aposentado) são Desembargadores do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo.

6 comentários:

Anônimo disse...

Os esquerdistas que pregam essa liberdade total(libertinagem total), confiram se permitem em Cuba, Coreia do Norte, Russia etc., de esquerdas.
Eles querem que o Ocidente seja descristianizado en relativizado para transformarem os daqui em zumbis e depois os amordaçarem no socialismo, nada mais, via perversão, no politicamente correto, nada mais!

Loumari disse...

MATEUS 10:15 Em verdade vos digo que, no dia do juízo, haverá menos rigor para o país de Sodoma, e Gomorra, do que para aquela cidade.


MATEUS 14:7 Hipócritas, bem profetizou Isaías a vosso respeito, dizendo:
Este povo honra-me com os lábios, mas o seu coração está longe de mim.
Mas, em vão me adoram, ENSINANDO DOUTRINAS QUE SÃO PRECEITOS DOS HOMENS.


MATEUS 18:7 Ai do mundo, por causa dos escândalos; porque é necessário que venham escândalos, mas ai daquele homem por quem o escândalo vier!


MATEUS 19:23 Disse, então, Jesus aos seus discípulos: Em verdade vos digo que é difícil entrar um rico no reino dos céus.


MATEUS 23:13 Mas, ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que fechais aos homens o reino dos céus; e, nem vós entrais, nem deixais entrar aos que estão entrando.
Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que devorais as casas das viúvas, sob pretexto de prolongadas orações; por isso, sofrereis mais rigoroso juízo.
Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! POIS QUE PERCORREIS O MAR E A TERRA, PARA FAZER PROSÉLITO; e, depois de o terdes feito, o fazeis filho do inferno, duas vezes mais do que vós.
Ai de vós, condutores cegos! pois que dizeis: Qualquer que jurar pelo ouro do templo, esse é devedor.


JUDAS 1:10 Estes, porém, dizem mal do que não sabem; e, naquilo que naturalmente conhecem, como animais irracionais se corrompem.
Ai deles! porque entraram pelo caminho de Caim, e foram levados pelo engano do prémio de Balaão, e pereceram na contradição de Coré.
Estes são manchas nas vossas festas de amor, banqueteando-se convosco, e apascentando-se a si mesmos sem temor; são nuvens sem água, levados pelos ventos, de uma para outra parte, são como árvores murchas, infrutíferas, duas vezes mortas, desarreigadas;
Ondas impetuosas do mar, que escumam as suas próprias abominações; estrelas errantes, para as quais está eternamente reservada a negrura das trevas.

Anônimo disse...

E ainda teve mães que levaram seus filhos para verem isso??? Que exemplo de arte é esse?

jomabastos disse...

Neste Brasil, os valores éticos, morais e religiosos da sociedade estão a ser largamente ultrapassados pela negativa e transmudados para suja libertinagem.

Não existe legislação que condene estas nocivas práticas?

Os Juízes - aqueles que representam a justiça perante o mundo - mesmo perante leis frouxas e indefinidas, são aqueles que devem fazer o possível e o impossível para que a sociedade não se confronte com estas agressivas libertinagens, são aqueles que devem e têm que manter a Ética e a Moral em elevados níveis positivos perante toda a comunidade. Neste caso, o Ministério Público não respeitou a verdadeira justiça e deste modo não mostrou respeito ao mundo.

“A lei é uma ferramenta. O que conta é o artesão e, se possível, o artista. Com
excelentes leis, um juiz pode causar catástrofes. E, com leis medíocres, se o juiz tiver ouvidos, um pouco de coração e uma certa imaginação, pode salvaguardar o essencial. E o essencial, no caso concreto, é o interesse superior da criança”.(Guy Blodel)

Anônimo disse...

Existe um projeto de lei (PL 3291/2015) sugerido por um deputado e apresentado por outro, ambos da esquerda (não é necessário citar nomes, pois suas ações são bem conhecidas), que pretende colocar em salvaguarda legal, sem possibilidade de ação penal, todas as ditas manifestações “artísticas”.
Nesse meio tempo é de se perguntar onde está o ministério público, que não atua sobre os crimes sendo realizados nas chamadas exposições de arte?
As ações da esquerda, que sempre se alimentou de conflitos, passam de todos os limites. Parece até que querem guerra civil. A direita se beneficia das ações da esquerda, como pode ser observado nas manifestações da população indignada que pede intervenção militar.
É obvio que a esquerda sabe disto. Então por que prosseguem atirando lixo na cara da população? Por que seguem alimentando extremismos de direita?? E por que o poder público não cumpre seu dever frente aos crimes que , a pretexto de arte, seguem cada vez piores ? Estranho, não é?
Todos sabem que o lixo criminoso recentemente defecado no Santander, MAM, etc., não é arte; inclusive seus autores. Mas estes últimos não estão preocupados com isto. Seus objetivos, ou de quem os financia com dinheiro público, são muito piores que os demonstrados pela suas grotescas manifestações.

Anônimo disse...

EURÓPA, EUA, CANADA TODO MUNDO PELADÃO TOMANDO SOL NAS PRAIAS E PRAÇAS PUBLICAS, IGREJA CATÓLICA PADRES PEDÓFILOS, HOMOSEXUAIS, ESTRUPADORES,AQUI SE VOCÊ VOMITAR ALGUMA VERDADE PEGA 8 ANOS DE CADEIA POR CONSTRANGER UM BANDIDO DE TOGA, MAS O MESMO BANDIDO DE TOGA ACHA NORMAL EJACULAR EM CIMA DE SENHORAS DENTRO DO TRANSPORTE PUBLICO... POR JÁ TER UM COMENTARIO CENSURADO NÃO VOU MANDAR O DONO DO TEXTO E OS OUTROS COMENTARISTAS PARA A IGREJA ASSISTIR A MISSA COM OS PADRES DE SEMPRE...