segunda-feira, 19 de março de 2018

Bandido Bom é Bandido Corrupto?



Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

O desgoverno federal quer nos matar – nem que seja de rir. É hilariante a “tese” lançada pelo ministro Carlos Marun, alegando que o problema da segurança pública no Brasil é que a Polícia Federal e o Ministério Público Federal priorizaram a corrida atrás da corrupção, em vez de perseguir os bandidos (do narcotráfico e afins). Só faltou o criativo Marun definir que “Bandido bom é bandido Corrupto”. Mais doideira que essa é a Dilma (antecessora do Temer, lembram dela?) pregar que o assassinato da Marielle é mais uma etapa do Golpe (contra ela).

Deve demorar muito a sair do noticiário o crime hediondo contra Marielle (lamentavelmente igual a tantas outras dezenas de milhares de homicídios praticados contra brasileiros famosos ou não). Os radicalóides seguem, deploravelmente, surfando no cadáver da vereadora carioca covardemente assassinada. Domingo ocorreram grandes protestos no Rio de Janeiro e São Paulo. Nada de anormal que a esquerda manchada pela corrupção aproveite o sangue derramado para tentar manter vivo seu demagógico discurso. Isto era mais previsível que a vitória do Vladimir Putin para mais um mandato presidencial de seis anos na Rússia – País da Copa do Mundo de Futebol 2018 da Fifa...

Combater o Crime no Brasil é puro enxugamento de gelo. O Crime é Institucionalizado. Ele só acontece e se amplia em parceria ou conivência com a maquina estatal. O único jeito efetivo de combater a bandidagem organizada é mudar e reinventar a estrutura estatal. No modelo Capimunista Rentista de Estado-Ladrão, os criminosos de alto e baixo padrão político-econômico seguirão faturando e matando. A organização criminosa é conseqüência – e não a causa – do modelo estatal brasileiro. A corrupção é conseqüência – e não causa originária. Se não entender tal princípio básico, não adianta gastar mais dinheiro (que não temos sobrando) com ilusórios esquemas de segurança pública ou privada.

A tese do Crime Institucionalizado é facilmente justificada por perguntas indiscretas com respostas inconvenientes. Quem financia a caríssima estrutura do narcotráfico? Como tanto dinheiro circula no submundo criminoso sem o pleno conhecimento da máquina estatal de repressão fiscal/financeira? Será que ninguém sabe que o “empréstimo” de dinheiro para financiar a compra, venda e aluguel de drogas ou armas rende mais que as melhores aplicações no mercado financeiro? Como é que políticos inexpressivos – sobretudo da endeusada esquerda, mas não só ela – conseguem tantos votos, “por coincidência”, nas áreas carentes e violentas, dominadas por narcotraficantes ou milicianos (serviços ilegais de segurança que contam com a colaboração de policiais)?

Têm muito mais perguntas: Por que nossos presídios servem de centros de gerenciamento do narcotráfico, mesmo operando no formato medieval de depósitos de uma massa carcerária predominantemente miserável, sem que haja conivência dos agentes estatais? Como é que entram, tão facilmente, tantas drogas, armas, telefones celulares (smartphones e tablets) nas penitenciárias? Por que só acabam presos os traficantes mequetrefes das comunidades, e raramente são apanhados os maiores financiadores das atividades deles, que apenas trocam de “gerente” quando algum “bandido” cai em desgraça ou perde a territorialidade para seus concorrentes? Por que os “governos” permitem o crescimento desordenado de tantas favelas que servem ao narcotráfico?

A conclusão cínica é que Bando Bom é o Bandido Corrupto. Para tal categoria, o Crime sempre compensa. Gera cada vez mais poder político e econômico aos seus reais controladores. O aumento da violência é um negócio maravilhoso. Crescem e se tornam proibitivos os gastos com a pretensa “segurança”, seja na área pública ou privada. No meio destas despesas crescentes, muita roubalheira, superfaturamento e corrupção. E os idiotas-inúteis da mídia amestrada jogam a culpa da violência nas armas legalizadas. Bandidos não comprar armas legalmente... Porém, o cidadão de bem tem seu direito impedido ou dificultado ao máximo...

A aposta elevada na impunidade torna o Brasil um dos paraísos globais da bandidagem. Somos rota internacional do tráfico de drogas, armas, pessoas e órgãos humanos. Nossas fronteiras, sobretudo em terra e mar, são fragilmente vigiadas. Falham feio as Forças Armadas, a Polícia Federal e a Receita Federal. A conivência com a favelização e a total falta de prioridade nos investimentos em Educação, Cultura e Esportes só ajudam a gerar mão-de-obra para a “fábrica de bandidos” que assaltam, traficam, assassinam e, sobretudo, elegem os “Patrões”.

