domingo, 20 de maio de 2018

Nos tempos da bobalização ideológica



Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net


Como de costume – vício ou mau hábito -, os brasileiros adoram embarcar de gaiato no navio de uma inútil polêmica ideológica. O movimento é parecido com a batalha dos torcedores esportivos, religiosos e políticos. A isenção passa longe. A racionalidade mínima se perde facilmente. O radicalismo emocional se torna a tendência – supostamente natural. Em plena Era da Informação, os infestados pelas ideologias as transformam em dogmas. Assim, cada um segue a verdade absoluta proclamada por seu ideólogo preferido para atacar o outro com o mesmo comportamento. Essa guerra amplia a desunião e alimenta novos conflitos intermináveis.

O radicalismo ideológico costuma ser a véspera de uma hegemonia autoritária – não importa de que tendência ideológica autoproclamada. O vencedor tente a ser implacável com o vencido. O fenômeno faz parte da natureza humana. É mais radical ou menos, mais ortodoxo ou menos, mais violento ou menos, dependendo do nível de intolerância atingido contra o “opositor”. O processo tende a uma bobalização autoritária com desrespeito aos bons valores humanos e civilizatórios. A barbárie faz a festança...    

O psicanalista Mtnos Calil faz uma análise que deveria ser cuidadosamente interpretada por cada polemista das redes sociais: “Fazer dos militares hoje um foco midiático é uma maneira estratégica de manipular a opinião pública desviando a sua atenção da crise econômica instalada no Brasil com 13 milhões de desempregados e mais alguns milhões que desistiram de procurar emprego.  E os direitistas e esquerdistas ingênuos ficam se degladiando na internet para a alegria dos manipuladores. Ignoram que a perpetuação catártica desta divisão esquerda-direita é um grande negócio para os donos do poder.  Que todos estrebuchem à vontade para assim contribuir para a manutenção do status quo. Morto o comunismo, só resta à humanidade civilizar o capitalismo ou prosseguir na sua marcha em direção ao abismo, conduzida pelos psicopatas do poder”.

O momento eleitoral seria a hora recomendável para a reflexão sobre as atitudes de cada “torcedor”. Infelizmente, não é... Assim, o Brasil caminha para mais uma radical bobalização ideológica até a escolha dos (nem sempre novos) representantes populares. É altíssimo o risco de elegermos os representantes da mesmice, mantendo o País na rica miséria de sempre. Renovar é preciso. Pensar e repensar o Brasil, formulando um Projeto Estratégico de Nação, é mais fundamental ainda.

Lançamento importante

O jurista Modesto Carvalhosa lança no próximo dia 11 de junho o livro “Da Cleptocracia para a Democracia em 2019 – um Projeto de Governo e de Estado”.

Será das 18h às 22 horas na Livraria Cultura do Conjunto Nacional, na Avenida Paulista, 2073.

Está programada uma conversa de Carvalhosa com os convidados entre 19h 30min e 20h.

Releia o artigo de sábado: Manda quem pode; obedece quem não tem alternativa


Dilma nos Três Neurônios? Jura?


Até a Presidenta tem uma aparição inesperada no 12º programa dos Três Neurônios. Como dizem que ela só tem dois, você pode rir com 5 neurônios, já que um dos nossos não conta. Entendeu? Não... Então, vá ensacar vento e comer mandioca. Porém, antes, assista ao vídeo. Clique no link e viralize: https://youtu.be/tLElU1oWtcg






Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 
A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 20 de Maio de 2018.

2 comentários:

Sempre Mais do MESMO disse...

Excelente artigo, brilhantíssimo.

Eu chamo essa politicagem de ANTAGONISMOS FORÇADOS de "ILÓGICA BINÁRIA". Sim, porque o "pensamento" binário é o mínimo de racionalidade e or tal o mais fácil. Afinal a diferença é sempre entre antagônicos: PRETO x BRANCO e nenhum vestígio de cinza. O contraste é visível até para os quase cegos, daltônicos e distraídos.

Assim são TODAS as ideologias: FOCAM no MÍNIMO e este mínimo são os antagonismos forçados, como: Deus x Diabo, Pobres x Ricos, Empregados x Empregador, Nacional x Estrangeiro, Negros x Brancos, Mulher x Homem, Gay x Hetero, "Bonzinhos" x "Malvados" é a conclusão final e única de todas as ideologias que inventam antagônigos SEMPRE sob alegação de "QUERER o BEM" contra aqueles que "QUEREM o MAL".

Assim manipulam através de uma moral manipulada e que não admite qualquer REFLEXÃO sobre sua realidade. Não admite reflexão porque se PROPAGANDEIA como O BEM e por tal qualquer concessão à racionalidade seria em si um favor ao MAL. Eis aí a FONTE de TODO FANATISMO que deseja PAVONEAR-SE MORALMENTE e conceder-se CARTA BRANCA para TODAS AS SUAS MANIAS, RECALQUES, FRUSTRAÇÕES e RANCORES.

Como bem percebeu Bertrand Roussel, a AMBIÇÃO INTELECTUAL (eu chamo de ambição psicológica) NÃO POSSUI LIMITES e o PODER é uma ambição psicológica, é o desejo de SUBMETER TODOS.

Já a AMBIÇÃO MATERIAL É FINITA. Dada a limitada capacidade de se usufruir de bens materiais.

E como percebeu Geoge Orwell, o PODER, o domínio que se tem sobre os demais É MEDIDO IMPONDO-SE CONTRARIEDADES.

Assim sendo, facilmente podemos perceber a razão de TODAS AS IDEOLOGIAS IMPOREM PROIBIÇÕES ao DESFRUTE do BEM ESTAR em MORALISMO e ativismo policial contra:

- A riqueza geralmente condenada como um mal em si, devendo ser dilapidada em favor alheio cujo o mérito é a mera necessidade. (necessidade não é mérito tal como sofrimento não o é).

- O egoísmo no sentido de querer o bempara si mesmo é moralmente condenado em todas as ideologias farisaicas. Assim enaltecem o altruísmo atribuindo-lhe valor moral tanto mais faça sofrer o seu praticante.

- Sexo ou prostituição. Como se os prazeres sexuais fossem pecaminosos e até criminosos.

- O senso de justiça é sempre deturpado nas ideologias, impondo uma ANTI NATUREZA ao justificar e mesmo enaltecer os nocivos e aqueles que se rendem a estes.
Assim as ideologias enaltecem a submissão às lideranças e mesmo a tolerância aos nocivos como uma qualidade moral. Chegando a preconizar o desprezo pela própria individualidade como qualidade superior. Enfim, através da VAIDADE manipulam os inseguros que tentarão se MOLDAREM às recomendações ideológicas a fim de obterem o valor moral propagandeado CONTRA a RACIONALIDADE.

As ideologias, todas, possuem um PADRÃO e a absoluta SUBMISSÃO aos LÍDERES sem jamais contestar a "sabedoria" e boa intenção serão sempre valores para o fiel e motivo de ódio aos infiéis malvadões. Por maiores que sejam os disfarces, SEMPRE vigorará o maniqueísmo afirmativo que exige obediência e nunca a reflexão sobre sua realidade.

Anônimo disse...

O problema hoje é a velocidade das informações. Antes esse tipo de manipulação durava até séculos.