sexta-feira, 6 de outubro de 2017

Samba do Poderoso Doido, não!


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Uma análise resumida do noticiário confirma que o Brasil é um Hospício a céu aberto. O domínio do Crime Institucionalizado ultrapassa todos os limites. A causa essencial de tudo é o Estado-Ladrão e sua Constituição completamente esclerosada aos 29 anos de sua promulgação. A mania interventora foge completamente do controle. Os auto-proclamados donos do poder fazem o que querem. Ilustres bandidos aproveitam a insegurança jurídica para cometerem toda espécie de violência e ficam impunes. As pessoas comuns não têm defesa contra a barbárie estatal. Na hora que reagirem, será na base da porrada, o que mergulhará o Brasil em uma guerra civil – já em andamento, porém não declarada oficialmente.

Estamos na ditadura do Crime Institucionalizado. Só o cinismo da esquerdalha não quer perceber ou finge que nada de grave acontece. A liberdade individual nunca foi tão atacada como agora, e a tendência é que a situação piore. A desqualificada classe política perdeu completamente a vergonha e o senso de realidade. Imagina um deputado propor uma censura prévia contra a livre expressão na Internet. Quem falar mal de político será tirado do ar? O canalha que defende uma coisa hedionda dessas é quem merecia uma prisão prévia, porque é um legítimo criminoso institucional. Uma regra destas é o samba do poderoso doido.

O Brasil se aproxima do ponto de ruptura institucional. Não só pela guerra aberta e declarada de todos contra todos os poderes. Mas porque a maioria da população está a ponto de perder a paciência e partir para a ignorância contra os “poderosos”. A reação fora de controle acontece quando o animal humano fica acuado e tem sua sobrevivência objetivamente ameaçada. A única alternativa racional precisa ser adotada pelos que ainda não foram completamente afetados pela barbárie estatal. A única saída imediata e segura é mudar: reinventar o modelo estatal brasileiro. O livre debate sobre um plano estratégico para o País é fundamental. Os militares da ativa têm insistido nesta solução.

O jogo está bem claro. Executivo e Legislativo, completamente desmoralizados, não querem mudanças. Embora tenha se especializado em flechar presidentes, governadores, prefeitos, deputados, senadores e empresários, a maioria do Ministério Público Federal também não deseja mudanças profundas. O Judiciário se divide perigosamente acerca do assunto. Os militares são os únicos que deixam claro o compromisso com o respeito a um Estado Democrático de Direito, mesmo sabendo que isto só existe na retórica, e não na realidade prática brasileira. Os generais que falam em “normalidade institucional”, sinceramente, sabem que tudo nunca esteve tão anormal.

É por isso que estão sendo geradas as pré-condições históricas e culturais para uma Intervenção Constitucional. Os segmentos não corrompidos pela ação criminosa institucional defendem que a única solução possível é um pacto social para a elaboração e debate da sétima Constituição Federal brasileira. É consenso entre as pessoas de bem e do bem que a Nova Carta será uma declaração de princípios para a instituição de uma máquina estatal que garanta as liberdades do cidadão, definindo claramente os direitos e deveres, e assegurando as condições para o empreendedorismo sem as limitações impostas pelo Estado-Ladrão-Intrerventor.

O debate sobre a Nova Carta deverá unir os mais capacitados membros da sociedade junto com os integrantes dos dois poderes capazes de viabilizar ou impedir mudanças: o Judiciário e o Militar. Na prática, eles são os garantidores objetivos da Democracia – a Segurança do Direito. Não podemos mais fugir ao debate para a formulação de um Plano Estratégico para o Brasil que servirá de base para a Constituição baseada em conceitos corretos e científicos que definam os rumos desejados pela maioria pensante da sociedade brasileira.

Temos de substituir o samba do poderoso doido por uma sinfonia democrática que coloque, sob controle direto da sociedade, todos os poderes republicanos: o Executivo, o Legislativo, o Judiciário, o Ministério Público e as Forças Armadas. O resto é conversa fiada e perda de tempo.

Orloff temerário


Ficou valente


Colabore com o Alerta Total

Os leitores, amigos e admiradores que quiserem colaborar financeiramente com o Alerta Total poderão fazê-lo de várias formas, com qualquer quantia, e com uma periodicidade compatível com suas possibilidades.

Nos botões do lado direito deste site, temos as seguintes opções:

I) Depósito em Conta Corrente no Banco do Brasil.
Agência 4209-9, C/C: 9042-5, em favor de Jorge Serrão.

II) Depósito em Conta Poupança da Caixa Econômica Federal ou em agências lotéricas: 2995 013 00008261-7, em favor de Jorge Serrão.

OBS) Valores até R$ 9.999,00 não precisam identificar quem faz o depósito; R$ 10 mil ou mais, sim.

III) Depósito no sistema PagSeguro, da UOL, utilizando-se diferentes formas (débito automático ou cartão de crédito).

IV) Depósito no sistema PayPal, para doações feitas no Brasil ou no exterior.

