quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

Incerteza e volatilidade ou eleição sem riscos?


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

As leituras sobre o “fla-flu” eleitoreiro de 2018 ainda são desconexas. O cassino eletrônico - que não permite recontagem física pela via impressa do voto obrigatório – não causa dúvidas apenas por seu próprio defeito de origem. Os mercados (político e econômico) operam entre dois extremos.  A campanha vai gerar incerteza e volatilidade? Ou a luta pela conquista do eleitor não produzirá riscos? Quem errar na avaliação correta pode perder muito tempo e dinheiro.

Algumas consultorias políticas e econômicas asseguram que não temos riscos relevantes vindos da eleição. Outras apostam que a polarização eleitoral, com dúvidas preocupantes sobre quem pode vencer o “fla-flu”, vai produzir volatilidade no mercado financeiro, com sobe/desce do câmbio e das cotações acionárias. Alguns analistas ainda cometem o pecado de basear suas avaliações em conceitos imprecisos, como “candidato comprometido com ajuste fiscal” e “candidato mais populista”. As duas categorias são tão inexatas que tendem a se confundir na hora da teatral pancadaria pelo voto.

A antecipação do “fla-flu” eleitoreiro é um fator assustador que alimenta dúvidas e incertezas que podem induzir analistas a erros crassos e imperdoáveis. Novamente, as ilusórias paixões eleitorais jogam para escanteio o debate sobre soluções relevantes para o Brasil. A maioria não quer saber de discussão séria sobre um Projeto Estratégico de Nação. A postura irracional de membro de torcida organizada colabora para a mediocridade dos discursos dos políticos profissionais e dos eleitores amadores.

Até agora, a única “novidade” é o crescimento da candidatura de Jair Bolsonaro. No entanto, ninguém tem certeza da verdadeira densidade eleitoral dele. O mais curioso é que os analistas mais experientes consideram que o nome dele deve ser muito levado a sério. Afinal, até agora, Bolsonaro tem se apresentado como o principal catalizador da gigantesca insatisfação do eleitorado. Bolsonaro faz um trabalho muito bem qualificado e consistente nas redes sociais da Internet – o palco das livres broncas e das paixões irracionais de opinião. Bolsonaro apavora os concorrentes que antecipam a entrada no campo de batalha para o “fla-flu” eleitoreiro.

Vide a precipitada pancadaria entre Geraldo Alckmin (que apanha dentro de seu próprio PSDB), Henrique Meirelles (que sonha com o Palácio do Planalto desde criancinha) e, agora, o surpreendente Rodrigo Maia (impulsionado pelo seu papai César Maia e pelas próprias incertezas imediatas). Rodrigo é o substituto eventual do depauperado Presidente Michel Temer – que pode ser obrigado a se licenciar do cargo para cuidar da saúde. A mosca azul picou o Presidente da Câmara que agora sofre de dengo pelo Palácio do Planalto. A obsessão geral na base aliada - tão inconfiável quanto o sistema eletrônico de votação – é fabricar um candidato de “centro-direita” para se contrapor ao Bolsonaro...

Até o Presidente Michel Temer, se a saúde permitir e a popularidade der uma aumentada, cogita a aventura de uma tentativa de disputar a reeleição. Há quem aposta que o próprio Temer seja o maior incentivador da pancadaria recém-iniciada entre Rodrigo Maia e Henrique Meirelles. Quando Rodrigo reclama que Meirelles é “candidato dele próprio”, há quem jure que ele age como um repetidor daquilo que Temer não pode declarar publicamente sobre o Ministro da Fazenda que dá sustentação ao sistema.

O PT já sabe que Lula é um candidato “peru-de-natal”: já morreu de véspera... O poderoso Gilmar Mendes já avisou que ele é inelegível. O companheiro $talinácio – que posa de “perseguido pela Força Tarefa da Lava Jato e pelo juiz Sérgio Moiro” – tem certeza de que será condenado novamente, na maioria dos seis processos a que responde. Lula também já sabe que a tampa de seu caixão político será a homologação da “colaboração premiada” de Antônio Palocci Filho (agora xingado de traidor e de filho da... pela petelândia desvairada).

