quarta-feira, 14 de março de 2018

Sua Excelência atrapalha...


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Renato  Sant’Ana

O que vão dizer os "companheiros"? O mais petista dos 11 ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) foi categórico ao afirmar em Porto Alegre aquilo que todo petista quer calar (e o Jornalista Políbio Braga viria a publicar). Em 09/03/18, ao dar a "aula magna" do curso de direito do Centro Universitário Ritter dos Reis, o ministro Ricardo Lewandowski falou com todas as letras que o processo de impeachment de Dilma Rousseff, em que pese ter sido "traumático e doloroso", foi realizado dentro da legalidade constitucional. Como duvidar de sua franqueza?

Lewandowski virou ministro por sua proximidade com a família de Lula. E, na qualidade de presidente do STF, foi ele que presidiu as sessões do Senado que cassaram Dilma por crime de improbidade administrativa. E não perdeu aquela ocasião de mostrar lealdade ao lulopetismo, chancelando a degenerescência constitucional que manteve os direitos políticos de Dilma Rousseff, sendo que a Constituição determina a cassação dos direitos políticos de quem sofre o impeachment.

Agora, ao derrubar a argumentação "prêt-à-porter" confeccionada para o consumo fácil da militância das ruas, ele deixa muita gente desconcertada: "Não houve golpe!", disse. Ocorre que ele estava falando perante acadêmicos e doutores em Direito, isto é, num ambiente em que não dava para ele se expor ao ridículo de adotar a retórica partidária.

Acrescente-se ainda que, como bem sabem os caciques do partido e Lewandowski jamais ignoraria, não existe nenhum jurista sério no país que negue a regularidade com que transcorreu o processo de impeachment de Dilma Rousseff, sendo a versão do "golpe" apenas um artefato da guerra ideológica.

Contudo, apesar disso é certo que esse blá-blá-blá vai continuar. Ou alguém acredita que os professores das federais, por exemplo, vão parar com a patacoada do "golpe"? A curiosidade é saber com que malabarismo argumentativo tentarão contraditar Lewandowski, esse petista devotado que acabou atrapalhando uma farsa tão bem ensaiada.

Renato Sant'Ana é Psicólogo e Bacharel em Direito.

Um comentário:

Candy Rujo disse...

Bem dito, caro Renato!!!