terça-feira, 16 de janeiro de 2018

O crime de lesa-pátria da Petrobras


2ª Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

A Republiqueta Interventora de Bruzundanga parece que perdeu, definitivamente, qualquer vergonha de ser uma mera colônia de exploração da periferia globalitária. No momento em que a cotação do barril de petróleo sobe, a Petrobras vende uma importante concessão do pré-sal. Tudo a preço de banana podre e a toque de caixa. Pior ainda, a estatal de economia mista se esquece de pagar os R$ 90 bilhões da revisão do contrato da cessão onerosa. Será que vão esperar o preço petróleo decolar ainda mais no mercado internacional?

Ficou na cara que a Petrobrás vendeu, correndo, a reserva do pré-sal no Campo de Iara para pagar a indenização de quase R$ 10 bilhões aos detentores de ADRs que fecharam um acordo para parar com a maior ação judicial de Class Action nos EUA. Outra parte do rombo será coberta com a abertura de capital da BR Distribuidora – onde a turma do petrolão roubou até o talo. Silmplesmente, a Petrobras está pagando a conta da corrupção da qual a empresa não foi totalmente “vítima”. Já os investidores brasileiros, os tais dos “minorotários”, que se danem...

Shell, Exxon, Total e outras mais fazem a festa... Como de péssimo hábito, os colonizados bruzundanguenses agem conforme o complexo de vira-latas – magistralmente conceituado pelo imortal Nelson Rodrigues. A mania aqui é acreditar na mentira de que os estrangeiros têm sempre mais capacidade e competência de explorar qualquer negócio por aqui. Na prática, entregamos, na bacia das almas, toda a nossa tecnologia de exploração em águas profundas e no próprio pré-sal. Enquanto agirmos como “Macunaímas”, estaremos dominados pelo Crime Institucionalizado e seus agentes conscientes do poder real globalitário.

A delinqüência tem de ser contida. Fragmentar a Petrobras é como bem define o ativista Romano Allegro, que desde 2007 faz sistemáticas e comprovadas denúncias aos órgãos de controle (MPF, CVM, TCU, CADE e por aí vai): “Eles estão fritando o porco na própria banha. Eles estão pagando o almoço para pagar o jantar. A abertura de capital da BR é um crime. A B3 flexibilizou o nível 2, para se adaptar a Petrobrás, presida pelo Pedro Parente, que também é presidente do Conselho de Administração da Bolsa de Valores, e faz o mercado engolir que não existe conflito de interesses. Pedro Parente parece um imperador que implode a empresa”.

Romano Allegro divulga o teor de suas manifestações, nas recentes assembléias da Petrobras, em 31 de janeiro de 2017, 27 de abril de 2017 e 15 de dezembro de 2017. O ativista denuncia que vem sendo vítima de uma tentativa de desmoralização pela área jurídica da companhia. No entanto, Romano promete seguir em sua campanha para a moralização do mercado e para que a empresa, um dia, adote práticas efetivas de Governança Corporativa. Romano também sonha com uma punição exemplar, pela Lava Jato, a Luiz Inácio Lula da Silva, o grande e maior comandante de todo o desastre causado contra a Petrobras e pela companhia contra os investidores do mercado interno e externo.

Os “minorotários” se danam com os abusos de gestão e barbaridades cometidas pelo governo da União. Enquanto isso, o povinho e os empreendedores pagam a conta, bancando os sucessivos aumentos de combustíveis que tentam saldar o rombo gerado pela corrupção. E os bandidos aguardam o momento em que poderão usar e abusar da grana “roubada” que escondem nos paraísos fiscais e nas armações africanas...

E o Batman ainda tem a coragem de dizer ao Robin que o crime não compensa... Só se for apenas em Gotham City...

Leia, também, o artigo de Carlos Henrique Abrão: A tributação confiscatória do automóvel


Os Arquivos

Vale uma leitura atenta das manifestações de Romano Allegro e dos representantes da Associação de Engenheiros da Petrobras, nas atas das assembléias da Petrobras, no ano passado.

ATA DA AGE DE 31/01/2017


ATA DA AGE DE 15/12/2017


AGO DE 27/04/2017


Foto velha


Releia a primeira edição desta terça-feira: A arte de curtir com a cara do eleitor


Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!


O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 
A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 16 de Janeiro de 2018.

2 comentários:

Anônimo disse...

Nobre jornalista, o Temer insiste tanto em colocar a Cristiane Brasil como Ministra do Trabalho e não deu certo até o momento, então por que não usar os seguintes substitutos?
Roberto Jefferson, tão patriota que avisou o ZEDIRCEU, para evitar que atingisse o "honesto Lulalá" com a frase mais linda usada do século,"Sai daí, Zé. Sai daí logo antes que você faça réu um homem inocente, o presidente Lula", ou ainda com o sobrenome Brasil, temos Inês Brasil e David Brazil.A justiça parece que não vai permitir que a nobre deputada assuma.

Anônimo disse...

Concordo com o Anônimo das 5:18...
Sendo filha de quem é, boa coisa não é!