terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

Bocó – Forrest Gump Tuíniquim


“País Canalha é o que não paga precatórios”

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira                  

O ditado popular ensina: Mais vale quem Deus ajuda do que quem cedo madruga.

Este almocreve que lhes escreve e clama pela redenção da Pátria que tanto ama, bem sabe que na vida as pessoas só se lembram de quem lhes fez mal.

Bafejado pela sorte, os há simplórios e seguidores de Mavorte.

No momento há um bolso ignaro. Não é gênio nem jumento.

Não obstante é competente o bastante pra gerar admiradores e detratores.

No palco da tragicomédia eleitoral, desvia os refletores dos verdadeiros palhaços: os eleitores.

Se dona Onça embarcar nessa canoa furada e permitir a troca das moscas (e não a limpeza da merda) o país deixará de ser chuchu beleza e dos estrangeiros será fácil presa.

Em neologismo esclarecedor: Tantufaz como tantufez.

Se desmoraliza um concorrente por vez.

Já vimos o que ocorreu em 90.

Como num filme de cowboy, o mocinho eleito sherife, na primeira cena, assalta o banco. Até hoje a poupança dói.

A zélia da zelite algoz e o galã, mágico de Oz.

Ou temos intervenCão ou será o fim da naCão!

Terminado o entrudo, estamos na mão do chifrudo?


Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

Um comentário:

Loumari disse...

TETA LANDO - EU VOU VOLTAR

https://www.youtube.com/watch?v=xf5CcJlk4ZA