sexta-feira, 2 de março de 2018

Vampirotecnia



“País Canalha é o que não paga precatórios”

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira                  

Nada é mais obsceno que a verdade.

É por esse motivo, amáveis leitores, que o canetador fará de tudo para desviar nossa atenção.

Engolir sapos faz parte do job description do primeiro desmandatário.

Não há poder em mar de rosas.

Os franceses dizem que as mulheres são constituídas por duas partes: a metade falante e a outra metade. Não é possível usufruir da segunda sem suportar a primeira. Muitos dirão: “Besteira do Mantiqueira !”

Louvo-me no ditado popular :”O diabo é diabo por velho; não por diabo.”

Assim, ouso prognosticar cenas dos próximos capítulos da pantomima “A fela e a bera”.

Puto nas calças, além de impotente para punir quem pode lhe tolher o porvir, o nosso transilvânico personagem, talvez cometa um erro crasso.

Aí babau.

Inteligente, hábil e sem escrúpulo (fazedor de cerveja sem lúpulo) talvez saia da pista da corrida eleitoral, qual monge trapista, das paixões no vendaval.

Fogos de artifício no rincão do meretrício.

Como no rodeio de Bauru, muitos tomarão na rima. Na casa de Eny, dança polka até Saci.

Pererê e perereca, dupla caipira mais jeca.

Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

Um comentário:

Loumari disse...

Rir até 2030

_Um senhor chega na padaria e diz: quero dois pãos e o padeiro respondeu corrigindo: caro cliente, não se diz pãos, diz-se pães._ _Cliente: por quê, palavras também subiram? O padeiro responde: as palavras terminadas em ão no plural é substituída por ães._ _Ex: cão.....cães entendeu? Cliente: sim. O padeiro pergunta: onde vais pôr os pães? O cliente responde: nas mães._

😂😂😂😂😂😂😂😂