segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

Misteres Estranhos


“País Canalha é o que não paga precatórios”

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira                  

O genial G. K.Chesterton escreveu um pequeno e curiosíssimo livro, cuja tradução portuguesa leva o nome de “O clube dos negócios estranhos”.

Nada vou comentar sobre a obra para que os amáveis leitores, que se dispuserem a lê-lo, não percam o sabor da descoberta.

O termo “negócios”, do título não é muito feliz. A edição francesa utiliza com mais acerto, a expressão “métiers”.

Procurarei listar profissões inusuais ainda existentes.

No Brasil havia (há?) carpideiras profissionais, para “animar” os velórios.

Recentemente surgiram os passeadores de cães.

Quase desaparecidos, os amoladores de facas, usam uma “flauta” para anunciar a sua presença nas proximidades.

Na Europa, há defloradores profissionais para poupar as jovenzinhas da inexperiência de seus primeiros namorados.

Nos últimos escândalos da Pindorama, temos visto canalhas profissionais.

O que dizer da Dona Onça?

Tapadoura contumaz do sol com peneira?

Ou ingênua crente de que as instituiCães estão funcionando?

Cáspite!

“Tout va bien, madame la marquise”.



Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

5 comentários:

Loumari disse...

INSÓLITO: NO BRASIL, UMA ESTUDANTE PÔS EM LEILÃO A SUA VIRGINDADE

Rosalie Pinho, de 19 anos, vive em Minas Gerais, Brasil, e é estudante. Mas se falamos sobre ela aqui, é principalmente porque ela decidiu pôr a sua virgindade online em leilão. Sim, você entendeu bem!

Ela aceitaria uma oferta de base no valor de 300 000 € de "homem interessado" que gostariam de passar a noite com ela. Mas somente o que dar o melhor lance terá direito no final.

Vender sua virgindade para sair da pobreza

No Brasil, já é uma prática comum as adolescentes venderem sua virgindade para financiar seus estudos ou melhorar suas condições de vida. Esta adolescente brasileira diz que pôs sua virgindade em leilão em uma tentativa desesperada de ganhar dinheiro para o sustento dela e de sua família que é muito pobre. A aluna, cuja família é dito ter passado por "grandes dificuldades financeiras" e tem dificuldade em alimentar-se, agora espera arrecadar dinheiro suficiente para se mudar para uma cidade grande, oferecer a sua mãe uma casa melhor e poder pagar suas despesas de escolaridade.

Rosalie disse: "Eu nunca flertei com ninguém e o contacto máximo que eu já pude ter com alguns rapazes foi apenas alguns beijos. Em primeiro lugar, a ideia de dormir com um estranho me assusta, mas me fiz a ideia. Preferiria perder minha virgindade com alguém que quebrasse o meu coração. "

O objectivo a alcançar é o montante de 850 000 €

Não é tecnicamente ilegal o comércio de sexo no Brasil, mesmo que seja ilegal usar profissionais do sexo e manter bordéis sob a lei estadual. Rosalie diz que ela foi inspirada por outras garotas que fizeram o mesmo, e ela mesmo criou seu próprio site para esse propósito. Já recebeu propostas de até € 500,000, ela diz: "O leilão está online há três semanas e terminará na primeira semana de Maio. Gostaria que o valor atinja 850 mil euros, será a melhor coisa que poderia acontecer na minha vida! "

Para todos aqueles que se perguntam como a família e os amigos de Rosalie reagiram a tudo isso, a jovem estudante diz que eles ainda desconhecem seus negócios. "É totalmente um segredo", diz ela. "Eu me preocupo muito sobre como minha decisão reflectirá sobre minha família do que as pessoas vão pensar em mim. "

Fonte: http://www.fredzone.org/au-bresil-une-etudiante-a-mis-sa-virginite-aux-encheres-554

Loumari disse...

EL DOLOROSO TESTIMONIO DE UNA MAESTRA RURAL EN VENEZUELA: ULTIMAS NOTICIAS HOY 11/02/2018

EL DOLOROSO TESTIMONIO DE UNA MAESTRA RURAL EN VENEZUELA.
"Hoy estoy ronca, pero es porque no falto", dice entre lágrimas Morelva León, maestra de la escuela rural U.E. Armando Reveron en el municipio de Turgua, en Miranda. Así comienza el desgarrador relato publicado por el diario El Nacional, y que estremece por reflejar otra de las caras de la crisis venezolana.

La historia de Morelva es la historia de muchos venezolanos que pese a su empeño, su amor por la profesión y su dedicación, encuentran en la realidad de su país una pared para conseguir sus sueños.

"La semana pasada trabajé dos días sin comer, todo el día. Solamente un vaso con azúcar el jueves", explica, con tranquilidad, y aclara: "Yo doy todo por estos niños".

https://www.youtube.com/watch?v=0aYfgC7G19k&t=192s

jomabastos disse...

Você, Carlos Maurício Mantiqueira, tem ótimos artigos, mas algumas vezes "mete a pata na poça", ao proceder como alguma mídia que não busca a veracidade dos factos.
Os desfloradores profissionais não existem na Europa mas sim nas Ilhas Guam, situadas no pacífico, por lá existir uma legislação que não permite que as mulheres casem virgens.
E as Ilhas Guam são dos Americanos e não dos Europeus. Portanto, há que dar a César o que é de César.

Anônimo disse...

(You Tube) - 1) As novas previsões do Vidente Carlinhos, política, fama, futebol e muito mais, de arrepiar [parte I] (Quebra de Rotina - 09-02-2018 - de 3:35 a 7:30) /// 2) Live do Durval 13-02-18 (Adriano Augusto - de 2:30 a 9:42 ; de 17:00 a 22:30 ; de 24:00 a 24:30).

Anônimo disse...

Franco Zefirelli, diretor do filme Romeu e Julieta, declarou em entrevista que teve grande dificuldade de encontrar uma jovem com olhar puro para representar a heroína do filme (observem-se as caras e bocas, principalmente olhares e poses sensuais, que as mulheres desde a infância têm sido induzidas a a adotar em suas selfies). Já na atualidade, uma dessas jovens atrizes europeias afirmou que seu diretor a orientou a perder a virgindade com seu namorado antes de participar do filme. E Sílvio Santos estabeleceu uma situação constrangedora para a jovem Maísa (que afirmou nunca ter namorado), perguntando por que ela não namorava um jovem apresentador assumidamente homossexual. Ele desrespeitou a sabedoria de que não se deve despertar o amor antes do seu tempo.