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!


O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 6 de Outubro de 2017.

7 comentários:

Anônimo disse...

como acreditar em segurança do direito com membros da suprema corte nomeados por bandidos? o lula não esta na cadeia por causa da tal suprema corte. o juiz sabe que se prender esse meliante, a tal suprema corte solta pq o meliante juntamente com a sua oraganização criminosa (partido) nomeou a maioria da tal suprema corte. o povo tem que revolucionar e acabar com essa suprema corte que foi criada pra defender os bandidos do colorinho branco.

Anônimo disse...

Vª Sª poderia desenvolver um artigo com esse título e publica-lo no seu blog para esclarecer aos seguidores? Seria muito interessante.

"Os militares são os únicos que deixam claro o compromisso com o respeito a um Estado Democrático de Direito, mesmo sabendo que isto só existe na retórica, e não na realidade prática brasileira."

Anônimo disse...

Até agora não aconteceu nadinha. A rainha dos pulhas continua por aí gastando mais do que o vice dela e este fingindo que é ele quem manda. O Xi, na verdade, é quem dá as cartas e nós, brasileiros, vivemos pior do que os chineses mas pensando que livre estamos. Não há perigo algum de colocarem o boquirroto novamente no poder. Ele está apenas sacudindo a poeira, digo, lama. Busca apenas salvar o pescoço. Sabe que não tem mais a mais mínima chance com os verdadeiros donos do poder, já que errou ao embolsar dinheiro público. Ora, se estivesse na China, seria simplesmente executado. Os chineses sabem que quem rouba do povo, pode roubar de qualquer um, inclusive dos chineses. Tudo não passa de um joguinho de cena para enganar mais uma vez os maiores trouxas que já vieram ao mundo, ou seja, os brasileiros. Embora o Olavo diga que as elites só caem quando brigam entre si, a coisa pode ter um rumo diferente nos tempos da comunicação instantânea, já que estivemos beiramos a desobediência civl e massa e parece que o povão brasileiro sentiu que tem uma arma de grosso calibre nas mãos, tanto que esses pilantras tiveram que tirar a rainha dos pulhas e colocar seu vice, o mão-seca, para acalmar a galera. Na verdade, como bem salientou um ministro do Judiciário há poucos dias, a galera está de fato com a faca entre os dentes. Vá lá Lula, suba no palanque pensando que pode tudo. Vejamos se suas tripas são de ouro.

Anônimo disse...

Os lobos que estavam vestidos como cordeiros, agora presos, uivam uns para os outros. Ninguém pode deixar de acreditar de que sejam capazes de cumprirem as ameaças, mesmo estando enjaulados. Se o gordo sentir um cheirinho de que vai ficar fora do rodízio de pizza, não vai aguentar. Vai delatar.

Anônimo disse...

Foi excelente você levantar esse tema novamente porque conheci um grupo que já está debatendo uma nova constituição para o país. Alguém tem interesse de participar também?

http://www.constitucionalfederalista.org.br

jomabastos disse...

Excelente artigo que reflete toda a atual realidade brasileira!

O Brasil está feito um Hospício a céu aberto.
Uma violência terrorista domina o Brasil. A Violência dos homicídios, dos assaltos, a violência da corrupção, a violência econômica de um capitalismo de estado rentista.
Violência gera mais Violência. Impunidade gera mais Impunidade.
O Crime Institucionalizado está com poder ilimitado, não tem barreiras nem fronteiras.
Bandidos de colarinho branco cometem toda a espécie de delitos e seguem impunes.
Vivemos em uma Ditadura típica latino-americana, totalmente corroída pelo Foro de São Paulo e gerida por bandidos do Crime Institucionalizado, que ainda têm a sem-vergonhice e a imoralidade de chamar-lhe Jovem Democracia e Estado de Direito.
A “normalidade institucional” nunca esteve tão anormal.
Será que o Brasil se aproxima do ponto de ruptura institucional?
O medo de falar, o medo de comentar, o medo de manifestar, estão a paralisar a sociedade brasileira, mantendo-nos bloqueados por um autoritarismo institucionalizado altamente impregnado de corrupção.
Há que reinventar o modelo estatal brasileiro.
Será que ainda existe força, vigor e firmeza suficiente para que através de grandes manifestações diárias criemos aquele "Caos" necessário e suficiente pedido pelo Mourão e Villas Boas, para que aconteça aquela Intervenção Constitucional que tanto necessitamos para renovarmos a Constituição e recuperarmos a liberalização econômica e social desta Nação?
"Temos de substituir o samba do poderoso doido por uma sinfonia democrática que coloque, sob controle direto da sociedade, todos os poderes republicanos: o Executivo, o Legislativo, o Judiciário, o Ministério Público e as Forças Armadas. O resto é conversa fiada e perda de tempo."

Anônimo disse...

Capitão Durval Ferreira disse que, porque o povo do Egito retirou apenas os integrantes do Executivo e do Legislativo, o Judiciário promoveu o retorno de todos ao poder.