Lula descartado deixa aberto um espaço no eleitorado de esquerda. Por ali podem e querem correr Marina Silva e Aldo Rebelo. Os governistas – incluindo os tucanos – brigam entre eles. Se a insatisfação do eleitorado crescer ainda mais, e Jair Bolsonaro conseguir absorvê-la mais ainda, o “mito” fica mais viável como candidato, mesmo que não tenha uma base política local forte – como os presidenciávels da base aliada. As redes sociais serão decisivas no “fla-flu” eleitoreiro. Bolsonaro joga muito bem nos twitters, facebooks e Youtubes da vida, com milhões de seguidores.

A Rede Globo não engole Bolsonaro. Por isso, ainda pode investir pesado na aventura presidencial de Luciano Huck. No recente “Domingão do Faustão”, o marido da Angélica fez discurso de candidato e, descaradamente, alvejou o Bolsonaro, com uma frase de efeito: “Não existe salvador da pátria na política”. Luciano Huck também chutou o saco do Temer (aí!) com outra estocada: “Construímos muitos muros e poucas pontes”. A encenação do Huck no Faustão obrigou o Grupo Globo a soltar uma daquelas notas oficiais nas quais nem a Velhinha de Taubaté acredita: “A TV Globo reitera que não apoia qualquer candidato e que se limitará a realizar a cobertura jornalística das eleições de 2018, seguindo as regras de seus princípios editoriais”.

Com tanto papo furado, dá para acreditar que a eleição 2018 não vai produzir e agravar os riscos políticos e econômicos, alimentando mais volatilidades e incertezas? Tem jeito, não... Os donos do poder fabricam seus marionetes. O maior medo deles o aumento da insatisfação popular, ao ponto de gerar uma pressão mais intensa em favor da inédita Intervenção Institucional – que não será um “golpe militar”... O sistema deseja que tudo fique como sempre esteve... Por isso, fabrica seus “atores” de ocasião para o grande palco mambembe do Palhasso do Planalto...

O povo está mais PT da vida que nunca... A hora em que cansar de ser platéia, para se tornar protagonista das mudanças, o titanic de Bruzundanga dará uma virada...


Leia, abaixo, os artigos de Carlos Maurício Mantiqueira, Sérgio Alves de Oliveira e Gaudêncio Torquato:

Polarização?


O TRF-4 amarelou no caso Lula?


Os Tons da Campanha Eleitoral




Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!


O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 
A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 10 de Janeiro de 2018.

7 comentários:

Anônimo disse...

Chumbo grosso
terça-feira, 9 de janeiro de 2018
O GUERRILHEIRO CAGÃO, ZÉ DIRCEU, DESAFIA A JUSTIÇA E DIZ QUE VAI A PORTO ALEGRE DIA 24

Augusto Nunes
O penteado de rufião venezuelano foi a única novidade visível a olho nu no pronunciamento em que José Dirceu comunicou ao país que está vivo e ainda em liberdade. Ficou fora da tela outra novidade relevante: a TORNOZELEIRA ELETRÔNICA que é obrigado a usar enquanto aguarda a rejeição dos recursos protelatórios com que adiou o início da terceira temporada na cadeia. A ocultação do adereço desmoralizante permitiu a Dirceu caprichar na pose de guerreiro do povo brasileiro e figurão do PT.

Essas duas fantasias estão em farrapos desde que o prontuário de impressionar dirigente do PCC escancarou o criminoso comum e o reincidente irrecuperável que insiste em exibir a patente de GUERRILHEIRO DE FESTIM. Há três meses, o subchefe do Mensalão que embarcou também no Petrolão foi condenado, em segunda instância, a mais 30 anos de gaiola.

Só não voltou a dormir no presídio porque é flor do orquidário cultivado pela 2° Turma do Supremo Tribunal Federal, que o presenteou com outro habeas corpus. Graças a tal deferência, passa os dias na residência em Brasília, com tempo de sobra para brincar de preso político e gravar vídeos em que tenta exumar o passado de líder político a poucos passos da volta ao poder.

Com o mesmo sotaque que sublinha a pobreza do vocabulário e a miséria intelectual do REVOLUCIONÁRIO DE ARAQUE, Dirceu informa que declarou guerra a duas assombrações: uma certa “ditadura da toga” e um misterioso regime semipresidencialista, duas espertezas dos cruéis inimigos da nação que no momento se dedicam a uma torpeza intolerável: cassar Lula.

Para salvar o país, Dirceu avisa que vai a Porto Alegre neste 24 de janeiro. VAI NADA. Quem usa tornozeleira não fica longe de casa. Também garante que vai acabar com os ditadores togados. VAI NADA. No roteiro original do faroeste à brasileira parido pelo PT, O BANDIDO PRENDIA O XERIFE NO FINAL. A trama foi invertida pela Operação Lava Jato. 

