domingo, 17 de dezembro de 2017

Amenidades Pré Natalinas


Onça pega jacaré... Quando pegará Ladrão?

“País Canalha é o que não paga precatórios”
                                                                                                   
Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira                  

“Um libanês no sírio?”

“É sério?“

“Que nada; coisa leve!”

“Mas dizem que a arte é longa e vida breve?”

“Confundiram; é o Pernalonga; Evita breve”

“A tal mina argentina !?!? Não estão em greve ?”

“ E se de repente o canetador bater com as dez? Como é que fica ?”

“Assume o que desmaia, ué!”

“Aquele pé de chinelo?; ou chileno, tanto faz ?. Parece que não pode.”

“Então teremos um boneco fictício; um tal de panarício.”

“E eu, à beira do precipício? Tenho mais medo de Onça, que louco de hospício!”

“Pela grana faremos qualquer sacrifício!”

“ Aqueles 51 milhos gigantes não tornou o país como nunca dantes?”

“Merreca ! Grana está aqui; nem Medina nem Mecca!”

“Sei não; 'tamos no fim do ano. Tempo bom pra invasão de marciano!”

“Aqueles homenzinhos verdes não são de nada. Não topam a parada de sair na porrada!”

“Aplaca-los-emos com conversa mole. Visto como sapo aquela turma sempre engole!”

“Mas cerca de metade já Cãosidera a intervenCão, não é?!?!”

“É mais fácil cobra fumar!!!!”

“Meu finado avô disse que no passado, uma vez fumô!!!”

“Deixe de ser pessimista!. Não há perigo à vista. Estamos blindados, por urubus, ratos e veados!”

“Em terra de cegos é rei quem tem um olho. Pelas dúvidas, porei minha barba de molho”

“Faça o que lhe aprouver! Eu estou pronto pro que der e vier.”

“A porcada descuidada virará linguiça! Basta um genebra ficar uma piça!”

“Por quê?!?! Não estão na zona de conforto?”

“Sem trocadilho infame, acho que chegaram à zona de confronto!”

“Ame-ó ou deixe-ó! Vai começar o forró!”


Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

Um comentário:

Loumari disse...

Grandes Homens Forjam-se a si Próprios 

Para conhecer a realidade do mundo, único fim sério da ciência, é preciso entrar no combate da vida como entravam na liça os paladinos bastardos - sem pai e sem padrinho. Os príncipes não constituem excepção a esta lei geral da formação dos homens. Da educação de gabinete, do bafo enervante dos mestres, dos camareiros e das aias, nunca sairam senão doentes e pedantes. 
Na sagração dos czares há uma cerimónia de alta significação simbólica: o imperador não se confirma enquanto por três vezes não haja descido do trono e penetrado sozinho na multidão; e isto quer dizer que na convivência do povo a autoridade e o valor dos monarcas recebe uma tão sagrada unção como a da santa crisma. Todos os reis fortes se fizeram e se educaram a si mesmos nos mais rudes e mais hostis contactos da natureza e da sociedade humana.

Veja vossa alteza Carlos Magno, que só aos quarenta anos é que mandou chamar um mestre para aprender a ler. Veja Pedro o Grande, do qual a educação de câmara começou por fazer um poltrão. Aos quinze anos não se atrevia a atravessar um ribeiro. Reagiu enfim sobre si mesmo pela sua única força pessoal. Para perder o medo aos regatos, um dia, da borda de um navio, arrojou-se ao mar. Para se fazer marinheiro começou por aprender a manobrar, servindo como grumete. Para se fazer militar começou por tambor na célebre companhia dos jovens boiardos. E para reconstituir a nacionalidade russa começou por construir navios, a machado, como oficial de carpinteiro e de calafate, nos estaleiros de Sardam. Também não teve mestres, e foi consigo mesmo que ele aprendeu a lingua alemã e a lingua holandesa. Veja vossa alteza, enfim, todos aqueles que no governo dos homens tiveram uma acção eficaz, e reconhecerá se é na lição dos mestres ou se é no livre exercicio da força e da vontade individual que se criam os carácteres verdadeiramente dominadores, como o de Cromwell, como o de Bonaparte, como o de Santo Inácio, como o de Lutero, como o de Calvino, como o de Guilherme o Taciturno, como o de Washington, como o de Lincoln. 

"Ramalho Ortigão, in 'As Farpas (1883)' 

Tema: Grandes  Homem