quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

Da Tempestade (Justa e Perfeita)


“País Canalha é o que não paga precatórios”

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira                  

Às vezes, uma tempestade começa com pingões esparsos (antigamente chamados “quatrocentões” por terem diâmetro equivalente ao de uma moeda de quatrocentos réis).

Em seguida, o vento. Após, os raios.

Medo, desmaios, desespero.

Nos ensinou Camões:

“No mar tanta tormenta, e tanto dano,
Tantas vezes a morte apercebida!
Na terra tanta guerra, tanto engano,
Tanta necessidade avorrecida!
Onde pode acolher-se um fraco humano,
Onde terá segura a curta vida,
Que não se arme, e se indigne o Céu sereno
Contra um bicho da terra tão pequeno? “

Na república do vira bosta há quem no “acordão” ainda aposta.

Ledo engano; a porcada já entrou pelo cano.

Veremos, agora, bandos de “indignados”, tremibundos e outros imundos, pedindo socorro (para o bispo?; bicho tão arisco!)

“Não sei se fico, corro ou morro!”

A maré não tá pra peixe nem no mar de lama.

Cada um de nós tem, por escrito ou de memória, uma lista de antipatias.

Mente quem diz não as ter (as antipatias).

Antes que o efecagácê se escafeda, tomemo-lo por judas na próxima Aleluia. Em rio que tem piranha, índio bebe água de cuia!

Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

4 comentários:

Loumari disse...

As Tuas Lágrimas

As tuas lágrimas respiram e florescem, o lugar onde te sentas é o rio que corre em sobressalto por dentro de uma árvore, seiva renovada que transporta palavras até às folhas felizes de~um amor demorado e ainda puro. E essa árvore fala através das tuas palavras, demora-se em conversas com as abelhas, com os gaios, com o vento.
As tuas lágrimas iluminam as páginas alucinadas dos livros de poesia, e as mesas claras tão cheias de frutos que se assemelham a fogueiras ruivas, alimento privilegiado de um imenso e intenso dragão que me aquece o sangue.
As tuas lágrimas transbordam os grandes lagos dos meus olhos e eu choro contigo os grandes peixes da ternura, esses mesmos peixes que são os arquitectos perturbados de uma relação sem tempo mas alimentada por primaveras que de tão altas são inquestionáveis.
As tuas lágrimas fertilizam as searas celestes, arrefecem o movimento dos vulcões, absorvem toda a beleza do arco-íris, embebedam-se com a doçura das estrelas. E são oferendas à mãe terra, o reconhecimento final do princípio do nosso pequeno mundo. As tuas lágrimas são minhas amigas. São as minhas lágrimas. A forma de chorar-te cheio de alegria, ferido por esta felicidade de amar-te muito, de amar-te sempre, de apascentar nas horas mais desoladas, o meu rebanho florido de azáleas brancas e vermelhas.

"Joaquim Pessoa, in 'Ano Comum"

Loumari disse...

EXORTAÇÕES DIVERSAS, E SAUDAÇÕES

NO demais, irmãos, rogai por nós, para que a palavra do Senhor tenha livre curso e seja glorificada, como também o é entre vós:
E para que sejamos livres de homens dissolutos e maus; porque a fé não é de todos.
Mas fiel é o Senhor, que vos confortará e guardará do maligno.
E confiamos de vós, no Senhor, que não só fazeis, como fareis, o que vos mandamos.
Ora o Senhor encaminhe os vossos corações no amor de Deus e na paciência de Cristo.
Mandamo-vos, porém, irmãos, em nome do nosso Senhor Jesus Cristo, que vos aparteis
De todo o irmão que andar desordenadamente, e não segundo a tradição que de nós recebeu.
Porque vós mesmos sabeis como convém imitar-nos, pois que não nos houvemos desordenadamente entre vós,
NEM DE GRAÇA COMEMOS O PÃO DE HOMEM ALGUM, MAS COM TRABALHO E FADIGA, TRABALHAMOS NOITE E DIA, PARA NÃO SERMOS PESADOS A NENHUM DE VÓS.
Não porque não tivéssemos autoridades, mas para vos dar em nós mesmos exemplo, para nos imitardes.
Porque, quando ainda estávamos convosco, vos mandámos isto, que, se ALGUÉM NÃO QUISER TRABALHAR, NÃO COMA, TAMBÉM.
Porquanto ouvimos que alguns, entre vós, andam desordenadamente, não trabalhando, antes fazendo coisas vãs.
A esses tais, porém, mandamos e exortamos, por nosso Senhor Jesus Cristo, que, trabalhando com sossego, comam o seu próprio pão.
E vós, irmãos, não vos canseis de fazer o bem.
Mas, se alguém não obedecer à nossa palavra por esta carta, NOTAI O TAL, E NÃO VOS MISTUREIS COM ELE, PARA QUE SE ENVERGONHE.
Todavia não o tenhais como inimigo, mas admoestai-o como irmão.
Ora, o mesmo Senhor da paz vos dê sempre paz, de toda a maneira. O Senhor seja com todos vós!
Saudação da minha própria mão, de mim, Paulo, que é sinal em todas as epístolas; assim escrevo.
A graça do Nosso SENHOR JESUS CRISTO seja com todos vós! Ámen.
(2 TESSALONICENSES 3)

Loumari disse...