O COMBATENTE QUE NUNCA TROCOU CHUMBO NA VIDA TERÁ DE ACOMPANHAR PELA TV A CONDENAÇÃO DE LULA pelo Tribunal Regional Federal da 4° Região. Imobilizado em Brasília, também ouvirá à distância outro patético berreiro do que já foi um partido e virou organização criminosa. Para livrar o chefão do xilindró, vai aparecer em Porto Alegre com a cara que tem hoje. O PT se transformou num Movimento Pró-Corrupção.

Anônimo disse...

@diariodopoder
7:28
10 de Janeiro de 2018
Governador do Estado entre 1947 e 1951, o sábio Otávio Mangabeira cunhou uma frase definitiva: “Pense num absurdo, na Bahia tem precedente”. O absurdo da vez, na Bahia, é a decisão do Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região que determinou a reintegração de funcionário da Caixa Econômica Federal condenado à prisão por crime contra o sistema financeiro nacional em razão do cargo de gerente.
Como o bandido ganhou o regime semiaberto, a Justiça do Trabalho deu 48 horas à Caixa para reintegrá-lo ao sistema que ele roubou.

A Justiça do Trabalho ignorou alegação da Caixa de que só podem trabalhar em banco quem não responde a processo criminal ou cível.

Admitido em 2012, o gerente condenado à prisão por maracutaia ainda recebe “auxílio reclusão” de R$ 3.384 mensais da Caixa... que roubou.

Além de reintegrar o criminoso, a Caixa está impedida de demiti-lo por justa causa. E há ainda quem resista à extinção da Justiça do Trabalho.

O Brasil é auto-suficiente em etanol: vai produzir 28 bilhões de litros na safra 2017/18, para um consumo de 26,5 bilhões de litros. Apesar de o País ser superavitário para consumo veicular, os distribuidores (inclusive americanos, como a Shell) dilapidam reservas cambiais brasileiras importando etanol americano, à base de milho, mais barato por ser subsidiado. Esse crime de lesa-pátria fez do Brasil o maior importador do etanol dos EUA, que é podre por ser muito poluente.
O objetivo dos distribuidores, que também são produtores de etanol no sudeste, é esmagar os produtores nordestinos com o etanol americano.
Inundam o Nordeste de etanol americano na entressafra no Sudeste e no auge da produção de outros estados, inclusive nordestinos.
Distribuidores alegam que o Nordeste é “deficitário” para esconder que, além de São Paulo, Goiás, Minas, Mato Grosso etc produzem etanol.
O ex-ministro Geddel Vieira Lima, preso na Papuda, não tem intenção de acordo de delação premiada, segundo familiares. E não manteve qualquer contato com o Ministério Público Federal (MPF), garantem.
Os presidentes do Senado e Câmara andam se estranhando. Rodrigo Maia tenta aparecer para tentar viabilizar projeto presidencial. Discreto, Eunício Oliveira acha que político com essa atitude acaba “atropelado”.
Parlamentares chegam a comprar quatro passagens para um mesmo dia. E pegam apenas o voo que lhes convier. As passagens, assim como as taxas de cancelamento são pagas pelo contribuinte.
Em outro sinal da decadência dos Correios, encomenda postada da China levou 14 dias para chegar ao Brasil e outros nove na fiscalização aduaneira. Um mês depois de liberada, ainda não chegou ao destino.
A Força Aérea Brasileira não sabe o que fazer com 137 mil metros de tecido adquirido para confecção de macacões para pilotos. É que a fibra não passou no teste antichamas. Virou cinzas.
Duas semanas. É o que resta a Lula, condenado a 9 anos e 6 meses de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro, antes do julgamento do recurso no TRF-4. Na prática, condenação mantida é eleição perdida.
O ex-ministro Ciro Gomes deu uma pausa na campanha presidencial para uma esticada em Paris. Ninguém é de ferro. Afinal, para “político pobre”, como ele se define, sempre há uma bela aposentadoria.
Daqueles heróis do esporte nunca suficientemente homenageados, o craque Gerson completa 76 anos nesta quinta (11). O “canhotinha de ouro” foi da mítica seleção brasileira de 1970, tricampeã no México.
...processando Luciano Huck, Globo e Faustão por “abuso de poder econômico” e bancando a caravana de Lula com dinheiro público, o PT mostra de novo que pimenta é bom apenas em olhos alheios.

