sexta-feira, 6 de outubro de 2017

Sarapitomba


“País Canalha é o que não paga precatórios”
              
Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira

De cidade maravilhosa a Sarapitomba não há mais que meia bomba.

Já no planalto “demi-bombé”, aguarda-se para breve, quem a porcada leve.

“Esperar mais, para quê?”

Até quando viveremos este quadro nefando?

Parece agonia de tio rico , sem filhos.

A sobrinhada, na ante sala da UTI, aguarda, ávida, pela concretização da herança.

De tempos em tempos, um dos prováveis novos-ricos ,entra na unidade.

Ao sair, os primos perguntam: “Já foi ?”.

Ele responde: “Ainda não, mas deu uma falhadinha boa!”

Assim estamos. A felina subiu no telhado; rosnou; deu ultimato.

Quando será o desenlace de fato?

O urubuzário sabe que está sem cachorro no mato.

O resto da porcada imprudente, continua a fazer pic-nic num afundante Titanic.

Gloria mundi transit sic.

Dançarão o vampiro, o bolofofo, o panarício e a Dama de Pique.

Tremei diante de Alba, o Duque: Fabricio ou Fradique.

Fontes inspiradoras:


Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

Um comentário:

jomabastos disse...

O Mata-Porcos está aguardando a tão esperada epidemia da ruptura institucional.
É carne que nem servirá para bacon pela sua paupérrima qualidade.