DEFICIÊNCIA - por Mário Quintana (escritor gaúcho 30/07/1906 - 05/05/1994)

DEFICIENTE: é aquele que não consegue modificar a sua vida, aceitando as imposições de outras pessoas ou da sociedade em que vive, sem ter consciência de que é dono do seu destino.

LOUCO: é quem não procura ser feliz com o que possui.

CEGO: é aquele que não vê seu próximo morrer de frio, de fome, de miséria, e só tem olhos para seus míseros problemas e pequenas dores.

SURDO: é aquele que não tem tempo de ouvir o desabafo de um amigo, ou o apelo de um irmão. Pois está sempre apressado para o trabalho e quer garantir seus tostões no fim do mês.

MUDO: é aquele que não consegue falar o que sente e se esconde por trás da máscara da hipocrisia.

PARALÍTICO: é aquele que não consegue andar na direção daqueles que precisam de sua ajuda.

DIABÉTICO: é quem não consegue ser doce.

ANÃO: é quem não consegue deixar o amor crescer. E, finalmente, a pior da deficiência é ser miserável, pois:

MISERÁVEIS: são todos que não conseguem falar com DEUS.

"A amizade é um amor que numa morre"

(Mário Quintana)

Loumari disse...

Reflexão da semana

A revista Istoé, publicou esta excelente entrevista de Camilo Vannuchi._ _O entrevistado é Roberto Shinyashiki_, _médico psiquiatra_,
_com Pós-Graduação em administração de empresas pela USP, consultor organizacional e conferencista de renome nacional e internacional_.

_Uma das perguntas, veja a seguir e medite_.

*ISTO É*: ```Muitas pessoas têm buscado sonhos que não são seus?```
*Shinyashiki*: ```A sociedade quer definir o que é certo. São quatro loucuras da sociedade:```

*A primeira é*: ```instituir que todos têm de ter sucesso, como se ele não tivesse significados individuais.```

*A segunda loucura é*: ```Você tem de estar feliz todos os dias.```

*A terceira é*: ```Você tem que comprar tudo o que puder. O resultado é esse consumismo absurdo.```

```Por fim,``` *a quarta loucura*: ```Você tem de fazer as coisas do jeito certo.```
*Jeito certo não existe*. ```Não há um caminho único para se fazer as coisas.
As metas são interessantes para o sucesso, mas não para a felicidade.
Felicidade não é uma meta, mas um estado de espírito. Tem gente que diz que não será feliz enquanto não casar, enquanto outros se dizem infelizes justamente por causa do casamento.

Você pode ser feliz tomando sorvete, ficando em casa com a família ou amigos verdadeiros, levando os filhos para brincar ou indo à praia ou ao cinema.
Quando era recém-formado em São Paulo, trabalhei em um hospital de pacientes terminais. Todos os dias morriam nove ou dez pacientes. Eu sempre procurei conversar com eles na hora da morte.
A maior parte pega o médico pela camisa e diz:``` _"Doutor, não me deixe morrer_. _Eu me sacrifiquei a vida inteira,_ _agora eu quero aproveitá-la e ser feliz"._
```Eu sentia uma dor enorme por não poder fazer nada. Ali eu aprendi que a felicidade é feita de coisas pequenas.
Ninguém na hora da morte diz se arrepender por não ter aplicado o dinheiro em imóveis ou ações, ou por não ter comprado isto ou aquilo, mas sim de ter esperado muito tempo ou perdido várias oportunidades para aproveitar a vida.
Deus nos criou para vivermos a vida em toda a sua plenitude, para sermos felizes, sermos livres...não se deixe escravizar...não seja escravo da ganância... do egoísmo... da amargura... do ressentimento...da falta de tempo...
Tenha tempo para Deus, para sua família, para você mesmo!
Seja livre para amar...para perdoar...para sonhar...para viver !```
*"Não espere a hora da sua morte para lembrar-se de que é preciso aproveitar a vida e ser feliz!"*

`Reflexão da semana`