Anônimo disse...


Pré-candidata, ex-apresentadora do Jornal Nacional chama Bolsonaro de mentiroso e o compara a Hitler
por Congresso em Foco | 09/01/2018 11:43
CATEGORIA(s): Eleições 2018, Notícias, Outros destaques
Ex-apresentadora do Jornal Nacional e do Fantástico, a jornalista Valéria Monteiro gravou vídeo em que chama o deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) de mentiroso e o compara ao ditador nazista alemão Adolf Hitler. Declarando-se pré-candidata à Presidência, Valéria desafia o seu eventual concorrente a um debate.
“Hoje vim aqui falar com você, Bolsonaro. Você é um mentiroso. O seu discurso de ódio faz as pessoas brigarem. Você não respeita as diferenças e vou lutar até o fim contra isso que é o pior do ser humano”, critica na abertura da gravação. “Hitler começou assim. Pegou uma Alemanha pobre, descrente, que precisava de autoestima. Convenceu as pessoas através do medo a acreditar em suas mentiras assim como você faz. Levou o mundo à maior guerra de sua história”, acrescenta Valéria, que negocia sua filiação ao PMN.
Veja o vídeo de Valéria:
Valéria Monteiro diz que sua pré-candidatura busca a união e a conciliação enquanto Bolsonaro usa o discurso da guerra e do medo para atrair o eleitorado e dividir ainda mais o país.
“Você é um mentiroso e usa o medo para aterrorizar as pessoas que já vivem com medo, medo de não pagar as contas, medo de perder o emprego, de viver no meio da violência. O que você tem a oferecer às pessoas é o medo e não vou deixar você fazer isso. Acha engraçado brincar de guerra, acha engraçado mostrar arma para uma pessoa.”
<< Bolsonaro, o mito de pés de barro
Segundo ela, o brasileiro está descrente da política por causa de Bolsonaro e das “velhas raposas da política, que têm rabo preso”. “Marque local e hora, vamos debater, Bolsonaro. Porque seus 15 minutos de fama acabaram”, encerra a jornalista.
Natural de Belo Horizonte, Valéria começou a carreira na afiliada da Record em Campinas. Foi contratada pela TV Globo em 1986 apresentar o RJTV. Atuou como âncora do Fantástico entre 1988 e 1991. Comandou o Jornal Hoje. Em 1992 foi a primeira mulher a apresentar o Jornal Nacional No ano seguinte voltou ao Fantástico. Em 1995 assumiu a apresentação do GNT Fashion. Também trabalhou como atriz na minissérie Incidente em Antares.
Nos Estados Unidos trabalhou para a Discovery, a Bloomberg e a NBC. De volta ao Brasil em 1999, apresentou a primeira fase do programa A casa é sua pela Rede TV!. Na política trabalhou como garota-propaganda da campanha eleitoral de José Serra.
<< Bolsonaro e filhos acumulam pelo menos R$ 15 milhões em patrimônio imobiliário.
PS - COITADA PENSA QUE E GLOBAL QUE JA GANHOU. O PROGRAMA DELA E ESSE FALAR MAL DO BOLSONARO. QUE QI DE LESMA ESTA MERDA TEM.

Anônimo disse...

