quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

O Poder da Intervenção


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Antônio José Ribas Paiva

De acordo com pesquisas isentas, mencionadas em palestra do Gen. Villas Boas, na Escola da Magistratura, 43% da população brasileira anseia pela INTERVENÇÃO INSTITUCIONAL .
     
Isso significa que, tirando as crianças, 90 milhões de brasileiros adultos, a maior força política da história do Brasil, pretendem as REFORMAS INSTITUCIONAIS, que só podem ser feitas através da INTERVENÇÃO.
       
Essa força política impressionante está apavorando a classe política e os barões do serviço público, cujo Poder só pode ser mantido, se conseguirem embarcar no bote salva-vidas das eleições.
     
A POLARIZAÇÃO atual é entre os 90 milhões de intervencionistas e a insignificante e criminosa classe política.

Por tudo isso, ELEIÇÃO É GOLPE  do crime, contra o povo, que não podemos admitir!

Garante Constitucional

Qualquer regime político é mera concessão do Poder Armado.

As FFAA precisam garantir a limpeza e adequação da coisa pública, para depois ter o que garantir.

Atualmente, garantem, inadvertidamente, apenas o governo do crime.

INTERVENÇÃO INSTITUCIONAL JÁ!!!


Antônio José Ribas Paiva, Jurista, é Presidente do Nacional Club.

4 comentários:

JESUS disse...

APOIADO, OU SE FAZ ISSO OU É O CAOS TOTAL E NÃO DEMORA

Aecio Moura disse...

Queria pedir licença ao ilustre colega para postar no meu facebook, publicações deste blog, claro com o devido credito, de mensgens importantes, principalmente as cunho economico, por considera-las esclarecedoras e objetivas.
Desde já agradeço,
Aecio Falcao Moura

Aecio Moura disse...

Queria pedir licença ao ilustre colega para postar no meu facebook, publicações deste blog, claro com o devido credito, de mensgens importantes, principalmente as cunho economico, por considera-las esclarecedoras e objetivas.
Desde já agradeço,
Aecio Falcao Moura

CARLOS MARIA DE AGUIAR disse...

Meu amigo Jorge Serrão, em 1970 cantávamos: "Noventa milhões em ação, pra frente Brasil, salve a seleção..." Irônica coincidência, não?