segunda-feira, 23 de abril de 2018

Delação de Palocci afeta eleição?



Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

A tão falada colaboração premiada do ex-petista Antonio Palocci Filho, definida como “traição” pela cúpula da Petelândia, tem tudo para ser a pá de cal nas pretensões de liberdade imediata para Luiz Inácio Lula da Silva. O que Palocci revelar também pode arrasar, de vez, com José Dirceu de Oliveira e Silva. O PT terá mesmo de mudar de nome para Partido dos Trancafiados – ou Perdemos...

O PT é moribundo. No entanto, a esquerda não está morta. Dividida em facções – muitas delas criminosas – a canhota sempre se une nos momentos derradeiros. O fenômeno se repetirá em 2018. Haverá uma fuga da influência do PT. Mas os partidos da Frente Brasil Popular e afins estarão juntos em nome da sobrevivência eleitoreira. Recomanda-se que o eleitor fique atento para uma reinvenção do discurso mentiroso e populista, prometendo aquilo que não tem capacidade de entregar.

Lamentavelmente, ainda não está claro para o eleitor qual é o projeto dos políticos para 2018. Combate à corrupção é uma promessa muito vaga e distante. Corrupção não é causa. Mas sim conseqüência de um modelo estatal exageradamente centralizador, com excesso de regras que permitem, a condenação injusta, o drible na lei, e variadas interpretações legais sobre o mesmo fato e, na maioria das vezes, a impunidade. Tudo ao mesmo tempo e ao sabor dos interesses dos poderosos de plantão. Corrupção como mote de campanha é a prova da falência política e institucional.

Até agora, nenhuma candidatura formulou planos concretos de governo. Não dá para tolerar o autoengano costumeiro de que, mais perto da campanha eleitoral, os programas serão apresentados. A tendência é que se repita o mau hábito de tentar vender idéias fora do lugar (inadequadas à realidade Brasileira) e um espetáculo de falsas promessas sobre temas irrelevantes ou que não serão adotados. Cadê o projeto estratégico de Nação que sempre fica adiado para a próxima eleição ou assim que o candidato vencedor assumir o troninho de titular do Palácio do Planalto?

A efervecência política indica que teremos uma campanha predominantemente emocional – e muito pouco racional. Tal comportamento, mais uma vez, beneficia os defensores dos socialismos/comunismos ou a variação light deles, a cínica social-democracia. Novamente, corremos o risco de pagar caro porque o brasileiro é conservador no discurso, porém é libertino nas ações do dia-a-dia. Além disso, continuamos assombrados pelo fantasma do Capimunismo e da “estadodependência” (doença ou vício de delegar a salvação da pátria a alguém que promete usar o poder estatal centralizados para operar milagres políticos e econômicos).

Sem uma mudança profunda no modelo estatal e outra mudança drástica no formato eleitoral, apenas vamos repetir o ritual macabro do voto obrigatório, com alto risco de fraude eleitoral em um sistema eletrônico de votação e totalização de votos inconfiável, mas que a tal “Justiça” eleitoral nos obriga a acatar como um dogma de segurança e lisura. No atual modelo, vamos apenas dar uma dedada eletrônica para legitimar uma maga-fraude.

É por isso que a delação do ex-petista Palocci – e a prisão de Lula que o impede de ser candidato, com incrível chance de vitória, apesar de tudo de errado – podem não afetar tanto o resultado eleitoreiro de 2018. O Sistema e seu Mecanismo já inventam uma candidatura fake, de “centro-esquerda” (que merda é esta?) para untar como o escolhido para a vitória via fraude.

Fé na mudança é essencial. No entanto, a maioria não deseja, de verdade, que nada mude. A intenção real é alterar alguma coisinha, sem mexer no essencial, para dar uma “melhorada”. Nosso Capimunismo está mais forte que nunca. Seus seguidores e praticantes desejam e têm tudo para continuar no Poder, graças aos mecanismos do Crime Institucionalizado que se reinventam. Acreditar no contrário é o mesmo que votar no Papai Noel para a Presidência de Cuba, só porque ele se veste de vermelho...     