DIARIO DO PODER
A Força Aérea Brasileira não sabe o que fazer com 137 mil metros de tecido adquirido para confecção de macacões para pilotos. É que a fibra não passou no teste antichamas. Virou cinzas.
PS = ISTO MOSTRA DE QUE MATERIA ENCEFALICA ESTES POLITICOS DE MERDA BRASILEIRO SAO AGRACIADOS. ELES QUEREM SOMENTE GASTAR SEM SABER EM QUE PORQUE E SE DEVEM? ISTO E UM ASSOMBRO.
Duas semanas. É o que resta a Lula, condenado a 9 anos e 6 meses de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro, antes do julgamento do recurso no TRF-4. Na prática, condenação mantida é eleição perdida.
O ex-ministro Ciro Gomes deu uma pausa na campanha presidencial para uma esticada em Paris. Ninguém é de ferro. Afinal, para “político pobre”, como ele se define, sempre há uma bela aposentadoria.
PS – PARA QUEM NAO TERMINOU A TRANSPOSIÇAO DO SAO FRANCISCO O GOGO DE ESGOTO JA ESTA QUERENDO SE PENDURAR AD AETERNUM NAS TETAS DA VACA. VA DORMIR PARA SEMPRE VAGABUNDO COMUNISTA.
Daqueles heróis do esporte nunca suficientemente homenageados, o craque Gerson completa 76 anos nesta quinta (11). O “canhotinha de ouro” foi da mítica seleção brasileira de 1970, tricampeã no México.
...processando Luciano Huck, Globo e Faustão por “abuso de poder econômico” e bancando a caravana de Lula com dinheiro público, o PT mostra de novo que pimenta é bom apenas em olhos alheios.
PS ´- OUTROS IDIOTAS GLOBAIS QUE PENSAM QUE SAO OS ULTIMOS BOMBONS DA CAIXA. COITADOS. CONTA OUTRA. DOMINAR UM DOMINGO COM UM MONTE DE IDIOTAS QUE AINDA PERDEM TEMPO VENDO FAUSTAO E SUA FRATULENCIA MENTAL E INTELECTUAL E PRECISO SACO, VONTADE DE PERDER TEMPO E PIOR ACHAR QUE A SOLUÇAO VAI SAIR DESTE RALO QUE E PLIM PLIM. SO FAZ SUCESSO NO MERDA SUL E NAS FAVELAS O RESTO E CONVERSA DE IDIOTA DE MERDA QUE QUEREM PERDEM TEMPO E DINHEIRO VENDO BOSTAS E MAIS BOSTAS.

Anônimo disse...

@diariodopoder
7:28
10 de Janeiro de 2018
Governador do Estado entre 1947 e 1951, o sábio Otávio Mangabeira cunhou uma frase definitiva: “Pense num absurdo, na Bahia tem precedente”. O absurdo da vez, na Bahia, é a decisão do Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região que determinou a reintegração de funcionário da Caixa Econômica Federal condenado à prisão por crime contra o sistema financeiro nacional em razão do cargo de gerente.
Como o bandido ganhou o regime semiaberto, a Justiça do Trabalho deu 48 horas à Caixa para reintegrá-lo ao sistema que ele roubou.
A Justiça do Trabalho ignorou alegação da Caixa de que só podem trabalhar em banco quem não responde a processo criminal ou cível.
Admitido em 2012, o gerente condenado à prisão por maracutaia ainda recebe “auxílio reclusão” de R$ 3.384 mensais da Caixa... que roubou.
Além de reintegrar o criminoso, a Caixa está impedida de demiti-lo por justa causa. E há ainda quem resista à extinção da Justiça do Trabalho.
O Brasil é auto-suficiente em etanol: vai produzir 28 bilhões de litros na safra 2017/18, para um consumo de 26,5 bilhões de litros. Apesar de o País ser superavitário para consumo veicular, os distribuidores (inclusive americanos, como a Shell) dilapidam reservas cambiais brasileiras importando etanol americano, à base de milho, mais barato por ser subsidiado. Esse crime de lesa-pátria fez do Brasil o maior importador do etanol dos EUA, que é podre por ser muito poluente.
O objetivo dos distribuidores, que também são produtores de etanol no sudeste, é esmagar os produtores nordestinos com o etanol americano.
Inundam o Nordeste de etanol americano na entressafra no Sudeste e no auge da produção de outros estados, inclusive nordestinos.
Distribuidores alegam que o Nordeste é “deficitário” para esconder que, além de São Paulo, Goiás, Minas, Mato Grosso etc produzem etanol.
O ex-ministro Geddel Vieira Lima, preso na Papuda, não tem intenção de acordo de delação premiada, segundo familiares. E não manteve qualquer contato com o Ministério Público Federal (MPF), garantem.
Os presidentes do Senado e Câmara andam se estranhando. Rodrigo Maia tenta aparecer para tentar viabilizar projeto presidencial. Discreto, Eunício Oliveira acha que político com essa atitude acaba “atropelado”.
Parlamentares chegam a comprar quatro passagens para um mesmo dia. E pegam apenas o voo que lhes convier. As passagens, assim como as taxas de cancelamento são pagas pelo contribuinte.
Em outro sinal da decadência dos Correios, encomenda postada da China levou 14 dias para chegar ao Brasil e outros nove na fiscalização aduaneira. Um mês depois de liberada, ainda não chegou ao destino.
PS-ESSA CORJA SO VAI NOS FAVORECER SE FOREM TODOS PARA A CIDADE DOS PES JUNTOS. MORARAM OU QUEREM QUE SE DESENHE?

