sábado, 28 de abril de 2018

O Tiro pela Culatra no ataque aos militares



Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Coisas do “Populisjornalismo”. A militância jornalística de canhota tem obsessão por atacar os militares. Ultimamente, tem jogado contra a própria tática de guerrilha. A revista Época, que está parecendo um reacionário panfleto partidão-petista-tucano do Grupo Globo, marcou um golaço contra com a reportagem “Um Dossiê Camuflado – Histórias sobre o que pensam e o que querem os militares”. O título promete uma coisa, e os textos contam outra. Não entregam o que prometem, ou o que pretendiam editorialmente. Azar deles, e dos assinantes e leitores...

O primeiro texto, “O Gabinete do Capitão Bolsonaro”, tenta sacanear o estilo do presidenciável Jair. Porém, no fim, acaba exaltando as virtudes do candidato. O segundo texto, “A ponte com o Planalto”, exalta a figura e o papel da eminência parda mais poderosa do governo Michel Temer. Trata-se do General de Exército (na “reserva”?, porém na ativa do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República). O gaúcho Sérgio Etchegoyen é cotado para substituir o Comandante do Exército, o também gaúcho Eduardo Villas-Bôas, caso se agrave sua doença degenerativa.

Pintado como “rigorosamente apolítico”, “figura muito preocupada com a consolidação da Democracia no País”, Etchegoyen é lembrado pela Época como amigo de outra gigantesca eminência parda: Nelson Jobim, conterrâneo de Santa Maria que já vestiu todas as casacas da República: constituinte, ministro, toga suprema, farda de Ministro da Defesa e agora posa até de banqueiro. Só falta Jobim vestir o fardão da Academia Brasileira de Letras... O texto sobre Etchegoyen parece promover alguém que o Grupo Globo parece considerar um general ideal para deixar tudo como está e impedir eventuais rebeldias nas Forças Armadas...

A terceira reportagem, realmente, faz a diferença informativa e surpreende positivamente. O cineasta José Padilha até poderia aproveitar o relato para o roteiro de um filme que combine “Tropa de Elite” com “O Mecanismo”. O texto “Armaram para o tráfico voltar” relata a sabotagem do sistema contra a primeira (quase) bem sucedida “intervenção militar” em uma favela no Rio de Janeiro, durante 11 meses, no distante ano de 1993. Merece profunda reflexão o relato da experiência do Coronel Marco Antônio Auvray Guedes na incursão do Exército contra o tráfico de drogas na chamada Operação Fênix, ocorrida na Favela Roquette Pinto, hoje dominada por milicianos... Trata-se da prova viva de que “o inimigo é o sistema” e de que “o Mecanismo é filha da puta”...

O Alto Comando do Politiburo da revista Época merece a Medalha do Mérito do “Tiro pela Culatra” – que o Exército deveria instituir para premiar a ineficiência de seus inimigos ideológicos. O conjunto de três reportagens serviu apenas para reforçar, em uma lúcida e realista conclusão final, que as Forças Armadas, amadas ou não, têm papel relevante e imprescindível no irreversível processo de Intervenção Institucional já em andamento no Brasil – para faniquito de uma mídia covarde e pavor da alta bandidagem organizada.

Felizmente, os militares conhecem as artimanhas do verdadeiro inimigo do Brasil - que não é a tacanha esquerda e seus militantes (às vezes, também, meliantes). A canhota burra é mero instrumento do Poder Real Mundial que deseja consolidar seu domínio completo sobre o Brasil, seus recursos e potencial econômico. Resumindo: A esquerda é instrumentalizada pelo Crime para impedir as mudanças estruturais.
Vale insistir que a grande guerra brasileira, embora não-declarada, está em andamento. Apesar das explosões de violência, a batalha é mais ideológica que bélica. O Mecanismo apenas tenta se reinventar para seguir hegemônico. Por isso, os militares devem dar total apoio às transformações que serão tocadas por cidadãos comuns - não necessariamente fardados.

O “Populijornalismo” faz mal ao Brasil. Ainda bem que a livre expressão, certa ou errada, nas redes sociais, lhe serve de contraponto. Os militares não são otários. É inútil pintá-los como soldadinhos autoritários de chumbo. Apesar da rudeza da vida castrense, eles têm mais compromisso com a Democracia (a Segurança jurídica, institucional e individual) que muito batedor de teclado que se autoproclama intelectual orgânico de esquerda.

A única coisa boa desse momento histórico ímpar é que os inimigos do Brasil já perceberam que o dia deles pode estar contado. Por isso, baterão cada vez mais forte nos militares e no Jair Bolsonaro (que eles enxergam ser “o candidato dos militares”.

Como diria o Capitão/Coronel Nascimento do José Padilha, esta guerra “vai dar merda” no final... E o fim nunca esteve tão próximo...

Releia nosso artigo de 16 de abril – muito viralizado entre os oficiais das Forças Armadas: Quem tem medo dos militares?




Populisjornalismo”? - Obrigado pela inspiração, Conrado Hübner Mendes, que acaba de cunhar a expressão “Populisprudência” – o fenômeno da venda de jurisprudência de fachada para ocultar escolhas (políticas) de ocasião...




       
Três Neurônios


Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 
A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 28 de Abril de 2018.

4 comentários:

FOTO DO FATO disse...

A verdadeira justiça, e não as manipulações eruditas dos membros do atual mecanismo dentro do poder judiciário, é o que prevalecerá, como sempre.
Quem viver, verá!
Nossas firçasarmadas não são imbecis como as de algumas republiquetas lindeiras.
(LeoSantos)

Loumari disse...