Três Neurônios e a Senadora sem


Tico, Teco, Toco e o Louco prestam uma singela homenagem à Narizinho. Se vai cheirar bem ou não só o réu-mineirinho pode dizer... Link em: https://youtu.be/jtyj9hrgFMc

Fascismo definido na prática


Quem fala o que não deve ouve o que não quer...

Releia o artigo de domingo: A luta pela volta do voto no papel








Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 
A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 23 de Abril de 2018.

4 comentários:

Anônimo disse...

A Delação de Palocci é uma metralhadora de ponto 1000000000, para muita gente boa.
Vamos aguardar.Será a próxima atração, Palocci a Vingança.Tem gente que já não passa a pontinha de uma agulha.

Zé Luiz Castro disse...

Já imaginou, se o Paulo Preto também resolver abrir o bico? Não sobra um grão-tucano de pé. Os partidos políticos tupiniquins estão inteiramente podres.

Anônimo disse...

DE FATO, O POVO BRASILEIRO DEU UMA VARRIDA EM 2016 NO PT E ASSOCIADOS E NESSE FIM DE ANO DE 2018 ENXOTARÁ AOS PÉS NO RABO O RESTANTE DESSES CAFAGESTES E ESPERTALHÕES COMUNISTAS, DO PT-PSDB, QUASE TODOS DO PMDB - AGORA MDB - E PSB, também.
NOMES QUE PRECISAM SAIR NESSE ANO, SEM FALTA, DE CARA:
...Seu voto decide – e só os votos decidem – se Suas Excelências serão julgados como cidadãos que são ou como Excelências que nem todos são.
Ex-governadores: Marconi Perillo, PSDB/Goiás; Raimundo Colombo (PSD/Santa Catarina); Geraldo Alckmin (PSDB/São Paulo); Beto Richa (PSDB/Paraná); Confúcio Moura (PMDB/Rondônia). É improvável que algum seja julgado antes da eleição, mas se não vencer fica sem o foro.
Senadores: Renan Calheiros, PMDB/AL; Humberto Costa, PT/PE; Vanessa Grazziotin, PCdoB/AM; Romero Jucá, PMDB/RR; Dalírio Beber, PSDB/SC; Ciro Nogueira, PP/PI; Benedito de Lira, PP/AL; Eunício Lima, PMDB/CE; Cássio Cunha Lima, PSDB/PB; Agripino Maia, PP/RR; Jorge Viana, PT/AC; Valdir Raupp, PMDB/RR; Aécio Neves, PSDB/MG; Lídice da Mata, PSB/BA; José Pimentel, PT/CE.
ESSES ACIMA, SE NÃO FOREM ELEITOS, TERÃO A CHANCE DE SEREM CASSADOS OU ATÉ PRESOS, TAMBÉM!
Aproveitando a oportunidade:...
FÔIA DE S PAULO, DATAFÔIA, EL PAÍS, UOL E VARIOS RENOMADOS ESQUERDISTAS ACHAM O JOAQUIM BARBOSA ÓTIMO CANDIDATO!!
SABE QUE "SEU" JOAQUIM BARBOSA AGORA OFICIALMENTE COMUNISTA DEU CERTO?
ELE JÁ ERA ANTES DE OFICIALIZAR-SE NA BANDIDAGEM VERMELHA, NO PSBagulho!
Tinha, quando no STFraudes um perfil autoritario, e como, era um dos abortistas, era a favor de uso de células tronco pró experiencias por a modernidade exigir, era favorável à extinção das instancias estaduais militares, CONTRA O IMPEACHMENT DE DILMANTA e o PSB admite que ele aceita as teses dessa legenda vermelha!
O PSBosta é tão stalinista como o maldito PT, portanto pró bandidagem geral, tráfico de drogas, Maduro, Lula, Castros e merdas mais esquerdoidos!
Amigão da Marina Melancia, quase se ajuntou, mas melou por os 2 desejarem a presidencia.

Anônimo disse...

O PT poder ser moribundo mas já fede bastante.