Waltão disse...


O PAPEL DO FRANKSTEMER COMO ADMINISTRADOR
É SIMPLESMENTE RIDÍCULO, CARA, CONSEGUIR SER
PIOR QUE A VACA TERRORISTA DA DILMA É CASO PARA
SUICÍDIO, É O MESMO QUE VOCÊ ENTREGAR UMA FERRARI
PARA ALGUÉM QUE NA VIDA SÓ DIRIGIU FUSCA 1300.

Anônimo disse...

BLOG CHUMBO GROSSO
quarta-feira, 10 de janeiro de 2018
GLEISI "NARIZINHO"COXA"AMANTE" ESTÁ COM O CU CORTANDO AÇO COM MEDO DE SER PRESA
Airton Leitão
A senadora e presidente do PT Gleisi Hoffmann foi ridicularizada ao colocar a culpa da corrupção existente na Petrobras no juiz Sérgio Moro. Ela tem feito vários ataques contra o Poder Judiciário para tentar criar a ideia de que o ex-presidente Lula NÃO FEZ NADA DE ERRADO, e já avisou que irá entrar com uma ação contra a chefe de gabinete do presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) após descobrir que ela assinou uma manifestação online pedindo a prisão de Lula.
Depois, Gleisi resolveu CULPAR o juiz Sérgio Moro e o procurador e coordenador da força-tarefa de Curitiba, Deltan Dallagnol, de forçarem a Petrobras a pagar um valor altíssimo por uma ação movida pelos investidores americanos. A senadora afirmou que a estatal irá pagar 6,5 vezes a mais do que recuperou da Lava-Jato, o que era um absurdo, segundo ela.
No entanto, Gleisi foi detonada por um jornalista americano que viu uma enganação na atitude e questionamento dela. O jornalista Brian Winter, editor-chefe do jornal "Americas Quartely", acabou ironizando e ridicularizando Gleisi. Para ele, a presidente do PT estaria criticando a Lava-Jato por não recuperar todo o dinheiro que o partido dela roubou. A impressão que se tem é que a senadora estaria tentando vitimizar Lula ao culpar Moro pelos supostos atos de corrupção encontrados no governo petista.
NO PRÓXIMO DIA 24, O TRF-4 JULGARÁ OS RECURSOS DO EX-PRESIDENTE E HÁ A POSSIBILIDADE DE SER DECRETADA A PRISÃO DE LULA. Há um grande receio no PT do petista ficar inelegível para as próximas eleições. A vida de Gleisi também pode se complicar. UM ALIADO DELA, QUE NÃO SE IDENTIFICOU, REVELOU QUE A SENADORA ESTARIA COM MUITO MEDO DE PERDER O SEU MANDATO E NÃO TER MAIS O FORO PRIVILEGIADO. ISSO SERIA PÉSSIMO PARA ELA, QUE PODERIA, INCLUSIVE, CAIR NAS MÃOS DO JUIZ SÉRGIO MORO, ACRESCENTANDO QUE ELA TEME SER PRESA EM 2019 SE PERDER FORO PRIVILEGIADO. Será que ela vai continuar com o seu narizinho empinado?
Postado por Altamir Pinheiro às 1/10/2018 08:46:00 AM
PS - ELA COMO OUTROS TANTOS SENADORES E DEPUTADOS FEDERAIS SENTEM ORGULHO EM SEREM PTISTAS, EM SEREM SENADORES, RESTA SABER SE OS ESTADOS DESSES AMEBAS SAO ORGULHOSOS DESSES FELA DE PUTA QUE CRESCERAM E SE MULTIPLICARAM PELO PAIS. AMEBAS QUE NAO RESPEITAM LEIS, NAO SE RESPEITAM, NAO RESPEITAM SEUS ESTADOS DE ORIGEM E PIOR NAO RESPEITAM SUAS FAMILIAS E SEUS FILHOS. ESTA E A REALIDADE DA ESCROTIDAO POLITICA BRASILEIRA. TEMOS QUE CONTINUAR A OUVIR E VER ESTAS GENIALIDADES DE PLANTAO QUE EM VEZ DE FORTIFICAREM SEUS CURRICULOS DEFECARAM EM CIMA DELES. E O FAMOSO CONCUBINATO POLITICO DE UNS LIMPAREM OS RABOS DOS OUTROS. PARA QUEM GOSTA DE MERDA CATINGA E CHEIRO.