sábado, 21 de outubro de 2017

Esclarecendo a Confusão do Voto Nulo


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Renato Sant’Ana

"Se a família do candidato votar nele, ainda que o restante da população
anule o voto, ele estará eleito."

Vá saber com que propósito, circula na rede uma campanha de DESINFORMAÇÃO, pregando o voto nulo e difundindo a ideia totalmente falsa de que anular o voto pode forçar uma nova eleição e impedir que os candidatos atuais concorram novamente. E ainda atribuem a mentira ao juiz Sergio Moro!

A verdade é que basta um número irrisório de votos para a eleição ser válida. Se a família do candidato votar nele, ainda que o restante da população anule o voto, a eleição será válida e ele estará eleito.

É o art. 224 do Código Eleitoral que regula o assunto: se a JUSTIÇA ELEITORAL anular mais da metade dos votos, então uma nova eleição será marcada. Atenção! É de votos anulados pela JUSTIÇA ELEITORAL que o dispositivo está falando! Nada tem a ver com o ato voluntário de o eleitor anular seu voto!

Quando ocorre? A JUSTIÇA ELEITORAL anula, por exemplo, os votos de candidato irregular. Imaginem que se elegeu para prefeito municipal alguém que se registrou com o nome de Policarpo Quaresma. Depois, foi descoberto que o nome era falso, um expediente para ocultar a verdadeira identidade por motivos ilícitos.

Nesse caso, o eleitor foi enganado, pensando escolher uma pessoa, quando, de fato, estava votando noutra. Daí, todos os votos de Policarpo Quaresma serão anulados. Contudo, apenas se ele recebeu mais da metade dos votos válidos é que vai ser marcada uma nova eleição. E os outros candidatos, frise-se, poderão concorrer novamente.

Em suma, VOTO NULO VOLUNTÁRIO JAMAIS ANULA ELEIÇÃO! Para que banalizar o uso das redes sociais com bobagens?

Mais, a quem interessará divulgar a patacoada do "voto nulo"? Quem vai tirar proveito, se um grande contingente da população acreditar na mentira? Veja aqui um vídeo que elimina qualquer dúvida:



Renato Sant'Ana é Psicólogo e Bacharel em Direito.

2 comentários:

Alvaro Santos disse...

Nosso país está sob um ataque conspiratório nunca antes visto. Buscam-se MANIPULAR o eleitor de todas as maneiras. Existem interesses ESCUSOS embutidos nas informações na imprensa, nas redes sociais e até mesmo nos órgãos públicos.

Informação é uma ARMA potente e AVASSALADORA mas a CONTRA INFORMAÇÃO é tão letal e até mais DESTRUTIVA. Candidatos estão usando as redes para se lançarem candidatos vendendo as mesmas ILUSÕES dos que estão fazendo o diabo para não sair do sistema.

Implementam-se FACTOIDES para desviarem a atenção do povo com temas POLÊMICOS de fácil aglutinação, temas como PEDOFILIA,RACISMO,HOMOFOBIA,XENOFOBIA e mais um monte de bias, que juntas mantém os trends altos e assim a suruba continua a ser arquitetada, manipulada e orquestrada pelos políticos de cabo a rabo pelo Brasil...

Anônimo disse...

Como a ignorância e a burrice campeia na maioria do eleitorado brasileiro, nas redes sociais os comunistas estão divulgando e incentivando a campanha do voto nulo para provocar novas eleições. Essa mentira só funciona, para os ignorantes semi analfabetos que num país serio seriam impedidos de votar. Está na cara que se a maioria anular o voto, os canalhas continuarão a serem eleitos porque seus eleitores de cabresto, continuarão votando sempre nos mesmos corruptos. Até as crianças em idade escolar sabem disso, mas para um eleitorado alienado, omisso e ignorante funciona mesmo. Pobre brasil, continuas adormecido em berço esplendido, ad eternum. !!!