É mesmo muito curioso isso e a coisa suscita muita interrogação neste assunto de saúde do General Villas-Bôas, justo preciso no momento em que no país estão sendo efectuadas manobras que possamos dizer como a velha expressão francesa que data do século XVIII que diz: "Pas très catholique" (o que significa não conforme os valores morais); e esta expressão também se emprega para designar coisa duvidosa". Ora vejamos, que curioso que é isso né, que de súbito se descobre que o General Villas-Bôas sofre de doença degenerativa, enquanto no exército os check-ups médicos são feitos aos militares com muita frequência, ao menos todos seis meses ou no máximo uma vez por ano o militar deve passar pela visita médica obrigatória. A não ser que no Brasil a saúde dos militares não é esquadrinhado com lupa?
Não será que seja um envenenamento? O que suscita muita curiosidade é esta palavra empregada "DEGENERATIVA"! Como se procurassem tirar o homem do posto que ocupa de uma maneira ao estilo da NASA? Na NASA, quando alguém sabe mais do que devia, ou descobre coisas que podem pôr em risco os serviços de inteligência, então a pessoa é exonerada do seu cargo mas com um certificado médico cujo o homem é declarado que sofre de demência. Isto faz que o homem seja considerado psicologicamente instável, e tudo o que ele possa dizer será tomado como palavra de um louco.
Muitos cientistas na NASA que nas suas pesquisas descobriram coisas terríveis, misteriosas, inexplicáveis, como a presença no nosso mundo de entidades vindas de outro mundo (extraterrestres), de ÓVNIS, que fazem incursão neste nosso mundo, entidades que manipulam a tecnologia e manipulam os nossos dirigentes, que tais cientistas foram taxados de loucos, dizendo que sofriam de doença degenerativa cerebral e eram exonerados de suas funções e confinados em suas casas e vigilados, de modo a se assegurar de que não vão divulgar as informações que conhecem que estão classificados como top-secret. E também muitos cientistas desaparecem misteriosamente e o resultado de suas obras de estudo de ciências e pesquisas, borradas.
Segundo vocês, por que JFK foi assassinado? JFK's comment on "secret societies" a statement against the "NWO"?

Só que, quando JFK falou sobre esta sociedade secreta que nos visitava, o mundo não compreendeu nem pouco sobre o que ele falava. Os que lhe ouviram se contentaram só com rir. Só que, aos Men's in Black, eles não apreciaram nem pouco, e simplesmente lhe mandaram matar, para que o homem não fosse mais além nas suas revelações sobre a existência desta sociedade secreta que são entidades vindas de outros mundos. Lhes vou colocar os links sobre onde o JFK faz as tais revelações.
Estes que controlam o mundo (os illuminatis), quando eles se sentem ameaçados, optam por duas soluções: ou mandam assassinar quando o risco é capital como fizeram com JFK. E aos outros que são apenas anónimos ou sem grandes influências na vida pública, como científicos, ou pilotos de aviões de linha, ou pilotos de aviões caças militares (porque, muitos pilotos já cruzaram no espaço aéreo com ÓVNIS); estes simplesmente são reduzidos ao silêncio com ameaças e chantagens, e para o mundo eles têm no seu dossier medical classificado como sofrendo de demência. Assim que tudo o que podem dizer é considerado não digno de crédito. É a loucura que fala.

Loumari disse...

O QUE A BÍBLIA DIZ SOBRE OS ÚLTIMOS TEMPOS E SOBRE A BESTA?

Primeiro permitem-me dizer-lhes que a besta controla o mundo por meio da tecnologia.
Deus o Criador deu este mundo a Satanás. A Besta tem o poder dado por Deus de fazer tudo o que lhe apraz. Já que as pessoas não gostam de ler, e acham mui fastidioso crer em Deus e procurar por conhecê-lo, então, são presas fáceis da besta, desviar as gentes de realidade e levá-los ao mundo fantástico onde a tecnologia tudo pode inclusive pensar no lugar do cérebro humano. E depois fazer guerra aos santos e vencê-los. Pois os crentes já serão uma infime minoria. E muitos cairão na tentação e para manter o seu padrão de vida, se submeterão ao poder e domínio da besta. Já será Satanás com seus escravos humanos.

APOCALIPSE 13:7,10 E foi-lhe permitido fazer guerra aos santos e vencê-los; e deu-se-lhe poder sobre toda a tribo, e língua, e nação.
E adoraram-na todos os que habitam sobre a terra, esses cujos nomes não estão ESCRITOS NO LIVRO DA VIDA DO CORDEIRO, que foi morto desde a fundação do mundo. (isto foi no Abel, o justo, que foi morto pelo seu irmão o cruel Caim)
Se alguém tem ouvidos, ouça!
Se alguém leva em cativeiro, em cativeiro irá; se alguém matar à espada, necessário é que à espada seja morto. (pela espada do juízo final)
Aqui está a paciência e a fé dos santos.

Loumari disse...

https://www.youtube.com/watch?v=3zH_rt02rMI&t=128s

EL día que Kennedy nos lo contó todo, pero no le comprendimos


https://www.youtube.com/watch?v=zdMbmdFOvTs&feature=youtu.be

JFK Secret Societies Speech (full version)

Was JFK's comment on "secret societies" a statement against the "NWO"? I searched this famous quote and finally found the full unedited written transcript and audio of this speech.

JFK was actually talking about current events of the cold war and how nontraditional enemies were gaining information on how the US was battling this war. In this speech JFK actually points out "the need for far greater "official" secrecy"...as well as "the need for a far greater public information".

JFK admits "I have no easy answer to the dilemma that I have posed," but also states, "and would not seek to impose it if I had one." This a major difference from where todays elected officials stand.

Address, "The President and the Press," Before The American Newspaper Publishers Association, 27 April 1961