segunda-feira, 23 de abril de 2018

Fazer a fama e deitar na cama



Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por H. James Kutscka

Chegou hoje a meus ouvidos uma informação, que   embora não comprovada, alegrou meu coração.

Diante de tantas mazelas que obscurecem nosso horizonte, o lúmen de uma vela distante, é um sinal de esperança.

O quadro que se nos apresenta aos olhos, é o de mais de 13 milhões de desempregados, (êta numerinho maldito) o número que identifica justamente o partido que os colocou nessa situação. 

Um partido de idiotas insolentes e intelectuais sonhadores de baixo coeficiente mental, que ouvem Guantanamera e poeticamente sonham com uma sociedade igualitária, sem perceber que por paradoxal que pareça, esse sonho socialista somente pode ser realizado por uma sociedade democrática e capitalista.

Onde, o que vale é a meritocracia e não a mediocracia. 

Valor dado às qualidades, não às amizades.

Desta forma, levando-se em consideração o exposto acima, acho justo alegrar-me, mesmo que   isso represente um pingo d´água no oceano, de que pelo menos uma pessoa, que vai perder o emprego proximamente, já tem vaga garantida em um novo emprego.

Como disse antes, fiquei sabendo que Oscar Maroni, dono do Bahmas, um (para manter a finura) clube de recreação para adultos de ambos os sexos (afinal as mulheres atualmente empoderadas, também tem direito a uma diversão de vez em quando) ofereceu emprego para uma senadora do Paraná, no caso  de perder  o atual.

Para os saudosistas que já abandonaram o “esporte”, uma espécie de sonho de consumo de quem nos bons tempos, frequentou o “La Licorne” da Madame Laura.

Isso, além de dar-me o sossego de saber, que não vamos ter mais uma desempregada a engrossar os números da pesquisa, de que minha avó estava certa quando dizia “fazer a fama e deitar na cama”.

No caso da citação de minha avó, a cama era para descansar, no caso atual para trabalhar.

O que, pelo apelido que tinha na lista da Odebrecht, não vai mudar muito o dia a dia da ex-senadora.

H. James Kutscka é Escritor e Publicitário.

3 comentários:

jomabastos disse...

"O quadro que se nos apresenta aos olhos, é o de mais de 13 milhões de desempregados, (êta numerinho maldito) o número que identifica justamente o partido que os colocou nessa situação."
Não foi somente o PT que colocou os 13 milhões no desemprego, foram todos os partidos, à esquerda e à direita, regidos pela corrupção e pelo crime institucionalizado.
Não são somente 13 milhões de desempregados - este número 13 são os que consta das falsas estatísticas do IBGE - , falta adicionar os mais de 15 milhões de desempregados que estão estatisticamente escondidos nos 60 milhões do Bolsa Família, o que perfaz uma estatística real próximo de 30 milhões de desempregados. Esta é a verdade nua e crua.

jomabastos disse...

A mediocracia não é culpa direta da população brasileira, porque a nossa população é tão inteligente e tão capaz como qualquer cidadão do mundo. A mediocracia não foi imposta somente por 16 anos de comunismo neste país - Lula + Dilma + Temer. A mediocracia também foi imposta por todos os regimes políticos corruptos e controlados pelo crime institucionalizado.
Aqui no Brasil, nunca tivemos a oportunidade de vivermos uma verdadeira democracia capitalista como as existentes no mundo desenvolvido, porque a população não tem acesso à educação acadêmica com qualidade, não foi instruído a conhecer da cultura do Brasil e do mundo e não tem um real conhecimento do desenvolvimento da vida social e econômica que decorre no mundo capitalista desenvolvido.
Infelizmente, neste Brasil, estamos subdesenvolvidos, atolados na lama do comunismo, da corrupção e do crime institucionalizado.

Anônimo disse...

Vai ser julgada no conselho de... crédito? Eles são exímios em inventarem uma desculpa mirabolante para salvarem a todos.