A única maneira de romper com essa “cadeia produtiva do Crime” é a inédita Intervenção Institucional que irá reinventar o modelo estatal do Brasil, através de mudanças estruturais. Uma Intervenção cirúrgica é o único jeito efetivo de romper com a estrutura estatal que ajuda o Crime a se organizar. Intervenções meia-boca apenas farão a festa da bandidagem e gastarão cada vez mais dinheiro público – para alegria dos “Senhores das Armas” legais ou ilegais, além de beneficiar a indústria formal e informal da suposta “Segurança”.

Os “bons” Corruptos – que ficam pouco tempo na cadeia ou nem vão para lá, na maioria dos casos – seguem morrendo de rir da cara dos cidadãos de bem e honestos... E nós vamos morrendo assassinados ou amedrontados pela Organização Criminosa... Até quando?      

Releia os artigos: “Estado-Ladrão Forte, Brasil Fraco”...

E A imoral crítica esquerdista


Militares candidatos

Circula nas redes sociais uma lista de militares que pretendem disputar a eleição deste ano.

Deve ser incluída a candidatura do General Mourão a Presidente... Só que do Clube Militar, a Casa da República.

A relação (atualizada no dia 17 de março) ainda pode ser ampliada:

*Rio de Janeiro:*
Capitão Jair Bolsonaro (Presidente da República)
Capitão Durval Ferreira (Deputado Federal)

*Alagoas:*
Cel Jodelmir (Dep Federal)
Cel Martins (Dep Estadual)

*Amazonas:*
Gen Ex G.Theóphilo (Dep Federal)
Gen Bda Franklinberg (Dep Federal) 
Maj Huss (Deputado Estadual)
Sub-Oficial Pedro Henrique (Deputado Estadual)
2º Sgt De Souza (Deputado Federal)

*Ceará:*
Gen M.Theóphilo (Governador)
Cel Bezerra (Deputado Federal)

*Distrito Federal:*
Gen Paulo Chagas (Governador)
CMG Winston (Dep Distrital)
Gen Ex Heleno(Senador ou Dep Federal)
CMG FN Pacheco (Dep Federal)

*Góias:*
Maj Vitor Hugo (Deputado Federal)

*Minas Gerais:*
Gen Felício (Dep Federal)
Gen Cupertino (Dep Estadual)

*Maranhão:*
Cel Monteiro (Gov)

*Pará:*
Gen Div Jeannot (Dep Federal)

*Paraíba:*
CMG FN Bustorff (Dep Federal)
Cel Jaques (Dep Estadual)

*Paraná:*
Cel Jorge Barcelos (Dep Federal)

*Pernambuco:*
Cel Edson (Dep Estadual)
Gen Gomes de Matos (Dep Federal)

*Rio Grande do Norte:*
Gen Monteiro (Dep Fed ou Governador) 

*Rio Grande do Sul:*
TC Zucco (Deputado Estadual)
Sgt Gavioli (Deputado Federal)
Brig Dias (Dep Federal)

*São Paulo:*
Gen Morata (Dep Estadual)
Gen Peternelli (Dep Federal)
Cap Castelo Branco (Dep Federal)
Cel Cabral (Dep Estadual)

*Sergipe:*
Cel Prudente (Deputado Federal)

*Tocantins:*
Cel Jair (Dep Federal)

*Amapá:*
Cap Peixoto (Dep Estadual)










Já fez sua inscrição para o II CONGRESSO DO MOVIMENTO AVANÇA BRASIL?

Reserve já sua participação no site https://avancabrasil.vpeventos.com

*No site temos quatro tipos de inscrições para que todos possam participar ou colaborar:*

- Inteira: R$ 20,00

- Meia: R$ 10,00

- Adesão on-line: R$ 10,00 (quem não pode estar no local mas vai assistir em nossa página)

- Não posso contribuir mas quero participar (grátis)

Contamos com a participação de todos, pois *O BRASIL TEM JEITO, DEPENDE DE NÓS !!!*

Comitê Executivo - Movimento Avança Brasil

*FAÇA SUA INSCRIÇÃO!* - http://AvancaBrasil.vpeventos.com

Livro censurado pode?



Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 
A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 19 de Março de 2018.

Um comentário:

Anônimo disse...

Nos Estados com vários candidatos militares, como evitar que um candidato inadvertidamente tenha votos sobrando que irão faltar a outro, para que a população (que não participa de grupos) lhes dê uma votação consagradora, evitando a acusação de que suas atuações não representam o interesse de grande parte do povo?