quarta-feira, 18 de abril de 2018

Rumo ao Comunismo


“País Canalha é o que não paga precatórios”

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net

Por Carlos Maurício Mantiqueira

Todos nós devemos estar atentos para a bola de neve atirada encosta abaixo por aqueles que nos querem escravizar, implantando uma ditadura comunista no Brasil.

A “novidade” é a “exigência” da Receita Federal para que os contribuintes informem a metragem de seus imóveis na declaração do Imposto sobre a Renda. Num futuro sonhado pelos traidores da Pátria, esse novo banco de dados serviria para o confisco ou para a imposição de aceitar estranhos dentro de seus imóveis.

Sugiro que nos neguemos a fornecer as novas “informações” solicitadas.

A Receita está de má-fé. Ela que não vê nenhum enriquecimento ilícito dos políticos e seus parentes. Ela que nunca explicou a existência ou não de uma famosa lista VIP de pessoas intocáveis.

Há anos, pede que seja informado também o número do titulo eleitoral.

Para que? O que tem a ver o sistema eleitoral com o tributário?

Em português chulo: O que tem a ver o c. com as calças ?

Os “bonzinhos” do Facebook confessam que estavam (ou estão) usando inteligência artificial para censurar conteúdo.


Estamos numa encruzilhada. Ou as forças armadas nos salvam ou é o fim do Brasil.

Já passou da hora. Intervenção Institucional já!



PS – Agradeço aos Três Neurônios pela honrosa menção ao meu nome em vosso sináptico programa. Recomendo aos leitores que assistam...


Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

3 comentários:

Q disse...

Eu sempre assisto aos 3 neurônios. Vc deveria participar tbm.

Q disse...

O comunismo dominou o sistema, por isso não vai mudar nada tirar Lula Dilma, Aécio, temer eleger bolsonaro e etc.

Ou se provo a um choque geral, ou seremos derrubados aos poucos, homeopaticamente ..

Alexandre Marcos disse...

O comunismo internacional vai muito mais além que um sistema político. Não se derrota o comunismo com armas. O comunismo e uma ideia, uma filosofia e ideia se destrói com outra ideia. A revolução é a desordem, a contra revolução é a restauração da ordem. Essa desordem começou primeiro nas ideias, depois nas tendencten é por fim nos fatos. Não adianta combater o inimigo, defendendo as agendas deles: aborto, divórcio, eutanásia, reforma agrária, desarmamento, demarcações indígenas, educação sexual, gayzismo, divisões sociais, etc, etc.